Cristina Maria Rodrigues da Mata – CA Quilombo – São Tomé e Príncipe

O meu nome é Cristina Maria Rodrigues da Mata, resido em Atrás de Cadeia – São Tomé. Sou membro e dedico na área de programação.

Conheci a Igreja Messiânica em Março de 2005, encaminhada por um membro desta instituição.

O motivo que levou-me a conhecer a Igreja foi doença. Sofri de úlcera por um longo período. Para me ver livre dessa enfermidade, recorri a tratamentos médicos devido aos quais ingeri muito medicamentos. Também tomei chás de folhas e cascas de árvores que não resultaram em nada, tendo pelo contrário, agravado ainda mais o meu sofrimento.

Ao entrar em contacto com o Johrei e as outras práticas básicas da Igreja, o meu estado de saúde melhorou consideravelmente. Voltei a me alimentar sem restrições e para agradecer o milagre, materializei um donativo especial. Também decidi tornar-me membro para ministrar Johrei nas outras pessoas, materializando o meu donativo de outorga. Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, recebi o meu sagrado Ohikari em Julho de 2005.

A experiência de fé que venho compartilhar com os irmãos, está relacionada com prática da orientação e desapego.

No mês de Março deste ano, face à pandemia do covid-19, o país entrou em estado de emergência e o governo decretou medidas de contingência tais como confinamento, distanciamento social e fechou alguns sectores públicos e privados. Com essas medidas, as coisas tornaram-se muito difíceis, principalmente em relação à situação soció-económica.

Eu trabalho numa empresa pública, cuja receita depende exclusivamente dos voos e movimentação dos passageiros. Com o fecho do espaço aéreo, a situação económica da empresa agravou-se e a direcção não conseguia garantir o pagamento de 100% dos salários aos funcionários. Com isso, entrei em sofrimento e comentei com as minhas filhas dizendo: “Se não me garantem o salário como vinha, como vamos passar em termos de alimentação?”.

Atendendo que não tenho outros meios para garantir o sustento da família, comecei a passar por dificuldades financeiras e a lamúria e a preocupação tomaram conta de mim.

Ao receber a orientação de participar dos cultos online, envidava esforços no sentido de participar. Através dessa dedicação, ganhei permissão de milagrosamente desapegar das preocupações que me consumiam e entregar tudo nas mãos de Deus e do Messias Meishu-Sama.

Após esse desapego, ganhei força para aprofundar nas práticas básicas em casa, fazendo oração, marcha de Johrei com leitura dos ensinamentos e mexer com a terra renovando a minha horta caseira. Também dediquei na Sede Central e passei a materializar os donativos a partir de valores que me chegam às mãos.

Com esse esforço, os meus irmãos que se encontram no estrangeiro, me surpreenderam com uma mensalidade para mim e para a minha mãe, coisa que nunca aconteceu e serviu para suprir as necessidades da família. Isso evitou grandes apertos financeiros durante a fase de confinamento! Confesso que, ao contrário do que imaginava, vivemos momentos de muita fartura em casa e até partilhei alimentos com algumas pessoas à nossa volta e que mais necessitavam.

Numa conversa com uma amiga que também reside no estrangeiro, esta me disse: “Olha Cristina, porque não pensas em montar uma loja para venda de produtos alimentares?” Eu lhe respondi: “Achas que nesta fase difícil, eu teria como abrir uma loja?” Para minha surpresa, ela se predispôs a ajudar-me com o dinheiro para o efeito. Na altura duvidei. Mas, logo na semana seguinte, recebi o seu telefonema me orientando a ir à casa de câmbio levantar 250 Euros para começar a comprar material e dar início à construção da loja. Já dei início à construção e espero concluí-la brevemente!

Agradecida por todas essas graças, materializei um donativo especial como agradecimento a Deus e Meishu-Sama por esses milagres.

Aprendi que quem se entrega a Deus e Meishu-Sama de verdade, não passa por dificuldades!

O meu compromisso é reactivar com força e determinação as minhas dedicações de encaminhamento e acompanhamento, fazendo com que outras pessoas se tornem úteis à Obra Divina e participem da construção do Paraíso Terrestre e Salvação da humanidade.

Agradeço ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama, por me terem permitido conhecer este maravilhoso caminho da salvação.

A todos, os meus sinceros agradecimentos.

Muito obrigada!

83 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário