Zenon Gonçalves – JC Central – Moçambique

Chamo-me Zenon Gonçalves, sou frequentador e dedico na rede da salvação pelo grupo Sol.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de Moçambique em 2008, por intermédio da professora da minha filha.

Na altura, problemas financeiros e depressão profunda assolavam a minha vida.

Na altura, sempre que fosse ao local de serviço, eu passava em frente à igreja. Com o andar do tempo, apercebi-me que tinha uma igreja, o que chamou a minha atenção. Fiquei curioso, mas não tinha coragem de entrar.

Naquela altura, eu sofria de depressão profunda, a empresa que eu trabalhava estava a passar por momentos difíceis, chegando ao ponto de reduzir o pessoal. Nesse ínterim, fui abrangido, uma vez que eu era um dos mais velhos da empresa.

E eis que, numa das minhas caminhadas ao serviço, fui interpelado pelo missionário e convidou-me a entrar e fazer oração e sem hesitar aceitei o convite, pois precisava de uma oração pela chamada que recebi para aquisição de um terreno.

Para a minha surpresa, apercebi-me que se tratava da igreja que já havia conhecido na Avenida Patrice Lumumba, há mais de 15 anos atrás, altura em que havia sido encaminhado pela professora da minha filha, que lhe havia reprovado por motivos de faltas. Como eu havia pedido ajuda à Professora a esse respeito, ela encaminhou-me à igreja, onde fui recebido por uma missionária que me ministrou bastante Johrei e fez oração comigo no altar. Com a graça de Deus, eu consegui justificar e anular as faltas e assim a minha filha pôde transitar de classe.

Quase 20 anos depois, quando finalmente reencontrei a Igreja, senti-me muito feliz e confiante, pelo facto de ter restabelecido o contacto com o Johrei. Foi com esse sentimento que decidi partilhar com o missionário a preocupação que tinha e receber Johrei. Naquele momento, eu acabava de perder o emprego, o que me deixava com o espírito perturbado, pois previa os apertos financeiros. Além de tudo isso, a empresa não pagou a indemnização e na altura em que recebíamos os salários, além de pagarem tarde, faziam descontos indevidos. A preocupação era tanta que eu já não conseguia mais dormir e caí na depressão.

Após ouvir-me atentamente, foram orientadas as Práticas Básicas Messiânicas.

Com uma semana de Johrei, a depressão e insónia cessaram por completo e ganhei a paz espiritual e a esperança de que tudo se iria resolver. Após um mês de Johrei, em conversa com o meu filho mais velho (dos rapazes), expus a minha situação de desemprego e dificuldades financeiras. Comovido com a situação, ele manifestou o seu desejo em ajudar. Reuniu-se com os irmãos todos e em conjunto, encontraram uma forma de ajudar financeiramente e ainda me ajudaram a montar o meu próprio negócio para o auto-sustento.

Certo dia, sugeri aos colegas que fôssemos à empresa para exigir os nossos direitos e assim o fizemos. Chegado lá, a empresa manifestou-se contra, motivo pelo qual recorremos ao Ministério de Trabalho, onde o Inspetor disse-nos que a empresa nos estava a roubar e que devíamos nos dirigir à mediação de conflitos de trabalho que nos encaminharia ao Tribunal. Assim o fizemos e com a ajuda de Advogados, a empresa acabou reconhecendo a dívida e já pagaram na sua totalidade.

Com o coração tomado de alegria e gratidão, fiz o donativo especial de gratidão e de outorga do Sagrado Ohikari.

Aprendi que o encaminhamento é realmente regido pelo mundo espiritual e tenho a convicção de que estou no verdadeiro caminho da salvação.

O meu compromisso é de continuar a servir a Obra Divina e empenhar-me na salvação de outras pessoas para que também possam assumir a sua missão.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e meus Antepassados pela força e permissão de conhecer e trilhar o caminho da Luz.

Muito obrigado!

88 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário