Experiência de fé do Culto Mensal de Abril de 2021
Experiências de Fé do Culto Mensal de Abril de 2021
Maria Páscoa Neto – Núcleo de Johrei da Boavista – Luanda – Região Norte de Angola 

 

Chamo-me Maria Páscoa Neto, sou membro e dedico como encarregada do Sanguetsu.

A experiência de fé que passo a relatar para os senhores está relacionada à distribuição de flores, Johrei e donativo especial

No mês de Novembro de 2020, comecei a sentir fortes dores no seio direito, o que me fez parar no hospital. Lá, mandaram-me fazer uma mamografia. Os exames mostraram que eu tinha um cancro da mama.

Nessa altura, sentia muitas dores no seio e sempre que apalpasse parecia que tinha um botão grande dentro dele.

Desesperada, comuniquei a situação à responsável, que conversou comigo e orientou-me a receber bastante Johrei, comer produtos naturais, mexer com a terra nas hortas caseiras e a fazer um donativo especial de construção do futuro Solo Sagrado de África.

Assim sendo, comecei a cumprir com as orientações, mas, não aceitava fazer o donativo especial e apenas materializava um donativo da minha conveniência.

A situação não melhorava, e pelo contrário, as dores intensificavam cada vez mais.

Certo dia, fui ter com o responsável da nossa área que orientou a fazer o donativo especial com todo o meu salário para agradecer pela purificação. Deste modo, como eu que cuido de algumas despesas de casa, fiquei assustada e disse para mim mesma: “Este responsável deve estar maluco!”. Ignorei a orientação e não fiz o donativo, apenas cumpria com as outras práticas básicas, recebimento do Johrei, acompanhamento de outras pessoas, consumo de produtos naturais, etc. Certo dia, sonhei com os meus antepassados a orientar para fazer o donativo conforme o responsável havia orientado.

Mas como o meu apego era grande, materializei o donativo pela metade! Deste modo, a situação não melhorava e as dores no seio intensificaram cada vez mais. No mês de Janeiro de 2021, decidi desapegar. Fui ao encontro do responsável da área com todo meu salário, juntos fizemos oração e materializei o donativo de Construção do Solo Sagrado de África. Para o meu espanto, no mês de Fevereiro, recebi uma

chamada a partir do hospital para voltar a fazer a mamografia. Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, realizei o exame 4 vezes consecutivas, mas os resultados davam negativo.

Contudo, o doutor mandou fazer um check-up geral. Mesmo assim, os resultados deram outra vez negativo, motivo que deixou admirados os médicos e o meu esposo.

Com todas essas ocorrências, materializei um donativo especial de gratidão para agradecer ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados.

Com estas experiências, aprendi que o Johrei é realmente a medicina do século vinte e um e o Messias Meishu-Sama é o Salvador da Humanidade! Aprendi ainda, que as marchas feitas com amor e sentimento altruísta mudam a nossa estória de sofredor para criador da felicidade!

Também entendi que quando peregrinamos aos locais de maior luz e convidamos nossos antepassados a dedicar connosco, eles, por sua vez se manifestam, se elevam e passam a servir na Obra Divina como verdadeiros instrumentos do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama e criam condições para que a saúde dos seus descendentes seja a melhor possível.

O meu compromisso é de continuar a aprofundar nas práticas básicas da fé e primar por seguir a diretriz do momento, criando condições para que o paraíso se instale no meu lar e posteriormente ir se expandindo aos outros lares, aprofundando na dor e sofrimento de outras pessoas.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos Antepassados por esta sagrada permissão de ingressar na Arca de Noé do século 21!

A minha eterna gratidão ao Reverendo, Ministros, à minha responsável, Missionários, Membros e Frequentadores que têm contribuído direta ou indiretamente para o meu crescimento espiritual!

Muito obrigada!

 

Maria Domingos  Baião – Centro de Aprimoramento do Zango – Luanda – Região Centro Sul –  Angola

 

Chamo-me Maria Domingos Baião, sou membro e dedico como assistente do grupo terra.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com o Sorei-Sashi e acompanhamento de casas.

Mesmo depois de 10 anos de convivência com o meu marido eu não tinha despertado para fazer o Sorei-Sashi dos meus sogros, fiz apenas da minha linhagem e do meu pai.

Sem saber das causas espirituais, vivia conflito com o meu esposo, pois ele não queria construir a nossa casa mesmo já tendo o terreno. Essa situação durou 6 anos. Assim, a dada altura fui à unidade religiosa ter com o responsável que orientou-me a fazer o Sorei-Sashi dos meus sogros.

Depois de ter feito o Sorei-Sashi, sonhei com o meu sogro. Ele mostrou-me uma casa inacabada no cimo de uma montanha e disse-me: “Aquela é a sua casa, mas precisas fazer mais um donativo de gratidão!”.

Contei o sonho ao responsável e juntos fizemos um donativo de gratidão. Meses depois, o meu marido deu início as obras e a  construção da nossa casa foi concluída. Feliz, materializei outro donativo de gratidão.

A seguir passo a relatar algumas experiências relacionadas ao acompanhamento.

– Uma frequentadora que passava pelos mesmos problemas que eu passei, tão logo colocou as orientações em prática, em menos de um mês teve a graça de receber uma casa.

– Uma frequentadora, vivia há mais de 33 anos sem conseguir dormir sozinha, por medo. Preocupada encaminhei-a a nossa igreja. Ela recebeu as orientações e semanas depois de dedicação, o medo passou.

– Um senhor sofria de perturbações mentais e por isso vivia fechado em casa sozinho. Passei a assisti-lo com o Johrei e as outras práticas básicas e em um mês, melhorou consideravelmente. Como gratidão materializou o donativo especial e está a frequentar a igreja.

Aprendi que quando cumprimos obedientemente com as orientações, Deus  e o Messias Meishu-Sama nos abençoam com as Suas graças.

Comprometo-me em aprofundar na dor e no sofrimento das pessoas com o objectivo de desperta-las para participar na construção do Paraíso Terrestre.

Agradeço a Supremo Deus, Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão de conhecer o caminho da salvação.

Muito obrigada!

Partilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Leia também: