Ana Armando Mandamule – JC Jardin – Moçambique

Chamo-me Ana Armando Mandamule, sou membro da igreja e dedico no Johrei Center do Jardim.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Moçambique em 2010, por intermédio da minha irmã que ouviu falar sobre a Igreja, o que suscitou em mim curiosidade e comecei a vir.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com a importância de agradecer em meio a purificação.

Como todos sabemos, o mundo no geral e o país em particular, estão a viver um estado de emergência devido à pandemia do coronavírus. Devido à essa purificação, vários sectores de trabalho foram bastante afectados e o meu não foi excepção.

Devo salientar, que já recebia avisos da minha patroa, dizendo que a qualquer momento eu seria despromovida ou até demitida, sem motivo aparente. O mais estranho era que quando alguns colegas entrassem de férias, após o seu regresso ao trabalho, informaram-lhes que haviam perdido os empregos, também sem motivo aparente, facto que me deixava apreensiva.

Quando entrei de férias, confesso que fiquei aflita e aliado ao estado de emergência devido ao coronavírus, não faltariam motivos para eu ser demitida. Comuniquei essa preocupação ao Messias Meishu-Sama e pedi orientação à responsável do Johrei Center que, sem hesitar, orientou-me a entregar os meus dias de férias à Obra Divina, esforçando-me em fazer o que no período de trabalho não conseguia. Assim o fiz e esforcei-me em cumprir com as orientações e surgiu em mim o sentimento de desapego com relação a perder ou manter-me no emprego. Apenas queria aproveitar para dedicar!

Qual não foi o meu espanto quando a minha chefe que ameaçava demitir-me ou despromover-me, ligou-me a recordar do meu dia de regresso ao trabalho. Confesso que fiquei admirada com aquela mudança e continuei a dedicar nos restantes dias das férias.

Quando recomecei a trabalhar, uma das minhas colegas disse que durante a minha ausência, o meu nome havia sido colocado na lista dos que seriam demitidos, mas, repentinamente, os nossos patrões mudaram de ideia, analisaram o quanto a empresa gastaria para me indemnizar e também os meus anos de trabalho e dedicação à empresa. Vim relatar este milagre à Responsável, que orientou-me a agradecer e manter a minha dedicação.

Graças à Deus e ao Messias Meishu-Sama, sinto como se estivesse a começar um novo emprego e estou a preparar-me para fazer um donativo de esforço máximo, como forma de materializar a minha gratidão por esta graça!

Com esta experiência de fé, aprendi que para que tenhamos protecção, precisamos cumprir com a nossa missão de servir à Deus!

O meu compromisso é de fazer o meu donativo de gratidão e continuar a empenhar-me em cumprir com as práticas básicas da fé!

Agradeço à Deus, ao Messias Meishu-Sama, junto com os meus antepassados por conhecer este caminho da salvação!

A todos que partilharam do meu relato de fé, muito obrigada!

75 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário