Elizabeth Nunes – JC Namibe – Angola

Chamo-me Elizabeth Pedreira Nunes, sou membro há 18 anos e dedico como encarregada da Saúde pública do Johrei Center do Namibe.

A experiência de fé que passo a relatar, está relacionada com o cultivo de flores (Coluna do Belo).

Tendo sido indicada para passar a fazer a Ikebana do Altar, como as flores no Namibe são difíceis e muito caras, no início tive muitas dificuldades. Tinha receio de fazer o arranjo do Altar com as flores do meu jardim, considerando que são muito simples. Graças a Deus, recebemos a visita de uma responsável do Sanguetsu que incentivou-me a fazer os arranjos com as flores cultivadas no meu jardim. A partir daí, ganhei força e passei a confeccionar as Ikebanas, acompanhando as fotos das professoras do grupo do Sanguetsu, a partir das redes sociais.

Não me limitei apenas a fazer os arranjos do altar, tive também a permissão de fazer para os outros compartimentos da unidade religiosa e para distribuição na porta do Johrei Center. Foram encaminhados muitos primeira vez, que se tornaram frequentadores. Aumentei a produção, comecei a me empenhar em cultivar outros tipos de flores e verdes no jardim, para poderem ser utilizados. Com essa prática, muitos tiveram a iniciativa de fazer o seu próprio jardim de acordo com os seus espaços!

Essas atividades têm proporcionado o aumento de flores na localidade.  Com isso, passamos a distribuir flores nos bairros, a fazer vivência nos lares dos fiéis e campanhas de limpeza semanalmente.

A seguir, algumas ocorrências vivenciadas:

  1. Uma frequentadora, que tinha seu esposo desempregado, com a sua frequência e participação nas actividades, ele conseguiu emprego e está a trabalhar.
  2. Três frequentadores corriam o risco de serem despedidos da empresa onde Tendo conhecimento da situação, foi-se à sua casa onde se fez a vivência da flor e outras práticas básicas da fé. Graças a Deus, o pior foi evitado e eles foram apenas transferidos para um outro local de trabalho da mesma empresa.
  3. Uma outra frequentadora, que tinha muito apego ao dinheiro, sempre que lhe orientasse sobre a prática da gratidão monetária e o donativo da confirmação da outorga, não dava importância. Porém, passei a aprofundar com ela na prática da vivência e distribuição de flores. Quando menos esperava, foi advertida pelos seus antepassados que disseram o seguinte: “Estamos a viver num buraco por causa do seu apego! Nós precisamos sair deste nível e construir uma residência melhor! ”. Depois desta advertência, esta acordou sem entender nada e contou-me o sonho.

Expliquei a ela mais uma vez, sobre a importância dos donativos. Acrescentei ainda, que ela precisava tomar a decisão de servir em outro nível, se tornando membro, pois só assim seus antepassados poderiam se elevar e sua vida mudaria significativamente. Dias depois, a frequentadora materializou o donativo para outorga e já é candidata confirmada para a próxima cerimónia de recebimento do Ohikari.

Aprendi que, participar da Coluna do Belo é uma dedicação que todos os messiânicos devem se empenhar no seu dia a dia, independentemente da missão ou área que dedicam!

Apesar de ser encarregada da saúde pública, a obediência em aceitar este desafio que foi dado pelo responsável da unidade, fortaleceu ainda mais a minha fé e convicção nesta coluna!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, por me concederem a permissão de participar deste caminho da salvação!

Muito obrigada!

76 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário