Helder Lacela Uanela Nhapale – NJ Xai-Xai – Moçambique

O meu nome é Helder Lacela Uanela Nhapale, e sou missionário. Conheci a Igreja Messiânica na província de Inhambane em 2013, por intermédio de uma antiga aluna.

Os motivos que me levaram a conhecer a igreja foram: consumo excessivo de bebidas alcoólicas e conflitos conjugais. Mas com o cumprimento das orientações recebidas, esses problemas foram ultrapassados.

A experiência de fé que passo a relatar está relacionada com Sorei-Saishi.

Após ouvir inúmeras experiências de fé ligadas à prática de Sorei-Saishi, decidi alinhar o Sonen e também colocar em prática. Assim, fui à unidade religiosa e diante do altar orei pedindo permissão a Meishu-Sama para realizar essa dedicação e que me concede um donativo para tal, pois gostaria que os meus antepassados se elevassem espiritualmente e participassem da grande Obra de construção do paraíso.

Para o meu espanto, no dia seguinte, recebi um bónus no serviço e então pensei: “Meishu-Sama respondeu o meu pedido”. Fui à unidade e junto com a responsável, materializei o donativo, tendo feito o Sorei Saishi de filhos abortados fora da relação conjugal, dos meus irmãos e tias maternas, totalizando 12 assentamentos. No final da oração, a Responsável disse: “Irmão, com este esforço, os seus antepassados estão alegres e digo-lhe que irá receber a gratidão deles. Parabéns pela dedicação!”.

Depois de três dias, as graças começaram a jorrar, pois tive a permissão de fazer uma consultoria extra, pela qual recebi um valor pelo serviço prestado. Com isso, questionei-me: Entre comprar o carro dos meus sonhos, que tanto preciso, já que o valor seria suficiente para tal, e fazer o donativo para o Altar do lar, o que seria melhor? Após muito reflectir, decidi que seria melhor continuar a andar de transporte público e colocar Deus em primeiro lugar.

Assim, fui à igreja, e materializei o donativo para o Altar do Lar. Posteriormente, consegui comprar dois terrenos, adquiri bens e móveis domésticos que há mais de 10 anos não conseguia comprar. Ganhei ainda a permissão de outorgar dois dos meus filhos e iniciei o donativo para o recebimento do Mitamaya, graças à Deus e ao Messias Meishu- Sama.

A outra experiência de fé que gostaria de compartilhar, está relacionada com a marcha nas casas, com vivência da flor, limpeza profunda e horta caseira.

Como preparação para o culto às almas dos nossos antepassados, junto com a rede de salvação, visitei a casa de um frequentador onde fizemos a limpeza profunda, a horta caseira, a vivência da flor e no final, ministramos Johrei. Dias depois, o frequentador relatou o seguinte. Disse que passaram muitos anos que em sua casa não se conseguia dormir bem por causa de ratos. Tentou eliminá-los usando vários tipos de veneno, mas não conseguiu. Diz ele que desde o dia da visita da rede da salvação em sua casa, os ratos desapareceram por completo e o relacionamento conjugal, que era conflituoso melhorou bastante.

Um outro frequentador que recebeu a visita após a limpeza profunda e vivência da flor, no mesmo dia da dedicação, ganhou forças para chamar um electricista para fazer a ligação da corrente elétrica para o seu quarto, algo que não conseguia há mais de 6 anos.

Com esta experiência de fé, pude aprender, mais uma vez, que a nossa felicidade depende de nos esquecermos dos nossos problemas e nos empenhamos em prol da felicidade do próximo.

O meu compromisso é continuar a servir como instrumento do Supremo Deus e Messias Meishu-Sama, junto com os meus ancestrais e antepassados, rumo à construção do paraíso terrestre.

Por permissão de Deus e do Messias Meishu-Sama me cadastrei, tenho a horta caseira feita, tenho feito esforço para distribuir flores, encaminhei mais de 200 pessoas, das quais 4 tornaram-se membros e 6 são frequentadores. Estou a me preparar para o recebimento do altar do lar e candidatei-me a fazer parte das próximas caravanas aos solos sagrados.

Aos Ministros, Membros, Frequentadores e a todos os meus ancestrais e antepassados, o meu muito obrigado!

162 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário