Verônica Maria Cazumba – CA Dundo – Lunda-Norte – Angola

Chamo-me Verônica Maria Cazumba, tenho 62 anos de idade. Sou membro e dedico como assistente do grupo lua da Rede de Salvação do Bairro Estufa-Dundo.

Conheci a Igreja Messiânica no dia 7 de junho de 2003; por intermédio de uma frequentadora de nossa igreja.

Os motivos que me levaram a conhecer a igreja foram: mortes constantes dos meus filhos, doenças e conflitos familiares.

É de salientar que sou mãe de 9 filhos, mas apenas 4 sobreviveram.  O primeiro filho morreu com 11 anos, o segundo com 7 anos, o terceiro com 9 anos, o quarto com 8 anos, e o quinto com 18.

Em 2003, o meu esposo fugiu com um dos nossos filhos e dizia para ele que a sua mãe “eu” é falecida; eu fiquei com os três filhos.

Quanto à doença eu sofri com fortes dores de coluna, com tudo isto fui obrigada a procurar vários caminhos para encontrar a solução, tais como hospitais e algumas igrejas espíritas.

Posta numa das igrejas, fui orientada a comprar alguns produtos para o tratamento. Cumpri com tudo isto, mas não tive resultados satisfatórios ficando num beco sem saída.

Foi neste quadro de profundo sofrimento, que me encontrei com o Messias Meishu-Sama por intermédio da pessoa referida que me falou da igreja e dos milagres que nela ocorrem.

Na igreja, fui bem recebida pelo plantonista que me ouviu atentamente e por seguida orientou-me com as práticas básicas da igreja:

  • Receber 10 Johrei por dia;

  • Dedicar na nave e no banheiro;

  • Fazer distribuição de flor de luz e cuidar de casas de membros e frequentadores

  • Fazer o auto-exame da fé diariamente.

Não vacilei, comecei a praticar tudo que me havia sido orientado e em um curto espaço de tempo o sofrimento da doença passou.

Foi assim que nasceu o sentimento de me tornar membro para melhor servir a obra do Messias Meishu-Sama, para salvar as outras pessoas.

Quando me tornei membro em 2005 surgiram outros conflitos na família; com a morte do meu filho fui acusada de feiticeira. No mesmo ano sofri uma burla de 16,000 dólares americanos e duas residências, sendo uma em Luanda e outra na Lunda-norte.

Sem eu saber o que fazer, fui orientada a fazer o Sorei-Saishi e assim o fiz.

Já no dia seguinte, tive um sonho com os meus antepassados a dizerem-me o seguinte:

“Nós fomos escravos, e praticávamos essas burlas, e é por isso que também acontecem contigo.”

A experiência de fé que tenho a partilhar com os senhores, está relacionada com o donativo especial.

No mês de junho eu estava muito doente, como a purificação não estava passar pedi a orientação e fui orientada a fazer um donativo especial. Assim o fiz, em seguida resolvi fazer parte da caravana para Luanda na Sede Central no culto do Paraíso Terrestre.

Em Luanda como milagre, de repente me encontrei com o meu filho que o meu esposo tinha desviado dizendo para ele que eu havia falecido perguntei-lhe como ele havia feito para me localizar. Ele disse “Foi por intermédio de algumas senhoras membros da igreja Respondeu me dizendo alguém tinha lhe mostrado onde eu estava…! Ali nos abraçamos e começamos a chorar! Fiquei de boca aberta depois de tantos anos encontrei o meu filho. É só milagre de Deus e Meishu-Sama.

Com essas ocorrências aprendi que o segredo da felicidade está em nossas mãos.

O meu compromisso com supremo Deus e Messias Meishu-Sama é de me empenhar na construção da obra Divina.

Por permissão de Deus e Meishu-Sama até ao momento, encaminhei 30 pessoas para igreja, das quais 6  já são membros, cuido de 6 casas sendo 3 de membros e 3 de frequentadores; tenho horta caseira e faço dízimo, donativo de construção corretamente.

Agradeço a Deus ao Messias Meishu-Sama e aos antepassados pela permissão que me concederam de conhecer este maravilhoso caminho da salvação.

Aos ministros, Responsáveis, Missionários Membros e Frequentadores que tem me acompanhado no meu crescimento espiritual a minha eterna gratidão

70 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário