Religião que Revela Deus
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na sociedade, quando se fala sobre fé às pessoas que não têm religião, é comum elas reagirem negando a existência das divindades e pedindo que provemos tal existência com toda a clareza. Assumem uma atitude pretensamente culta, dizendo não poder perder tempo com superstições.

Essa tendência é notadamente acentuada entre as pessoas da classe intelectual. Todavia, não podemos criticá-las, porque elas têm suas razões. Sua postura explica-se pelo fato de que muitas das religiões são anti-científicas, sendo raras as que não cheiram a superstição. Muitas não conseguem dar provas claras da existência de Deus, deixando o assunto na obscuridade.

Portanto, não é de se estranhar que haja tantas pessoas que não mostrem interesse pela questão da fé.

No entanto, nossa religião mostra, claramente, a quem quer que seja, que Deus existe. Todos os que entram em contato com ela, sentem-se maravilhados ante a constatação da existência de Deus. A melhor prova está nos inúmeros relatos de milagres e graças alcançados pelos nossos fiéis. Infelizmente, são pouquíssimas as pessoas que crêem por meio da simples leitura ou explanação oral desses relatos. A maioria acha-se impedida de aceitar os factos como realmente são porque nos analisam sob uma óptica embasada em crenças de nível inferior. Em parte, isso se entende, mas para religiões como a nossa, não deixa de ser lamentável. Costumo afirmar que nós não somos uma simples religião, e sim, uma ultrarreligião, uma grandiosa obra de salvação.

Muitos dos nossos fiéis dizem que, quando leram as nossas publicações pela primeira vez, não conseguiram crer integralmente nelas, achando muito diferentes não só dos ensinamentos de outras igrejas como também das teorias científicas. Considerando que nenhuma experiência é perdida, eles começaram a receber Johrei cheios de desconfiança. Perplexos com o facto de ele consistir apenas no levantar das mãos, pensaram em desistir, julgando impossível obter, por meio de um acto de tamanha simplicidade, curas que não se conseguem nem mesmo pela tão avançada medicina actual. Entretanto, para a sua surpresa, sentindo-se mais dispostos no dia seguinte, optaram por persistir um pouco mais e melhoraram rapidamente. Assim, eles ficam mais impressionados do que felizes. Este é o testemunho unânime dos que relatam suas experiências.

É justamente porque a nossa religião evidencia extraordinárias graças recebidas nesta vida que os intelectuais cometem um engano, chamando a isso de superstição. Essa atitude não deixa de ser um grande obstáculo; contudo, existem aqueles que pensam correctamente e se tornam felizes por ingressarem na nossa fé, aceitando plenamente a realidade evidenciada. Tanto os mais intransigentes como os mais devotados à ciência acabam se dando por vencidos diante das provas da existência de Deus apresentadas pela nossa religião através de inúmeros milagres nunca antes manifestados.

9 de janeiro de 1952

Alicerce do Paraíso vol.1 pág. 36

Leia também: