Substituição da Velha Cultura Pela Nova Cultura – 2ª Parte

O Fim do Mundo e o Reino dos Céus

Até agora, de certa forma, a religião, a moral, a educação e a lei vieram conseguindo alguns bons resultados no cumprimento de suas funções. No entanto, ainda hoje, ao contrário do que era esperado, o bem está sendo oprimido pelo mal. A preocupação existente de que o material atómico venha a ser utilizado de forma maléfica é uma prova do que estamos dizendo. Ao mesmo tempo, precisamos aprofundar outro aspecto da questão. Se o ato diabólico e destruidor representado pela utilização da bomba atómica for permitido, obviamente advirá o fim da humanidade. Sendo assim, será que o Senhor da Criação, após criar tudo o que existe e fazer progredir a cultura até o nível atual, permitiria passivamente que tal catástrofe ocorresse?

Interpretando desse modo, que mais poderia ser isso senão o Fim do Mundo profetizado por Jesus Cristo? Caso fosse somente essa profecia, a humanidade nada mais teria a fazer do que aguardar seu fim. Entretanto, Jesus Cristo também disse que está próximo o Reino dos Céus. Torna-se evidente, portanto, que essas duas grandes profecias estão indicando o futuro do mundo, ou seja, que virá o fim do mundo e também o advento do Reino dos Céus.

Foram previstos, ainda, a segunda vinda de Cristo e o advento do Messias. A propósito, também devemos pensar que, para ficarmos absolutamente livres da destruição atómica, é necessário transformar o mal em bem, conforme já explanei. E quem poderia ter poder para isso a não ser o próprio Messias? Não obstante, mesmo ocorrendo essa grande transformação, haverá muitos que não se converterão ao bem. A estes, dos quais não é possível esperar mais nada, só restará uma prestação de contas. Jesus Cristo referiu-se a esse acontecimento com a expressão “Juízo Final”.

Com base no que acabo de expor, é preciso saber que a mudança do mal para o bem, da destruição para a construção, e a passagem da velha para a nova cultura estão na iminência de ocorrer.

Plano para a nova cultura

O plano para a nova cultura já está devidamente preparado, mas não foi elaborado nem pela inteligência nem pela força humana. Deus o veio preparando continuamente há dezenas de milhares de anos. E não se trata apenas da parte espiritual: consigo ver isso claramente também a partir dos fenómenos materiais. Por esse motivo, posso afirmar, sem vacilar, que não há, em absoluto, nenhuma parcela de erro no que estou dizendo.

Alicerce do Paraíso vol. 1

6 de setembro de 1950

(41) Título anterior: “A transição da velha cultura para a nova cultura”

143 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário