Sorei-Saishi

Cultuar os Antepassados

Em primeiro lugar, devemos compreender que existimos, hoje, na condição de descendentes, mas no futuro existiremos na condição de antepassados. Nós, que vivemos actualmente, não somos seres surgidos do nada, sem relação ou ligação com nada. Na verdade, representamos a síntese de centenas ou milhares de antepassados e existimos na extremidade desse elo. Somos, portanto, seres intermediários de uma sequência infinita, formando uma existência individualizada no tempo. Em sentido amplo, somos um elo da corrente que une os antepassados com as gerações futuras. Recebemos influência deles e os influenciamos pelos elos espirituais que constituem a nossa linhagem familiar, a nossa árvore genealógica. Essa relação de influência recíproca pode ser melhor compreendida através do exemplo de uma árvore. Os antepassados representam a raiz, a parte oculta no solo. Os descendentes representam o tronco, os galhos, as folhas e os frutos, na parte visível no solo. Na realidade, cuidar da sobrevivência da árvore é cuidar não apenas da sua parte visível, mas principalmente da sua parte invisível.

A Natureza ensina-nos que fortalecemos uma árvore quando cuidamos bem da sua raiz. Uma raiz forte exercerá benéficas influências sobre o tronco, os galhos, as folhas e os frutos que constituem essa árvore. Por sua vez, esse tronco, os galhos, as folhas e os frutos jamais deixarão de ter gratidão pela raiz que lhes dá origem e os mantém vivos. Em resumo, quando cuidamos da elevação espiritual dos nossos antepassados, cuidamos verdadeiramente da nossa raiz familiar, estabelecendo entre eles e os nossos descendentes um indestrutível elo de respeito, apoio mútuo e gratidão.

 

Sorei-Saishi

Sorei-Saishi (Ofício Religioso de Assentamento e Sagração dos Ancestrais) é um ato religioso realizado em intercessão dos espíritos intimamente relacionados com as famílias dos membros, de acordo com a liturgia da Igreja Messiânica Mundial. Realizando-se o Sorei-Saishi, a Luz de Deus abrangerá os nossos ancestrais e lhes serão abertas as portas para se elevarem no Mundo Espiritual. Isto constitui para eles a maior das alegrias, pois significa que lhes foi estendida a tão ansiada escada para o Céu, o caminho para a salvação.

Os cultos realizados através do Sorei-Saishi

No Santuário dos Ancestrais, situado no Solo Sagrado do Brasil, em Guarapiranga, São Paulo, e no Solo Sagrado do Japão, realizamos solenemente o Ofício Religioso para os espíritos dos ancestrais solicitado pelos membros, considerando-os espíritos sagrados. São feitos diariamente os Ofícios Matinais e Vespertinos e, aos domingos, são realizados às 9h os Ofícios Religiosos de Aniversário de Falecimento e em Sufrágio dos Espíritos; em todos esses ofícios, oferecemos as mais variadas iguarias, bem como flores e música, bem como a participação dos familiares.

Em novembro, no Solo Sagrado do Brasil, e em agosto, no Solo Sagrado do Japão, realiza-se o Culto às Almas dos Antepassados, em que todos os espíritos são sufragados. Nesta ocasião, oramos para que eles possam cumprir suas missões no Mundo Espiritual.

Precisamos sempre fazer o sufrágio aos espíritos

Todos nós existimos graças aos nossos ancestrais. Façamos, pois, o sufrágio dos ancestrais e antepassados, oferecendo-lhes todo o nosso sentimento de respeito e gratidão. Podemos sufragá-los através do Sorei-Saishi na condição de ancestrais da nossa linhagem familiar (tronco familiar) e como espíritos dos familiares e parentes. Podemos, igualmente, realizar o Sorei-Saishi para nossos amigos e, neste caso, eles serão incluídos entre os espíritos de suas respectivas famílias.

Quem deve solicitar o Sorei-Saishi

O solicitante do Sorei-Saishi deve ser o chefe da família. Se o Marido não for membro da Igreja pode ser a esposa. O importante é assumir a responsabilidade de fazer os cultos.

Culto de aniversário de morte – Nensai

O Nensai é realizado com o título de Ofício Religioso do 100° Dia de Falecimento. A partir do primeiro ano, ele recebe o título de Ofício Religioso de 1, 2, 3, 4, 5, 10, 15, 20, 30, 40, 50, 100… anos de falecimento. Até completar 1000 anos, o espírito é sufragado a cada 50 anos. Após 1000 anos, o sufrágio é feito a cada 100 anos.

Culto pelo sufrágio dos antepassados Ireisai

É o Ofício Religioso em Sufrágio aos Ancestrais e Antepassados, tanto para o espírito quanto para os espíritos da linhagem da família. Este ofício é solicitado pelo proponente com, no mínimo, dois meses de antecedência, tomando-se como ponto de referência o mês em que se deseja realizar o culto.

Culto de consagração pelas pessoas recém-falecidas Shinrei-Saishi

São chamados de “espíritos novos” aqueles que ainda não tenham completado 50 dias de falecimento. Assim sendo eles são cultuados num Altar à parte, pois ainda não são considerados Antepassados. Nestes casos, o pedido deve ser feito o mais rápido possível.

O Culto de falecimento de 10 dias Maitokasai

Após o assentamento, os espíritos de pessoas recém-falecidas recebem o Servir diário e cultos especiais, de dez em dez dias, até completar o 50º dia de falecimento. Após completar 50 dias é realizado o Culto de Assentamento do espírito no tronco familiar.

Sorei-Saishi perpétuo – Eidai-Goshi

Quando o membro não tem na família mais nenhum parente messiânico, ele mesmo pode fazer este registro, combinando com o Ministro Responsável da Unidade Religiosa o valor das despesas necessárias à realização dos cultos uma vez que a Igreja se responsabilizará eternamente pelos futuros Ofícios Religiosos.

 

Culto Especial pela Salvação dos Antepassados

É o Culto realizado todas as quartas-feiras nas unidades religiosas, com o objectivo de que Deus receba, perdoe, purifique e salve os Antepassados relacionados nos formulários entregues nesse dia.