Johrei é Tratamento Científico – 1ª Parte

Há algum tempo, os membros vêm-me solicitando uma explicação simples e de fácil compreensão sobre o princípio do Johrei, pois toda vez que começam a cuidar de um enfermo, são questionados a respeito. Isso porque, doenças que não se curam pela medicina, apesar dos mais variados tratamentos, são solucionadas fácil e rapidamente com o recebimento do Johrei e, assim, as pessoas ficam surpresas e desejam saber o motivo, o que não é de se estranhar. As pessoas que ministram Johrei, também já devem ter passado por tais experiências. Até agora, contudo, devido à prematuridade do tempo, eu não o havia explicado em minúcias. Por essa razão, irei fazê-lo a seguir.

Desde os tempos antigos, é costume a doença ser curada pelos médicos e pelo uso de medicamentos. Em razão de o homem da atualidade confiar somente na ciência e defender sua supremacia, ele tem dificuldade para entender o princípio do Johrei. Portanto, é natural querer questioná-lo. Antes de tudo, porém, é de suma importância conhecer a relação entre a medicina e a ciência.

Realmente, tudo pode ser solucionado através da ciência. Todavia, essa afirmação não se aplica à medicina, visto que o ser humano é fundamentalmente diferente dos demais seres. Vou escrever com mais detalhes.

Antes de mais nada, o ser humano é o mais elevado de todos os seres vivos, contendo em seu âmago um mistério incompreensível por meio da inteligência humana. Visto que a ciência desconhece totalmente a profundidade desse ponto, trata o ser humano como um simples animal. Ela veio focando apenas o corpo físico, que é matéria; portanto, enxerga a doença como uma “avaria” do corpo humano. Sua maneira de pensar é extremamente simplista, pois tenta “consertar” utilizando a matéria, como medicamentos e equipamentos. Entretanto, a realidade não é tão simples assim. Além do corpo físico, existe no ser humano um componente espiritual muito mais importante, denominado força vital. Esta se relaciona intrinsecamente com o corpo físico, por isso ele consegue viver e exercer suas funções. Como o espírito se assemelha ao Nada, a ciência materialista não conseguiu detectá-lo. Dessa forma, ao observar, por exemplo, a dissecação de cadáveres, podemos compreender muito bem que a ciência veio se dedicando somente à pesquisa do corpo físico. Embora se diga que ela progrediu, todos os esforços serão em vão, visto que se trata de avanços de apenas uma das duas partes.

Conforme eu disse, o ser humano é constituído de espírito e matéria. O espírito é primordial, e a matéria, secundária. Esta é a lei universal. Quanto à doença, as toxinas existentes no corpo físico refletem-se no espírito e transformam-se em nuvens espirituais. Surge, então, o processo de purificação natural, e as nuvens são eliminadas. Ao mesmo tempo, esse processo se reflete no corpo físico e, consequentemente, as toxinas são dissolvidas e eliminadas. A dor e o sofrimento decorrentes desse processo é o que conhecemos como doença. A primeira parte do processo é uma atuação de caráter horizontal, baseada na identidade espírito e matéria; já a segunda parte é uma atuação de caráter vertical, baseada na precedência do espírito sobre a matéria. É importante compreender bem esse princípio.

Qual é a verdadeira natureza das nuvens espirituais? Trata-se do surgimento de uma mancha no espírito, o qual é incolor e transparente. Essas nuvens são a verdadeira causa da doença; por isso, se forem dissipadas, evidentemente, a doença será curada. Um método para isso é o Johrei. Os ideogramas que compõem a palavra Johrei, significam “purificar as nuvens do espírito”. Portanto, todos devem saber que, fora o Johrei, não há nenhum outro tratamento terapêutico verdadeiro.

O que acabamos de expor é o fundamento da origem da doença e seu tratamento. Em suma, a doença é o sintoma manifestado na parte externa e perceptível, e sua causa reside nas nuvens espirituais localizadas na parte interna. Consequentemente, a eliminação das nuvens espirituais vem a ser o verdadeiro método de tratamento da doença. No entanto, por desconhecer esse princípio, a medicina acredita que basta eliminar os sintomas. Mesmo que se obtenha um resultado, este será temporário, ocorrendo, infalivelmente, uma recaída, e os médicos certamente têm tido experiências disso. (…)

13 de Janeiro de 1954

Alicerce do Paraíso vol. 1

91 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário