Corte a Cerejeira

Na entrada do Palácio de Cristal, havia uma enorme cerejeira silvestre, cujo tronco media cerca de sessenta centímetros de diâmetro. Meishu-Sama já havia determinado a posição, a altura e o lado para onde o Palácio de Cristal deveria estar voltado, mas, após termos levantado a estrutura, observamos que essa árvore atrapalharia as obras. Assim, comunicamos a Ele, que disse: “Se a cerejeira está atrapalhando, não há outro jeito: vamos cortá-la.”

Embora Nidai-Sama houvesse pedido que não mexêssemos na árvore, Meishu-Sama insistia na derrubada. Até que um dia, ordenou: “Corte a cerejeira antes que minha esposa veja.”

Cumprimos a ordem. Tínhamos a sensação de que Nidai-Sama havia percebido o que foi feito, mas apenas um mês depois é que ela perguntou: “O que aconteceu com aquela cerejeira?” Meishu-Sama riu, olhando para mim.

Um dedicante da construção do Solo Sagrado

Reminiscência sobre Meishu-Sama vol. 3

100 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário