A Minha Natureza – 1ª Parte

Tempos atrás, escrevi um artigo intitulado “Eu, visto por mim mesmo”. Diferente desse, que foi escrito de um ponto de vista objectivo, desta vez, pretendo descrever, subjectivamente, o meu estado de espírito tal como ele é.

Actualmente, creio que não existe uma pessoa tão feliz quanto eu, e a minha gratidão a Deus é constante e profunda. Qual será a causa da minha felicidade? De facto, eu não sou uma pessoa comum, sobretudo porque Deus atribuiu-me uma grandiosa missão, e esforço-me dia e noite para cumpri-la. Todos os membros da Igreja sabem que, através dela, um incontável número de pessoas está a ser salvo. Todavia, existe um segredo da felicidade que é fácil de ser praticado por qualquer pessoa, ou melhor, por quem não tem uma missão especial como eu. Primeiramente, desejo abrir o meu coração, mostrando aquilo que é uma tónica em meu íntimo.(…)

30 de janeiro de 1950

Alicerce do Paraíso vol. 1

96 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário