A Alegria, o Tempo e Ordem – 2ª Parte

(…) O tchieshokaku é profundamente significativo, ou melhor, exerce poderosa influência sobre as coisas. Dessa maneira, quem possui essa inteligência, é capaz de perceber os factos. A forma mais simples de compreender este ponto é por ocasião da ministração de Johrei. Às vezes, a demora na cura nos faz desconfiar de que há algo inexplicável e, ao analisar a situação, logo verificamos que não havíamos percebido o essencial ou que a ordem seguida na ministração estava errada etc.

Portanto, a ordem deve estar sempre de acordo com a lógica, com o procedimento racional. Por exemplo, no caso de um doente, se houver alguém que se oponha por motivos diversos ou que o pensamento do próprio doente esteja em completa dissonância, o tratamento não será satisfatório.

É justamente nesse ponto, ou seja, na não ocorrência da cura, que se encontra o motivo. Sem o devido conhecimento, o doente pode até mesmo duvidar, contestar ou receber o Johrei com o intuito de apenas experimentá-lo. Nesse caso, é óbvio que Deus não o condenará. Ao contrário, há aqueles que, apesar de já terem ouvido muito sobre nossa Igreja, de já terem lido os Escritos Divinos, havendo mesmo alguns que acabaram ingressando na fé, praticam-na com um pensamento [sonen] não condizente com tudo isso. Dessa forma, a cura torna-se demorada e não ocorre de forma favorável. Para esses casos, existe um motivo lógico. Ou seja, quando as pessoas que duvidam são curadas rapidamente, enquanto que as que possuem fé demoram mais, o motivo é este que apresentamos. Por mais que vacilem, isso é perdoável porque essas pessoas nada sabem. Não obstante, as que continuam duvidando mesmo após terem presenciado os fatos, verão que nada ocorrerá como desejado. Analisando bem esses casos, notamos que os mesmos estão perfeitamente de acordo com a lógica.

O tieshokaku faz com que a pessoa descubra e compreenda rapidamente a referida lógica. Significa que ela se reflete no espelho da mente; assim, se o espelho se encontra embaçado, o reflexo não será bom. Mantendo-se o espelho sempre polido, a descoberta será sempre mais rápida.

Desejo apresentar um ponto na fé que, em geral, não recebe a importância devida, mas que é de suma relevância.

No budismo, Buda Sakyamuni92 referiu-se por diversas vezes à inteligência. É a isso que me refiro.

As pessoas que obtiveram certo grau de inteligência são denominadas iluminadas e grandes iluminadas. Estas últimas são as mais elevadas. Assim sendo, Buda Sakyamuni afirmou que “Bossatsu 93 é aquele que alcançou a percepção verdadeira” e “Nyorai é o grande iluminado”. Assim sendo, podemos concluir que a percepção vem a ser a própria inteligência.

Por esse motivo, há pessoas que conseguem perceber e descobrir as coisas rapidamente, por serem iluminadas e por possuírem poucas nuvens espirituais.

Assim sendo, o melhor meio para manter esse estado de poucas máculas e de pureza da alma, é a prática constante da leitura dos Escritos Divinos.

Mesmo lendo os Escritos Divinos, os pontos que antes não se compreendiam claramente, passam a ser apreendidos na próxima leitura ou depois de algum tempo: “É isso!”; “Que maravilha!”; “Está tudo tão claro! Por que eu não conseguia compreender?” Isto se dá porque, na leitura anterior, o espírito estava nublado. Assim sendo, à medida que as nuvens espirituais vão sendo eliminadas, a pessoa passa a compreender melhor.

Colectânea de Ensinamentos nº 29 

5 de Dezembro de 1954

Alicerce do Paraíso vol. 4

 

91 Tieshokaku: nome utilizado por Meishu-Sama para designar a sabedoria humana que se desenvolve proporcionalmente à elevação espiritual do indivíduo. É também chamada de inteligência da suprema iluminação. Vide Ensinamento “Camadas do Mundo Espiritual”, contido no livro Alicerce do Paraíso, volume 3.

92 Buda Sakyamuni: título referente a Sidarta Gautama (563 a.C.–483 a.C.), cujos ensinamentos deram origem ao budismo na Índia.

93 Bossatsu: em sânscrito, bodhisattva. Termo budista utilizado para designar uma pessoa que já tem um considerável grau de Iluminação e que procura usar sua sabedoria para ajudar outros seres humanos a se livrar do sofrimento.

110 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário