“…é importante o cumprimento das práticas básicas orientadas…”

🙎🏾‍♂️ Massunda Miguel Lemos | Região Norte-Sul- Núcleo de Johrei 10 de Outubro

📍 Província de Luanda
🇦🇴ANGOLA

Sou membro e dedico como assistente do Grupo Lua nesta Unidade.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial em 1999, por intermédio do meu irmão, membro desta Igreja.

O motivo que esteve na base do meu encaminhamento, foi a curiosidade sobre a foto de Meishu-Sama.

Tudo começou aquando do meu regresso de férias vindo da escola dos petróleos no Sumbe/Kwanza-Sul onde eu estudava. Posto em Luanda, encontrei uma foto de um senhor branco, em casa do meu irmão onde me havia hospedado; por curiosidade, perguntei a ele de quem se tratava, ao que respondeu-me que era o fundador da religião que ele frequentava. Como era num sábado, ele aproveitou convidar-me para assistir o culto no dia seguinte que foi domingo.

Nesse dia, ao chegarmos à unidade religiosa, encontrei a mesma foto e fui recebido pelo plantonista que deu-me todos os detalhes sobre a Igreja e o seu fundador; em seguida, fui orientado para as práticas básicas da fé messiânica, que achei muito diferente das outras religiões.

Com esta realidade, procurei saber a situação de um dos sobrinhos que andava muito doente por longo tempo e que mesmo com tratamentos médicos não melhorava, mas depois que alguém o levou à Igreja Messiânica, segundo informação que me foi passada pela família, o sobrinho melhorou consideravelmente o que me cativou a ficar.

No cumprimento das orientações, notei algumas mudanças pois comecei a ter muita paz de espírito e uma vontade enorme de servir ao próximo; admirado com os milagres que fui vivenciando, decidi tornar-me membro para participar da construção do mundo dos felizes.

A experiência de fé que a seguir passo a relatar, está relacionada com a limpeza.

Em casa sempre que fizesse limpeza, não me limitava somente no meu quintal, mas também aproveitava para fazer o mesmo nos dois terrenos próximos inabitados porque os donos não se preocupavam com isso. Com o passar do tempo, os proprietários quando visitassem os respectivos terrenos, encontravam sempre limpos, querendo saber quem os limpava.

Ao serem informados, certo dia apareceram em minha casa, querendo saber qual o interesse que eu tinha, ou seja o que me levava a fazer aquilo, se os terrenos não eram meus? Com muita gentileza e educação, expliquei-lhes que fazia aquilo para manter o ambiente limpo, para minha segurança e a dos vizinhos, visto que, havia pessoas que vinham de outros locais para despejarem ali o lixo, criando assim foco de doenças, pondo a saúde em risco. Com essa resposta, os senhores saíram convencidos.

Passados 3 meses, um dos proprietários, veio ter comigo perguntando se eu não estava interessado em adquirir o seu terreno, já que eu era a única pessoa que manteve sempre limpo os espaços; eu disse-lhe que sim, mas que gostaria de primeiro saber o valor da venda do terreno. Fiquei muito surpreso pelo valor pedido, por causa da localização, pois aquilo parecia ser mais uma oferta que outra coisa.

Depois de 6 meses, também apareceu o dono do outro terreno com proposta idêntica, acabando eu assim por ficar com os dois terrenos, graças a Deus.

Essa prática de limpeza, estendi também até ao meu local de trabalho, preocupando-me em manter o local sempre limpo, para asseguramento das estruturas do pessoal. No ano passado, recebemos um novo chefe geral da empresa, que mandou organizar 5 categorias que iriam à votação onde cada funcionário se destacaria mais.

Como resultado da votação, fui distinguido nas duas categorias como higiene e preservação do meio ambiente, para asseguramento das estruturas e o bom funcionamento dos trabalhadores.

Como fui o único nas duas categorias, deram-me como prémio, um relógio de alto gabarito e para os outros das 3 categorias, foram premiados com um tablete para incentivá-los.

Dessa forma aprendi que, Meishu-Sama é realmente o Messias há muito esperado pela humanidade e que é importante o cumprimento das práticas básicas orientadas.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados, pela permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação.

Muito obrigado!

63 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário