Manuel Francisco – JC Kilamba Kiaxi – Luanda

Chamo-me Manuel Bernardo Francisco, sou membro e dedico como encarregado do Grupo Lua.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com campanha de limpeza, distribuição de flores e da filosofia da salvação, abertura de novas casas e orações às 19 horas.

Pedia sempre a permissão ao Messias Meishu-Sama para que os padroeiros e os ancestrais e antepassados do bairro  enviassem os seus descendentes para cumprir a missão junto comigo na fé messiânica e com o desenvolver das actividades acima referidas, surgiram algumas mudanças:

Um senhor sofria com o vício do álcool e uso de drogas. Tive a permissão de conversar com ele e falei sobre a divindade do Messias Meishu-Sama e sobre a manifestação do sofrimento dos antepassados.

No dia seguinte, tive a permissão de levá-lo ao Johrei Center e apresentei-o à responsável. Ele assistiu ao culto. Mas, sem entender, foi-se embora sem despedir e a lamuriar. Agradeci, pedindo a Deus e Meishu-Sama e todos antepassados e ancestrais da sua linhagem que ele despertasse para o cumprimento da sua missão na fé messiânica. Convidei-o novamente para ir à igreja e lá foi orientado as práticas básicas.

Ele começou a cumprir com as orientações e após duas semanas, sonhei com a mãe dele que se encontra no mundo espiritual. Ela dizia que ainda não tinha morrido. Agradeci pelo sonho pedindo que a protegessem no mundo espiritual. Algum tempo depois, o senhor deixou de consumir bebidas alcoólicas e drogas. Cortou o cabelo, pois tinha um corte extravagante e com esta postura, deixou os seus amigos admirados e alguns afastaram-se devido à sua mudança. Os familiares ficaram felizes pela sua mudança. Agora, encontra-se a dedicar como auxiliar de ensino.

Outro frequentador, pensava que os messiânicos são feiticeiros e sofria, pois, tinha constantemente sonhos com o seu padrasto a bater-lhe.

Conversei com ele e falei-lhe do Messias Meishu-Sama. No dia seguinte, levei-o ao Johrei Center. Na madrugada do dia seguinte, o sonho que sempre tinha foi diferente e ao amanhecer foi à minha casa alegre informar-me, o que deixou-me bastante feliz. Agradeci e depois de 3 dias, fui fazer a horta na sua casa. Ao chegar lá, encontrei a mãe dele a quem pedi permissão para faze a horta e ela aceitou com um sorriso. Disse ainda: “Eu ontem sonhei com um jovem a plantar flores aqui em minha casa!”. Desejou-me boas vindas. Agradeci do fundo do coração.

Alguns dias depois, levei-os à Sede Central e depois do culto sentiram-se muito melhor saindo com bastante alegria. Ele disse que se sentia como se estivesse no paraíso. Ele também ganhou a permissão de dedicar no terreno do futuro Solo Sagrado de Cacuaco. Na hora de ministração de Johrei colectivo, ele escutou a voz do seu pai que se encontra no Mundo Espiritual dizendo para que ele levasse tudo muito a sério pois se estivessem em vida estariam todos ali. Ele então mudou a sua postura. Este jovem deixou as drogas e o álcool em excesso e os conflitos com os irmãos. Agora dedica e ganhou um emprego.

Um outro frequentador sofria de epilepsia desde criança e caía 3 vezes ao dia até aos dias actuais já com 30 anos. Depois de ser orientado as Práticas Messiânicas, passou a colocar em prática, reduziu os ataques que tinha a uma vez e agora já há um mês que não tem ataques. Este facto admirou a sua mãe que a princípio pensava que era mais uma igreja e ignorava pois já tinha passado por muitos caminhos e nada viu. Hoje, ela já diz aos filhos que foi Deus que enviou a Igreja e que as orações estão a fazer muitos efeitos. Pediu que continuássemos a acompanhar o seu filho e fez um donativo de gratidão.

O meu irmão mais velho não gostava de participar das orações nem aceitava a flor no quarto dele. Começou a ouvir vozes que controlavam o dinheiro que ele tirava do banco; começou a emagrecer, não conseguia dormir. Tive a permissão de levá-lo ao Johrei Center onde assistiu ao culto e foi apresentado ao responsável que lhe ouviu e lhe orientou as práticas básicas da fé messiânica, encaminhando a purificação. Graças a Deus já não escuta as mesmas vozes, participa das orações às 19h e às 21h, faz parte da rede da salvação.

O meu compromisso é empenhar-me cada vez mais para levar Meishu-Sama às outras pessoas!

Aprendi que Meishu-Sama é o Messias esperado pela humanidade!

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados por ingressar nesse maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigado!

138 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário