Espíritos Protectores

Todo ser humano possui, no Mundo Espiritual, espíritos protectores que o acompanham e o protegem constantemente. É dito que o ser humano é filho ou templo de Deus. Como já disse, o motivo disso é o facto de ele possuir a partícula divina outorgada por Deus. Esta partícula é o espírito protector primordial. O espírito animal, que encosta após o nascimento, é o espírito protector secundário, que pode ser de: raposa, tanuki , cão, gato, cavalo, boi, macaco, doninha etc. ou, ainda, diversos tipos de ryujin, tengu e aves. Geralmente, é atribuída à pessoa uma espécie de animal, mas, em casos raros, podem ser duas ou mais.

Eu imagino que as pessoas da actualidade dificilmente acreditem nisso e devem até mesmo zombar. Contudo, por meio de inúmeras experiências, cheguei à conclusão que se trata de uma realidade incontestável. O espírito protector primordial a que me referi há pouco é a bondade inata do ser humano, é o seu lado bom. O espírito protector secundário, ao contrário, é o mal, é o pensamento maligno. No budismo, o bom coração é denominado bodaishin [compaixão e sabedoria] ou busshin [misericórdia búdica], e o pensamento maligno de bonno [desejos mundanos].

Além desses dois espíritos protectores – primordial e secundário – existe o espírito protector guardião. Trata-se do espírito de um ancestral. Assim que uma pessoa nasce, um espírito que fora escolhido entre seus ancestrais recebe a missão de protegê-la. Via de regra, é um espírito humano, mas também podem ser espíritos humanos que assumiram a forma de ryujin, raposa, tengu etc. Por exemplo, meu espírito protector secundário é karassu-tengu12 e o guardião, ryujin.

Muitas vezes, diante de um perigo iminente, a pessoa é salva milagrosamente, recebe sinais, tem avisos por meio de sonhos ou pressentimentos. Tudo isso é actuação do espírito protetor guardião. O mesmo se pode dizer em relação à inspiração recebida pelos artistas no momento da criação e pelos inventores quando estão concentrados em seus estudos. Da mesma forma, Deus actua por intermédio do espírito protector guardião tanto na realização dos desejos correctos do ser humano quanto no caso de recebimento de graças por meio da fé.

As antigas expressões, “A sinceridade transmite-se aos Céus” e “O coração sincero transmite-se a Deus”, indicam que Deus concede Suas bênçãos por intermédio do espírito protector guardião.

5 de Fevereiro de 1947

Alicerce do Paraíso vol.3

 

Título anterior: “Os três espíritos do homem”.
Tanuki: espécime animal conhecido como cão-guaxinim. No folclore japonês, o tanuki é apresentado como uma entidade espiritual muito alegre e travessa.

Ryujin: seres mitológicos conhecidos como “dragões”, que estão em constante actividade para o cumprimento de suas missões. Fenómenos naturais, como o vento, a chuva, o relâmpago e outros, são provocados pelos dragões, cujo objectivo é a purificação do espaço entre o Céu e a Terra. Os dragões grandes, médios e pequenos residem nos oceanos, nos mares, nos lagos, nos pântanos, nos rios, nos poços e até mesmo nos lagos artificiais, protegendo-os.

Tengu: ser mitológico que tem a missão de proteger as montanhas. O que ele mais aprecia é uma discussão; quando sai vencedor, sua posição espiritual se eleva. É orgulhoso, ambicioso, amante do jogo e também da pintura e da poesia. o seu maior prazer é a bebida. Nas pinturas e nas máscaras, é representado com um nariz muito longo e com o rosto vermelho.

Karassu-tengu: variedade de tengu com cabeça de corvo.

197 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário