Medicina Espiritual – 1ª Parte

Já mostrei, por diversos ângulos, que o Mundo do Dia é o mundo em que o espírito precede a matéria. Aplicando esse princípio ao corpo humano, podemos dizer que as toxinas – causa das doenças –, são substâncias acumuladas no corpo material. Nesse caso, como se encontra o corpo espiritual da pessoa? Este apresenta nuvens no mesmo local em que existem toxinas no corpo material.

Quando se procura eliminar as toxinas promovendo apenas sua remoção do corpo físico, o efeito é temporário, pois com o passar do tempo, elas surgirão novamente, de acordo com a Lei Espírito precede a Matéria. Assim, para remover completamente as toxinas, é imprescindível que se eliminem as nuvens do corpo espiritual. Este é o método correto para se atingir plenamente o objetivo de curar as doenças.

Visto que todos os métodos utilizados até agora tinham o corpo como objeto do tratamento, este era baseado exclusivamente na eliminação das toxinas ou, então, na sua solidificação. É óbvio que eles propiciavam uma cura passageira, mas jamais a cura total, o que está bem caracterizado pelo uso da palavra “recaída”.

Conforme já citei, os métodos empregados pela medicina são dois: solidificação das toxinas ou sua remoção cirúrgica. Nas terapias populares, as toxinas são solidificadas por meio de banhos de luz, estímulos elétricos, entre outros, ou são eliminadas por métodos como a moxabustão, que consiste em queimar determinados pontos do corpo para concentrar neles o pus e expeli-lo.

Nossa medicina espiritual, o Johrei, todavia, fundamenta-se na eliminação das nuvens do corpo espiritual. O método consiste em irradiar, pela ponta dos dedos do terapeuta(1), ondas espirituais que têm como agente principal o elemento fogo. Por ora, vou chamar essas ondas de luz misteriosa. Todas as pessoas a possuem em determinada quantidade, ou melhor, ela preenche de forma ilimitada não só o espaço em torno do planeta Terra, como também o Mundo Espiritual.

Por que ninguém havia descoberto o método de cura que consiste na eliminação das nuvens por meio das ondas espirituais? Foi porque, conforme já dissemos, era noite no mundo, ou seja, o mundo estava às escuras. Em termos de luz, existia apenas uma claridade semelhante à da Lua e, por esse motivo, era impossível obter suficientemente a luz misteriosa para eliminar as nuvens espirituais, ou seja, a força para curar as doenças. Não é que essa luz não existia. Como é do conhecimento de todos, alguns religiosos e ascetas procediam ao tratamento das doenças e obtinham certo êxito, fazendo com que o fundador e sua religião alcançassem considerável fama. Esse fato ocorre porque o componente predominante da luz da Lua é o elemento água e, assim, a força para curar limitava-se a alguns tipos de doenças, e seus efeitos eram temporários. Como ela tem por base o elemento água, que é de natureza fria, sua aplicação constitui um tratamento de solidificação.

Uma vez que no Johrei o elemento fogo é o principal, qualquer nódulo de toxina é dissolvido; por conseguinte, ele apresenta efeitos extraordinários. Dois principais fatores me levaram a descobrir o Johrei: um deles foi ter obtido o conhecimento sobre a transição da Era da Noite para a Era do Dia, e o outro é que, no Mundo do Dia, haverá aumento de partículas do elemento fogo, o qual, concentrado e transpassado pelo corpo humano, faz surgir uma poderosa luz de cura que, irradiada em direção ao local afetado, manifesta extraordinários efeitos. (…)

23 de Outubro de 1943

Alicerce do Paraíso vol. 1

(1) Terapeuta: nome dado por Meishu-Sama às pessoas qualificadas para aplicarem o método de purificação do espírito (Johrei) entre 1935 e 1947, período em que as religiões no Japão tinham a liberdade cerceada.

186 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário