Banner para posts
Elídio Batine – JC Central – Moçambique
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Chamo-me Elídio Armando Batine, sou frequentador. Conheci a igreja Messiânica em Outubro de 2020, por intermedio do meu primo também frequentador da Igreja.

Os motivos que me levaram a conhecer a igreja, foram de falta de paz espiritual, maus sonhos, dificuldades financeiras e vícios.

Quando comecei a frequentar a igreja acabava de perder o meu emprego, o que me deixou muito frustrado, motivo pelo qual comecei a beber excessivamente como forma de tentar fugir da situação. Além disso sofria de pesadelos e perturbações espirituais diariamente.

Mas quando comecei a frequentar a igreja orientaram-me as práticas básicas messiânicas e a agradecer pelos problemas que estava a enfrentar. Confesso que nos primeiros dias, não foi fácil pôr em prática as orientações, pois não acreditava que ainda teria solução para mim, pois me encontrava no fundo do poço.

Mas quando tomei a decisão de me entregar de coração e colocar a minha vida nas mãos do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama, tive a permissão de começar a fazer o meu plantão e dedicar todos os dias ocupando-me no cumprimento das práticas básicas da fé para poder ultrapassar as dificuldades.

No primeiro dia de plantão, tive a graça de conseguir entrar em contacto com a mãe da minha filha, que depois de nos separarmos, não aceitava que eu visse a menina, mas depois do primeiro dia de dedicação ela aceitou trazer a minha filha, para que eu a visse, isto deixou-me bastante feliz pois fazia meses que não a via. Nesse período que dedico, tenho sentido uma transformação muito grande em mim. Tornei-me numa pessoa feliz, calma e com o coração cheio de gratidão.  O amor e alegria que a muito tempo não havia, hoje reinam no nosso lar.

A minha irmã que nunca conseguia achar um trabalho, conseguiu o seu primeiro emprego, graças à Deus e o Messias Meishu-Sama.

O meu compromisso é tornar-me membro para também contribuir para salvação de outras pessoas e na construção do paraíso terrestre.

Aprendi que não há maior bênção no mundo do que ter paz de espírito e o coração ligado a Deus através da gratidão e obediência a recomendações dadas.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados por me direcionarem à obra da salvação.

Muito obrigado!

Leia também: