“A vida é o que há de mais precioso…”

“A vida é o que há de mais precioso neste mundo.

A Obra Divina pode ser desenvolvida graças à existência da vida.”

Na verdade, a re-purificação é algo que não deveria ocorrer. Mas mesmo afirmando que ela não deveria acontecer, de certa forma é impossível evitá-la. Entretanto, jamais acontece uma pessoa perder a vida por causa da re-purificação.

A re-purificação ocorre geralmente com os tuberculosos. Se aqueles que estavam desenganados pelos médicos e destinados a morrer forem salvos, é um facto extraordinário. Por isso, mesmo sacrificando tudo, é preciso agradecer em troca da vida. É preciso dedicar para manifestar gratidão. Mas, como a pessoa negligencia esse ponto, é claro que Deus lhe vira as costas. Assim, a re-purificação acontece porque as pessoas deixam que ela aconteça.

Actualmente, devido à superstição da Medicina, as pessoas sentem-se muito gratas pela cura obtida por meio dos tratamentos médicos. Mas sentem pouca gratidão pela cura obtida através da Fé. Isso porque elas pensam que a doença é algo que não pode ser curada através da Fé. Há algumas que interpretam da seguinte forma: “Houve a cura porque chegou o tempo certo” ou “Acho que os inúmeros remédios que tomei até hoje estão começando a fazer efeito”. No entanto, elas se esquecem logo da cura obtida por meio da fé. Uma coisa assim tão fora de lógica quando se obtém a Graça Divina, Deus jamais perdoa. Até hoje, devido à época, isso era permitido, porém, daqui para frente, não haverá absolutamente tal permissão.

Na religião Oomoto existe o seguinte ensinamento: “Quando Deus se torna rigoroso, o povo se apazigua”. São palavras sábias.

Colectânea de Ensinamentos Vol. 22 (15/05/53) – O Pão Nosso de Cada Dia pág. 208 –

233 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário