Maria Domingos Paka – CA Zango/Luanda – Angola

Chamo-me Maria Domingos Paka, tenho 36 anos de idade, resido no distrito do zango 3. Sou membro e dedico na área da agricultura natural do Centro de Aprimoramento do zango.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Angola no dia 29 de agosto de 2013 por intermédio de uma missionária de nossa igreja.

Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram:

  • Doenças,
  • Dificuldades de engravidar e
  • Homens noturnos.

Em 1999 tive a minha primeira filha que aos dois anos faleceu. Semanas depois, passei a ter visões com ela. Ao contar na minha mãe, preocupada, resolveu levar-me a uma igreja onde passei a frequentar na base de jejum e vigília. Tudo isso durante 4 anos, mas, sem sucesso. Com isto, surgiu ainda insónia, problemas de homens noturnos ao ponto de sentir-me rodeada de marido e filhos, mas ao despertar ficava revoltada com a vida por ser apenas um sonho. Nesse período, resolvi fazer negócios de venda de fardo, cestas básicas e em pouco tempo ganhei um emprego como educadora numa creche.

Em 2007, como tinha alguns valores guardados, comecei a construir a minha casa cuja obra concluí em três anos. Em 2009, tive um noivo na igreja onde frequentei, tendo o mesmo depois de dois anos dito o seguinte:” Maria, como o nosso grupo sanguíneo não combina, é melhor nos separarmos porque preciso de alguém que me dê filhos” … e aí nos separamos.

No final de 2011, o meu irmão mais novo comprou uma parcela de terreno e no ano seguinte foi expulso da empresa em que trabalhava, começando a adoecer muito.

Foi neste quadro de sofrimento em que conheci a Igreja Messiânica Mundial de Angola. Na unidade religiosa fui recebida pelo plantonista que atentamente orientou-me o seguinte:

  • Receber 10 Johrei por dia;
  • Ter a horta caseira;
  • Fazer a reflexão profunda;
  • Manter a flor de luz em casa;
  • Peregrinar aos locais de maior luz da nossa Igreja;
  • Assistir aos cultos matinais e vesperais;
  • Encaminhar pessoas na porta da igreja.

Cumpri com as orientações sem dificuldades e em menos de três dias passei a sentir-me bem. O meu irmão, que estava desempregado há 3 anos por ter sido expulso, foi readmitido na mesma empresa. Surpresa e muito alegre, numa quarta-feira comentei com uma irmã chefe de região onde por sua vez pediu-me que contasse a experiência de fé dos três dias de frequência na igreja. No mesmo dia, muito entusiasmada, aproveitei também para comentar sobre o sofrimento da minha prima que estava há 19 meses grávida. Depois que fomos ao altar mentalizar o donativo em nome dela e encaminharmos o sofrimento que ela estava a passar, em menos de 4 dias teve parto normal de um lindo bebê. Assim sendo, ganhei força e convicção de passar a frequentar a igreja materializando assim o donativo da Kannon, de ingresso na fé e de outorga.

Em 2014, participei em uma peregrinação para o Kwanza-sul, Bié, Cuando Cubango e Huambo. No dia seguinte, sonhei que estava em Joanesburgo com a minha família. Mas, indignada questionei-me: Como ter um sonho deste com marido e filhos se neste momento encontro-me em Luanda sem marido e filhos? Graças a Deus, confirmei mais uma vez que esta peregrinação salvou minha vida. Fui orientada a fazer o curso da agricultura natural durante nove meses e no dia 28 de setembro de 2014 ganhei a permissão de ser outorgada para melhor servir à Obra Divina. Na madrugada do mesmo dia tive uma visão da minha filha dizendo o seguinte: “Mãe! Quando não fazes o donativo diário nós não comemos e como estás a sofrer muito, outorga-me para juntas cumprirmos missão!” Sem saber, perguntei quem era e o espírito disse-me que era minha filha Carla. Preocupada, comuniquei à superior e ela pediu que materializasse o donativo de outorga. Assim o fiz.

A experiência de fé que passo a relatar para os senhores, está relacionada com o donativo materializado para a construção do Solo Sagrado de África, Sede Central, Bom Jesus e Centro de Aprimoramento do Zango.

No princípio de 2018, tive a permissão de cuidar da horta do Centro de Aprimoramento do Zango e no dia seguinte consegui um emprego. Como gratidão materializei 3 donativos especiais direcionados a cada lugar de maior luz. Passado um mês vivenciei os seguintes milagres:

  1. No final do mês de janeiro de 2018, apareceu um missionário que se interessou por mim e eu aceitei. Dando continuidade às diretrizes recebidas, depois de algum tempo fiquei concebida e passados 9 meses dei à luz uma menina.
  2. Estou muito feliz e neste momento encontro-me concebida esperando pelo segundo filho. Como gratidão materializei um donativo especial.
  3. Depois de tomar conhecimento que o primeiro filho do meu esposo se encontrava fora de casa durante um ano, preocupada perguntei ao meu marido o motivo da saída do filho e em resposta disse-me que saiu sem motivos aparentes. Ao comunicar à responsável, a mesma orientou-me a dedicar no banheiro e na horta caseira do Centro de Aprimoramento do zango. Revoltada comigo mesma sem ter o filho de volta à casa, materializei um donativo especial em nome dele e novamente decidi voltar a dedicar no banheiro e na horta caseira. Dois dias depois encontrei-me com ele determinado e feliz com vontade de voltar para casa. Hoje reina a paz no nosso lar.
  4. Depois de ter visitado a minha mãe e de ter feito limpeza, horta-caseira, distribuição de flores nos arredores e em todos compartimentos da casa, graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama ela despertou ao ponto de estudar os ensinamentos de Meishu-Sama mesmo sendo de uma outra religião.

Com estas experiências de fé, aprendi que ser obediente nas orientações dos nossos superiores nos ajuda a ultrapassar as maiores barreiras que enfrentamos e que Meishu-Sama é realmente o Messias esperado pela humanidade!

O meu compromisso é de empenhar-me na formação das 100 mil famílias convictas até à conclusão do Solo Sagrado de África.

Tenho a horta caseira, sou cadastrada, faço dízimo, donativo de construção, donativo diário e encaminhei muitas pessoas à igreja das quais 1 tornou-se membro. Cuido de duas casas de membros onde uma delas ingressou na universidade e ganhou um emprego. Ao tomar conhecimento, fiquei muito feliz e materializei um donativo de gratidão em nome dela.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação.

Aos ministros, responsáveis, membros e frequentadores que direta ou indiretamente me têm sabiamente orientado, a minha eterna gratidão.

Muito obrigada.

186 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário