Ester Mabote – NJ Zona Verde – Moçambique
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Chamo-me Ester Mabote, sou Membro da igreja há 5 anos e dedico como missionária na Unidade Religiosa da Zona Verde.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Moçambique em 2015, por intermédio da irmã Lídia.

O motivo que me levou a conhecer a igreja foi doença. Sofria com dores na coluna lombar e anemia.

Há cerca de 3 anos que sofria de dores na coluna lombar, que iniciaram como pontadas agudas na zona lombar, o que me dificultava bastante a locomoção e quase fiquei paralítica. De tantas dores que sentia, eu não conseguia dormir. Para sair de um lugar para o outro, dependia de familiares para me carregarem, o que foi para mim um grande sofrimento, pois nem mesmo as minhas mãos funcionavam. Fui à consultas médicas, tendo ficado de baixa na Ortopedia do Hospital mas, os médicos não conseguiram diagnosticar o problema com exactidão, apenas sabiam tratar-se de um problema na zona lombar e deram-me alta.

Ainda assim, as dores continuaram tão intensas que para me locomover eu tinha que me curvar. Além disto, também tinha anemia, porém, na altura não sabia.

Na tentativa de conseguir a cura, fui à África do Sul para consultas médicas, mas, não obtive solução. Busquei também ajuda em várias igrejas, onde fiz várias orações, contudo, de nada adiantou.

Até que, certo dia, conversando com ela sobre as dores que tinha, falou-me da igreja e do Johrei e encaminhou-me à Sede Central, onde fui recebida pelo Missionário que ministrou-me Johrei e ouviu-me atentamente. Fiquei na marcha de Johrei durante todo o dia. Mais tarde, fui atendida pelo Ministro que orientou-me a receber bastante Johrei e fazer um donativo especial de agradecimento pela purificação que estava a passar. Confesso que inicialmente duvidei, pois era apenas o meu primeiro dia na igreja. Mas, mesmo assim, decidi cumprir com a orientação.

Naquele mesmo dia, tive a grata permissão de dormir tranquilamente, pois as dores já não foram tão intensas. No dia seguinte, voltei à igreja, com a ajuda do meu esposo e passei a receber Johrei todos os dias, desde as seis horas da manhã até ás 18h. Devo salientar que como não me conseguia locomover, tinha que receber Johrei deitada na esteira, o dia todo, por 3 meses consecutivos, durante os quais, percebi que as dores iam reduzindo gradualmente. Por sua vez, à medida em que melhorava, a minha postura curva foi se endireitando, até que as dores cessaram por completo!

Por esta graça recebida, fiz um donativo especial de gratidão e tive a grata permissão de receber o sagrado Ohikari e fazer o Sorei-Saishi de cerca de 12 Antepassados.

Não tardou e comecei a purificar com fraqueza, tonturas e dores de cabeça, no corpo todo, como se estivesse com malária. Fui à consulta no hospital, onde diagnosticaram Anemia com hemoglobina 3. Vim à Sede Central para dedicar, mas, como estava muito fraca, acabei desmaiando em frente à nave, onde tive socorro imediato da Ministra, junto com alguns Membros. Fiz a reflexão profunda com a Ministra, que orientou-me a fazer um donativo especial, com todo o valor de que dispunha naquele momento. Assim o fiz e fui para casa, sem uma quinhenta sequer, mas fui melhorando aos poucos.

Posteriormente, voltei ao hospital para fazer o controle e o médico disse que a minha hemoglobina havia melhorado, pois subira de 3 para 12 em um mês. Foi assim que ganhei ânimo e convicção e passei a materializar, com mais frequência, os donativos especiais com todo o valor que tivesse no momento, como forma de agradecer pela força que Meishu-Sama me concedeu.

Daí em diante, no mesmo dia em que fiz o donativo, o meu genro ofereceu-me um valor para apoiar-me financeiramente. Com este valor, voltei a entregar tudo à Meishu-Sama e desde então, o meu genro passou a apoiar-me financeiramente todos os meses, sem falhar, até hoje! Deste valor, faço o dízimo. Passei também a receber mensalmente a minha pensão e uso uma parte desta para materializar o meu donativo de construção. Com esta prática, nunca mais tive falta de nada em casa!

Com esta experiência de fé, aprendi que através do donativo especial tudo na nossa vida muda para melhor!

O meu compromisso é de continuar servindo à Obra Divina com a toda a gratidão à Meishu-Sama por me dar uma vida nova. Devido às dores que sentia, eu andava como se fosse uma senhora de idade muito avançada, quando na verdade, não tenho nem 60 anos de idade. Hoje, graças ao Johrei, a minha postura melhorou drasticamente, pois já ando normalmente e tenho a aparência que reflete a minha idade real!

Agradeço ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama pela força e permissão de servir na Obra Divina, junto com os meus Antepassados!

A todos, o meu mais profundo e sincero agradecimento pela atenção e orientação. Muito obrigada!

Leia também: