Um Sonho Que Se Realizou

Certo dia, enquanto passeávamos pelas margens do rio Tamagawa, Meishu-Sama confidenciou-me: “Em breve, construirei um museu de arte. Espere e verá!” 

Esta afirmação permanece viva em minha memória. Eu sabia que nenhuma coleção individual seria suficiente para constituir o acervo de um museu. Mas concordei: “Isso é ótimo!” Contudo, eu realmente não acreditava que isso pudesse tornar-se realidade. Naquele tempo, um plano tão visionário parecia pouco mais que um absurdo para mim. Imaginem a minha surpresa: em menos de dez anos, o sonho tornou-se realidade! 

Com a derrota na Segunda Guerra Mundial, a situação do Japão mudou completamente. Com a reconstrução comandada pelo general americano Douglas MacArthur, tiveram início a cobrança dos impostos sobre bens, o novo sistema monetário e outras medidas que deixaram a população desnorteada. Isso obrigou as classes nobres e ricas a colocar suas imensas e valiosas coleções de arte à venda. Objetos que eles tinham colecionado com carinho em seus lares foram vendidos para pagar os impostos sobre imóveis ou para se restabelecerem em seus negócios. Isso ofereceu a Meishu-Sama a oportunidade ideal para concretizar o Seu sonho de tornar esses objetos acessíveis ao público. 

Dessa forma, Ele começou a sua coleção; cinco anos mais tarde, a construção do Museu de Arte nas terras do Solo Sagrado de Hakone e, um ano e sete meses depois, o Museu foi aberto ao público. 

Meishu-Sama ficou extremamente feliz com a admiração da sociedade e a velocidade extraordinária com que o museu foi construído. Essa felicidade estava nitidamente estampada em Seu rosto no dia da inauguração do museu. 

Por Nidai-Sama

Reminiscência sobre Meishu-Sama vol. 1

84 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário