Mónica Dimbane – IMM Moçambique

Chamo-me Mónica Mirella Metazama Dimbane, sou membro desde 2004 e dedico como missionária. Quando conheci a Igreja Messiânica eu estava a passar por conflitos familiares. Que com o cumprimento das práticas básicas da fé foram ultrapassados.

A experiência de fé que passo a partilhar esta relacionada com o donativo.

A minha mãe conheceu a Igreja no ano 2000, encaminhada pela minha irmã. Contudo ela só vinha a Igreja quando houvesse graças na Família. Em 2010 a minha mãe começou a purificar financeiramente. Essa situação deixava-me muito triste. Por várias vezes fizemos dedicações na casa onde ela morava, convidávamos para ir aos pólos e aos cultos, ministrávamos Johrei, partilhávamos experiências de fé com ela, mas ela não despertava.

Passando algum tempo, a minha família entrou em purificação financeira também. Em 2016 a minha mãe ficou doente. A pressão arterial subia de uma forma descontrolada. O fémur direito ou esquerdo mudou a cor, ficou parcialmente roxo com tendências a cobrir a perna toda.

Vendo essa situação a família reuniu-se para discutir o assunto e ver se podíamos juntar dinheiro para que pudéssemos pagar as consultas. Iniciamos o tratamento numa das melhores Clínicas da Cidade. Fizemos várias análises e até que decidimos parar porque não havia nenhum diagnóstico. A Clínica só mandava fazer exames e mais exames e cada um mais caro que o outro.

Para fazer frente a essa situação, a família decidiu arrendar a casa de modo que pudesse render algum valor para fazer o tratamento fora do país. Cientes que tudo daria certo arrendamos a casa. Mas, infelizmente não conseguíamos reunir condições para que a minha mãe pudesse viajar. A minha agonia aumentava por ver a minha mãe naquela situação e não poder fazer algo. No ano seguinte, decidimos por em prática a orientação do ministro de participar na construção da Sede Central através do donativo de construção. Assim comecei a fazer o donativo para o recebimento da Imagem da Kannon que ofereceria a minha mãe.

Recordo-me que quando comecei a fazer o donativo da Imagem da Kannon ela começou a mudar o seu interior. Passou a vir a Igreja constantemente a meu convite e por vezes ela vinha sozinha.

Passando algum tempo, nasceu nela o desejo de receber o Ohikari para melhor servir e assim em 2018 foi outorgada graças a Deus e ao Messias Meishu Sama, e passou a dedicar com mais força. Deixou de depender de mim para ir a Igreja e esforçava-se em cumprir as praticas básicas da fé messiânica. A família toda estava muito feliz pela mudança no seu interior que era bastante visível. Os meses foram passando, mas os problemas dela de saúde continuavam.

Certo dia, ligou um dos afilhados dela e perguntou se ela não queria ir passear na Europa. Foi assim que reunimos condições necessárias e a minha mãe pôde viajar. Quando lá chegou, na Itália, ela entrou em contacto com a ministra responsável da Unidade que se prontificou em acompanhar. A Unidade é longe da Cidade onde a minha mãe mora, mas mesmo assim ela se esforça e vai dedicar.

Até que um dia, lá na Itália, ela teve uma crise e perdeu os movimentos. De imediato foi levada ao hospital, onde diagnosticaram Isquemia, falta de fornecimento sanguíneo para um tecido orgânico devido a obstrução. O coração já não conseguia bombar sangue para todo corpo e nem receber sangue suficiente para o seu funcionamento, tendo acabado por afectar a perna que já tinha uma lesão desde sua infância. Minha mãe ficou internada por 2 meses e graças a Deus e ao Messias Meishu Sama beneficiou-se de vários tratamentos e fisioterapia gratuitamente.

Os médicos que lhe assistiam contestaram a medicação que lhe foi administrada cá em Moçambique. Mostraram muita admiração pela recuperação dela e pelo facto de não ficado com sequelas visíveis, resultante do quadro clínico apresentado quando deu entrada no hospital.

Pelo estado de saúde que ela apresentava, a minha mãe poderia ter ficado com sequelas graves como perda de coordenação motora, dificuldades para engolir, problemas de raciocínio, dificuldades para falar, depressão, problemas na visão e até contrair doenças graves como dano cerebral permanente, trombose e até mesmo derrame cerebral.

Hoje, minha mãe encontra-se muito bem de saúde, tanto ela como eu temos a convicção de que ela nasceu de novo. Somos muito gratas ao Messias pela graça e proteção recebida. A crise financeira que eu estava a passar foi ultrapassada graças a Deus e ao Messias Meishu Sama.

Essa experiência de fé veio fortalecer a minha fé e certeza de que nada somos sem O Messias e Salvador Meishu Sama.

Desta forma, quero reafirmar o meu compromisso de me entregar na obra Divina para ser usada como seu instrumento.

Para agradecer por esta graça fiz um donativo especial de gratidão.

Agradeço ao Supremo Deus e ao Messias Meishu Sama por mais uma vez usar-me como instrumento e pelas constantes bênçãos que tenho recebido.

Muito obrigada!

140 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário