Sabino das Neves Vila Nova Soares – JC Neves/São Tomé e Príncipe

Chamo-me Sabino das Neves Vila Nova Soares, moro no bairro de Bengá-Neves, sou missionário e dedico como responsável do Núcleo de Johrei de Santa Catarina.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial de S. Tomé e Príncipe através de um membro, por motivo da doença da minha esposa. Ela sofria de dores em todo o corpo e cãibra que lhe atacava as duas pernas. Essas enfermidades lhe impediam de andar e realizar os afazeres de casa. Como se não bastasse, éramos atormentados por sinais noturnos no teto de casa, conflito conjugal, familiar e com os vizinhos. Mesmo andando em casas de curandeiros submetendo-se a vários tratamentos e gastando avultadas somas de dinheiro, não conseguíamos obter qualquer solução.

Foi nessa situação que a pessoa que nos encaminhou guiado pela Luz de Deus e Meishu-Sama, foi à nossa casa e vendo o nosso sofrimento, nos levou à sua casa, ministrou-nos Johrei e dias depois levou-nos à Igreja.

Todas as quartas-feiras participávamos no culto e marchas de Johrei. Saíamos da cidade de neves até a cidade capital sem pensar na distância nem no dinheiro, porque era a vida da minha esposa que estava em jogo.  30 dias depois, começamos a sentir melhorias e depois de alguns meses, passamos a viver uma nova vida e essa mesma vida levou-nos a crer que Meishu-Sama é realmente o Messias.

A experiência de fé que passo a relatar para os irmãos tem a ver com a assistência religiosa.

Como responsável da unidade e acompanhando o dia-a-dia dos fiéis, fui notando ausência de uma membro que era assídua. Ao procurar saber o motivo da sua não comparência na unidade, fui informado que ela estava a purificar. No dia seguinte fui ao seu encontro para me inteirar da sua situação e indo em direção a sua casa o seu vizinho informou-me que a situação da mesma tinha piorado e que ela tinha sido levada ao hospital. Desloquei-me a hospital e posto lá, me informaram que o seu estado de saúde era preocupante.

Logo que soube de toda situação, uni as mãos e pedi permissão ao Supremo Deus e Messias Meishu-Sama para que me utilizasse como seu instrumento para ministrar Johrei encaminhando a Luz Divina aos antepassados da nossa irmã que estavam a se manifestar através daquele sofrimento.

Depois de 15 minutos de assistência com o Johrei, ela deu sinal de melhora. Mexeu-se e vagarosamente, abriu os olhos e pôs-se a chorar. Perante isso, pedi aos familiares que ajudassem a fazê-la sentar e continuei a ministrá-la Johrei. Minutos depois ela começou a deitar muito sangue pelo nariz. Vendo isso, a família entrou em pânico. Humildemente pedi aos familiares que me deixassem a sós com ela e assim fizeram. Continuei com a ministração do Johrei, ela foi expelindo sangue pelas vias nasais e algum tempo depois e de forma natural o sangue parou de escorrer. Passado algum tempo, encerrei o Johrei e pedi aos familiares que voltassem a entrar.

Ao constatarem que a membro estava recuperada e tranquila, foram conversando com ela e esta naturalmente falava com todos e abrindo o seu coração disse que a causa do seu sofrimento foi motivada pela mágoa que carregava devido a um desentendimento conjugal.

Acredito que o que adiou a sua passagem para o mundo espiritual foi a sua participação ativa na reabilitação de Núcleo de Johrei de Santa Catarina e a prática regular de donativos. Acredito também que Meishu-Sama salva quem é útil na Sua Obra.

Aprendi que o nosso maior mal é nos apropriarmos dos problemas ao invés de os entregarmos nas mãos de Deus. E quando advém o resultado ruim culpamos os outros ao invés de aceitar que somos os únicos culpados de tudo que acontece connosco.

O meu compromisso é continuar a aprofundar na dor dos meus semelhantes despertando cada um para se tornar útil a Obra Divina.

Aos ministros que pacientemente me têm orientado e aos fiéis de Santa Catarina que tem sido os meus braços no cumprimento da minha missão nessa unidade, a minha eterna gratidão.

Muito obrigado!

85 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário