Aida Muiambo – JC Matola 700 – Moçambique

Chamo-me Aida Muiambo, tenho 64 anos de idade, sou membro, dedicante na Unidade Religiosa da Zona Verde. Conheci a Igreja Messiânicas Mundial de Moçambique em 2016, por intermédio de uma missionária de nossa igreja.

Os motivos que me levaram a conhecer a Igreja foram: Doença, problemas financeiros e pobreza.

Antes de conhecer a Igreja, sofri bastante devido à doença. Para solucionar este problema, andei em hospitais, Igrejas, curandeiros incluindo maziones, sem obter resultados desejados. Os curandeiros diziam que os problemas vinham da família da minha mãe. Eu afirmava que nunca havia convivido com a família da minha mãe, consequentemente não os conhecia.

Cheguei a frequentar uma Igreja, onde tinha de acordar às 4 horas da manhã e chegava no local às 6 horas. Mas,  apenas era atendida pelo respetivo pastor pelas 14 horas e as orações prolongavam-se até de madrugada. Foi terrível! Gastava somas em dinheiro para os tratamentos, tanto hospitalares, como em curandeiros.

A minha situação degradou-se ainda mais quando o meu marido partiu para o mundo espiritual. Emagreci bastante, com a auto-estima baixa, de tal forma que quando me cruzasse com alguém, escondia a cara, pois não conseguia olhar para as pessoas.

Para piorar, as minhas noites eram passadas em claro, pois quando dormisse ouvia batidas no telhado ou ainda sentia como se a minha cabeça estivesse a girar dentro de uma cova.

Quando já não tinha nenhuma esperança para a vida, cruzei-me com a irmã Penina, falei-lhe dos problemas pelos quais passava, e por fim suspirei: “Estou a morrer!”

A irmã Penina falou-me da Igreja e apresentou-me à Responsável da Unidade Religiosa, que de imediato passou-me as práticas básicas da Fé. Dentre as quais, receber pelo menos 10 Johrei por dia, manter a flor de luz em casa e distribuí-las , dedicar no banheiro e encaminhar o maior número possível de pessoas à Fé Messiânica.

Quanto mais eu cumpria as orientações, a minha situação tendia a melhorar! Certa vez, cruzei-me com uma das minhas ex-companheiras da antiga igreja, que convidou-me a regressar para aquela Igreja. Refleti bastante acerca do convite, comecei a comparar o antes e o depois de conhecer a Igreja Messiânica, constatei que a diferença era muito grande. De tal modo que sem me aperceber, tinha a minha saúde completamente restaurada. Assim, decidi ficar com Meishu Sama. Hoje sinto que Meishu Sama gosta de mim e eu também gosto dele.

Certo dia, sonhei com um antepassado que dizia que ele nunca haveria de sair da minha casa, pois, estava lá há bastante tempo. Informei à Responsável, tendo de imediato convidado a Rede da Salvação para fazer a limpeza profunda em minha casa. Após a limpeza, os pesadelos que tinha durante a noite e as batidas no teto da minha casa passaram por completo.

No que concerne ao preenchimento do formulário, tenho a relatar que certo dia, cheguei à Sede Central para participar do Culto de Elevação Espiritual, procurei o formulário para cultuar os meus antepassados, constatei que os formulários haviam acabado. Consequentemente não tive permissão de cultuar os meus antepassados.

Para o meu espanto, quando fui para a cama, sonhei com um grupo dos antepassados, lamuriando que naquele dia não haviam ido ao altar, porque disseram que o papel acabou. Acordei assustada, pois eu ainda não entendia a profundidade daquela dedicação, achando que apenas se tratava de um procedimento formal da Igreja, sem impacto direto nas nossas vidas.

Para agradecer pelas Graças recebidas, fiz o meu donativo de outorga da Kannon e do Ohikari, para também retribuir os milagres que ocorreram em minha vida.

Já me cadastrei, encaminhei mais de 10 pessoas, tenho a horta caseira feita e estou na Rede da Salvação integrada no grupo Sol.

Agradeço à Deus e ao Messias Meishu-Sama por tudo que tem feito na minha vida.

Ao Reverendo, Ministros, Membros e Frequentadores, muito obrigada!

92 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário