Maria Isabel de Almeida – JC Canata/Benguela/Angola

Chamo-me Maria Isabel de Almeida, sou membro e dedico como auxiliar do sector da liturgia.

A Experiência de fé que passo a relatar para os senhores, está relacionada com a importância da segunda coluna da salvação, a Agricultura Natural.

Desde os meus 10 anos que padecia com dores nos ouvidos e deitava muito pus. Na ocasião, minha mãe colocou um líquido retirado de uma planta medicinal que tínhamos no quintal de casa, que provocou a expulsão de muita cera e líquidos escuros, tendo obtido melhorias durante 10 anos. Passado esse tempo, o problema que pensava estar solucionado, voltou e com maior intensidade, ocasionando uma espécie de paralisia no ouvido direito, passando dessa forma a ouvir apenas com o ouvido esquerdo. Preocupada, submeti-me a vários tratamentos médicos, incluindo lavagens, mas, tais melhorias eram temporárias.

No último tratamento que fiz no ano passado, a médica que me atendeu, recomendou que para eu voltar a ouvir, tinha de cumprir rigorosamente com a medicação que consistia na aplicação de 15 balões de soro, acompanhado do mesmo número de ampolas, porque de contrário pelo diagnóstico efectuado, alertou que corria riscos de ficar surda definitivamente. Ao contrário do que imaginava, o outro ouvido também acabou por ser afetado. Desmoralizada, na igreja não tinha mais vontade de participar das reuniões como também dos cultos, com vontade de desistir, pois, pensava: “De que adianta ir, se não tenho o que responder?”. Isso porque, sempre que perguntassem sobre os aprendizados, como nada ouvia, nada tinha para responder, a menos que falassem alto ao meu ouvido. Com o telefone, acontecia o mesmo. Como vi que com o Johrei não estava a ter resultados, conformei-me achando que o meu caso era daqueles que a cura tarda e nunca chega.

Em uma dedicação no Polo Agrícola do Capiandalo, conforme orientação superior, enquanto mexia com a terra, meu ouvido que estava entupido há anos, voltou a dar algum sinal, com um barulho que parecia estar a ser desentupido, parando depois. Passados três dias, tomei a firme decisão de fazer uma horta na casa da minha sobrinha, onde preparei a terra com muito amor e carinho e em seguida plantei produtos diversos.

Ao terminar, senti como se estivessem a retirar algo do meu ouvido direito e logo comecei a ouvir perfeitamente! Na dúvida, decidi fazer um teste, onde com apoio das mãos, fechei os dois ouvidos, mas mesmo assim, lá bem do fundo conseguia ouvir alguns rumores vindos de fora! Comuniquei à minha sobrinha e voltamos a testar, no que os resultados foram satisfatórios pois, conseguia ouvir perfeitamente! Felizes, nos abraçamos demoradamente e naquele momento não pude conter-me de tanta alegria pelo milagre que estava a vivenciar, problema esse, que durou cerca de 39 anos correndo sérios riscos de ficar definitivamente surda! Contudo, agradeci com um donativo pela graça recebida.

Como gratidão, implementei uma horta no meu local de trabalho, onde plantou-se produtos diversos tais como: tomate, couve e salsa. Hoje, no preparo das refeições, não tenho necessidade de comprar coentros e salsa, pois a horta já nos fornece tudo isso com abundância no que meu patrão agradeceu o gesto.

Tenho incentivado a vizinhança nos   arredores do local de trabalho, sobre a necessidade de se primar pela alimentação natural, sem o uso de adubos químicos, explicando o método de incorporação de capim e folhas secas à terra, de modo a fortalecê-lo! Assim, um jardineiro se comprometeu em experimentar em sua casa, após ver a horta feita por mim.

Agradeço à Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados, pela oportunidade de ter conhecido este maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigada!

86 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário