Madalena João Dala – JC Malange Campo – Angola

Chamo-me Madalena João Dala, tenho 29 anos de idade e resido no bairro das bananeiras. Sou membro e dedico como encarregada do Sorei-Saishi.

Conheci a Igreja Messiânica em 2013 por intermédio de um membro da nossa igreja. Os motivos que me levaram a conhecer a igreja foram: doenças, conflitos familiares e conjugais e homens noturnos.

Desde o meu nascimento até aos 23 anos, vivi com uma patologia maxilofacial.  Os conflitos familiares e conjugais perduraram por 15 anos e fiquei mais desesperada ainda quando, sem solução, tive de me separar. Acrescido aos conflitos, havia desaparecimento constante de dinheiro em casa e de certa forma, em gastos desnecessários. Foi neste quadro de sofrimento que conheci a igreja.

Na unidade, religiosa, orientaram-me as práticas básicas da fé messiânica. Cumpri com todas orientações sem dificuldades e no período de 2 meses, a minha situação melhorou. Na altura, fiz o donativo de ingresso na fé e me tornei membro.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com o período de pandemia.

Antes do surgimento da pandemia do covid-19 e de ser decretado o isolamento social, vivia muita dificuldade financeira, mesmo praticando a gratidão e cumprindo com a minha tarefa.

Assim, procurei colocar em prática cada orientação passada nos cultos, começando por levar o Johrei para as outras pessoas.

Uma vizinha que sempre implicava comigo devido à flor, certo dia ao entrar em minha casa, deparou-se com a flor por cima da mesa e admirada perguntou: “Vizinha, será que esta flor tem algum mal?”. “Não vizinha! Não tem mal algum, mas, ela purifica o ambiente espiritual de qualquer local!”. Respondi.

Convencida, ela pediu: “Por favor, deixe levar uma para minha casa também!”. Assim eu prepararei um arranjo e ofereci para ela. Na noite do dia seguinte, o filho desta vizinha purificou com febres muito altas. Desesperada, ela veio bater a minha porta com o menino ao colo pedindo que eu fizesse oração.  Ministrei Johrei durante três horas e ao amanhecer o menino ficou totalmente recuperado. Assim, passei a dar assistência constante à família.

Depois que comecei essa dedicação, surpreendentemente o pequeno negócio que faço para a subsistência da família começou a ter muita concorrência. Começaram a surgir vários pedidos de encomendas para os clientes. Passei a vender tantos bolinhos, que pude arrecadar fundos suficientes até para remodelar a casa. Isso deixou as pessoas próximas bastante admiradas. Até perguntavam se a mudança surgiu somente da venda de bolinhos.

Ganhei permissão de cuidar de 5 casas nas quais faço assistência religiosa até às 21 horas. Não regresso à casa sem que ministre Johrei a todos os membros das famílias e juntos fazemos oração. Graças a esta mudança interior de passar a me preocupar com o meu próximo, ocorreram milagres surpreendentes.

Uma amiga que sempre ignorou o Johrei, veio à minha casa trazendo o seu filho que tossia há mais de um mês. Já havia feito várias consultas e tratamentos médicos, mas, a tosse não parava. Porém, depois de ter recebido Johrei durante 3 dias, ficou totalmente curado. A amiga que acompanhou o evoluir dessa situação, após ver a criança recuperar, passou a trazer toda a sua família para a minha casa diariamente para receber Johrei.

Uma colega de trabalho, sofria com tosse seca há mais de 5 meses, o que não a deixava trabalhar. Recebeu Johrei intensivo por uma semana e ficou totalmente curada, retomando assim a sua actividade laboral. Agradeceu com donativo e continua a receber Johrei.

Neste momento, acompanho 25 frequentadores e com eles tenho feito a vivência da flor e a leitura dos ensinamentos. Todos estão ansiosos pela reabertura da Igreja.

Aprendi que a causa da nossa infelicidade é o egoísmo e o apego, e ficarmos fechados em nós mesmos sem nos preocuparmos com a felicidade do próximo. Para sermos felizes devemos deixar os nossos problemas nas mãos de Deus e fazer feliz o nosso próximo.

Faço dízimo, donativo de construção e diário. O meu compromisso é continuar a aprofundar na prática dos ensinamentos de Meishu-Sama no dia-a-dia, através do cumprimento das orientações.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados por ter conhecido este maravilhoso caminho da salvação. Aos ministros, missionários, membros e a todos que partilharam do meu relato, os meus sinceros agradecimentos!

 

114 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário