Carlos Psanine Manhique – JC Maxaquene – Moçambique

Chamo-me Carlos Psanine Manhique, tenho 57 anos de idade. Sou membro da igreja e dedico no Johrei center de Maxaquene como assistente religioso do grupo lua.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Moçambique em Julho de 2008.

Os motivos que me levaram a conhecer a igreja foram de conflitos laborais. Mas, graças ao cumprimento obediente das orientações recebidas, tudo foi ultrapassado.

A experiência de fé que passo a relatar está relacionada com o Johrei.

No início do mês de Junho, eu estava a sair do serviço à caminho de casa, quando cruzei-me com uma senhora. Ao cumprimentá-la, ela respondeu-me em tom de pouco entusiasmo. Perguntei-lhe se estava doente e ela disse que não. Respondi-lhe que o tom com que me respondeu dava-me a entender que não estava a se sentir bem. Por fim, ela se abriu e disse que de facto não estava bem, pois a sua filha estava doente. Disse que a filha tinha um ano e sete meses mas, não andava e nem falava e para resolver a questão, buscou ajuda em vários sítios porém, nada surtia o efeito desejado.

Após ouvi-la atentamente, convidei-a a fazermos um desafio. Na altura, eu trazia um ensinamento comigo e falei-lhe de Meishu-Sama, dizendo que Ele operou vários milagres a nível do mundo e que devia entregar todas as suas preocupações nas mãos Dele e deixar que Ele cuidasse do resto. Ministrei-lhe Johrei e cada um seguiu o seu rumo. Dois dias depois, liguei-lhe e chamei-lhe para receber Johrei e ela veio. Ministrei-lhe Johrei, entreguei-lhe uma cópia da oração e ensinamentos. Ela foi lendo diariamente, conforme orientada.

Duas semanas depois, ela disse-me que a criança já conseguia se levantar e conseguia dizer mamã. Orientei-a a agradecer e continuar a leitura dos ensinamentos de Meishu-Sama. Devido à Pandemia, não tinha como levá-la ao Johrei Center. Mas, orientei-a a insistir com as orações. Assim o fez e de vez em quando fazíamos oração juntos e ela lia os ensinamentos. Alguns dias depois, ela ligou-me dizendo que a sua filha já conseguia dar alguns passos, o que deixou-a muito feliz e motivada! Orientei-a a continuar com as orações e dar tempo ao tempo, permitindo que Meishu-Sama manifeste a Sua vontade.

Esta experiência de fé contribuiu para que eu me sentisse cada vez mais útil e motivado a servir à Obra Divina, apesar da pandemia do Covid-19.

O meu compromisso é de continuar a servir à Obra Divina, levando a Luz do Messias Meishu-Sama à humanidade.Experiência de fé relatada no Culto Matinal do dia 11 de Julho de 2020

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela força e permissão que me têm concedido para cumprir a minha missão.

Ao reverendo, ministros, membros e fiéis em geral, o meu mais profundos agradecimentos!

109 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário