Isabel Miguel – JC Ngola Kiluanje – Luanda – Angola

Chamo-me Isabel Miguel Azevedo Paulo Miguel, sou missionaria e dedico como assistente de experiência de fé.

A experiência de fé que passo a compartilhar com os senhores, está relacionada com a reflexão profunda e obediência no cumprimento das orientações em aprofundar nas práticas básicas da fé messiânica.

Em dezembro de 2018, tive a permissão de casar. Após alguns meses, notei que tinha problema de infertilidade. Fiz uma consulta médica e pediram que fizesse ecografia no qual diagnosticou-se um quisto no útero. O médico que me observava, sugeriu uma cirurgia o mais breve possível, mas eu não fiquei convencida com o que ouvi.

Nessa ocasião, procurei a maternidade, onde orientaram-me a fazer vários exames e também uma ecografia. Um dos exames confirmou que eu tinha mesmo um quisto, que eu até conseguia apalpar. A médica transferiu-me para a outra maternidade a fim de ser consultada pelo doutor desta especialidade.

O doutor indicado não pôde me consultar na altura porque tinha a agenda preenchida. Apenas em março de 2020 tive a consulta com ele. Ele leu todos os exames que eu já havia feito e confirmou a existência do quisto. A seguir, disse que sem a cirurgia eu nunca poderia engravidar. Contudo, aconselhou-me a fazer um outro exame que permitiria saber o que realmente eu tinha e posteriormente realizar a cirurgia. Gostaria de realçar que o exame custa mais de 100.000,00 kz. Como não tinha a quantia referida, a preocupação tomou conta de mim.Desesperada, procurei o responsável e fiz com ele a reflexão profunda. Na oportunidade, revelei que em 2013 fiquei grávida com o actual esposo. Como naquela época éramos apenas namorados inexperientes e estudantes, decidi provocar o aborto sem o consentimento dele!  Mesmo sendo membro, sabia que não estava a fazer a coisa certa, porém, o negativo falou mais alto em mim e pratiquei o aborto. Após 5 anos de convivência, o quadro não mudava.

Assim sendo, fui orientada a fazer um donativo de pedido de perdão a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados, fazer o assentamento das minhas linhagens, do meu esposo, fazer o Sorei-Saishi do espírito abortado, dedicar para a sua elevação e fazer outras pessoas felizes.

Naquela altura, eu sofria muito com os comentários de familiares e vizinhos que diziam que eu não gerava filhos, o que me impossibilitava de dedicar à vontade. Foi assim que lembrei-me do ensinamento de Meishu-Sama que diz: “Gratidão gera Gratidão e lamúria gera lamúria, o coração agradecido comunica-se com Deus e o queixoso relaciona-se com Satanás!”. Comecei a estudar este ensinamento, agradecendo e entregando tudo nas mãos de Deus e Meishu-Sama, sem me importar com o que as pessoas achavam de mim. Pensava sempre: “Que seja feita a vontade de Deus!”.

Em abril de 2020, ganhei a permissão de materializar o donativo de pedido de perdão a Deus, Meishu-Sama e aos meus antepassados! Passado um mês, purifiquei com hemorragia. Preocupada, consultei um médico a fim de fazer o tratamento para estancar o sangramento. Porém, ele recusou e aconselhou-me a não interromper o processo natural com nenhum medicamento! Depois de um mês, a hemorragia parou!

Agradeci pela purificação e comuniquei ao responsável o sucedido. Ele disse-me que Meishu-Sama está no comando de tudo e incentivou-me a dar continuidade nas práticas básicas da fé: ministrar 10 Johrei por dia, ler os ensinamentos durante uma hora, fazer donativo especial e diário, assistir aos cultos online, dedicar constantemente na limpeza do banheiro com o sentimento de limpar tudo o que estava sujo no meu interior, praticar o auto-Johrei todos os dias na região do útero e realizar oração em sintonia com a Sede Central de África.

Assim, coloquei em prática e em julho de 2020, tive a graça de um emprego. Após três semanas de trabalho, comecei a sentir alguns sintomas anormais e decidi fazer um teste de gravidez. Pela graça de Deus e Meishu-Sama, o teste deu positivo. Já tinha um mês de gravidez. Naquele momento, fiquei muito feliz com a benção de Deus, pois já não precisei ser operada. Como ainda não havia auferido o ordenado, agradeci com um donativo normal.

Neste mesmo período, comecei a ter sangramento. Fiz ecografia, onde diagnosticou-se que era uma gravidez de risco. Como já tinha em posse o salário, materializei um donativo especial. Pela orientação médica, tinha que ficar de repouso absoluto. Deixei de trabalhar e na condição em que me encontrava, dupliquei a minha gratidão diária.

Um mês depois, voltei a fazer outra ecografia onde constatou-se que o feto estava a desenvolver bem. Para agradecer a Deus e Meishu-Sama, por livre e espontânea vontade, vendi um dos meus pertences e materializei um donativo especial para agradecer a graça recebida!

Cumpri com as consultas pré-natais até ao nono mês. Com isso, senti que precisava agradecer mais a Deus e Meishu-Sama. Como não tinha valores, desapeguei e vendi uma das minhas perucas. Mais uma vez, fiz um donativo especial, ganhando a permissão nesta purificação, de Meishu-Sama me utilizar para fazer o quarto esforço máximo, aguardando apenas o dia do parto sem apego e preocupação.

No dia 13 de maio de 2021, dirigi-me à maternidade para a consulta pré-natal. Quando fui observada, notou-se que daria à luz no mesmo dia. Naquele momento, fiquei apreensiva e mandaram-me aguardar até chegar a hora certa. Às 20 horas, dei à luz a uma linda menina de nome Priscila “Maquiesse”, que significa alegria!

Com essa experiência de fé, aprendi que Meishu-Sama é realmente o Messias esperado pela humanidade, o doutor dos doutores! Com ele, tudo é possível! Basta nos entregarmos e cumprir obedientemente as orientações na voz dos nossos superiores! Aprendi ainda, que as práticas básicas constituem a directriz da fé Messiânica, a chave para alcançarmos a felicidade!

Comprometo-me em despertar o maior número de pessoas para o caminho da salvação e continuar a servir como instrumento de Deus na Obra Divina, participando na construção do Paraíso Terrestre!

Agradeço à Deus e ao Messias Meishu-Sama pela permissão de conhecer a igreja! Ao reverendo, que sabiamente tem nos orientado, ministros, responsável membros e frequentadores, a minha eterna gratidão!

Muito obrigada!

Isabel Miguel Azevedo Paulo Miguel

62 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário