Lázaro Paulo Epesse – CA Bié/NJ Kamacupa – Angola

Chamo-me Lázaro Paulo Epesse, sou missionário e dedico como responsável do Núcleo de Johrei de Kamacupa.

A Experiência de que passo a relatar esta relacionada com as actividades de Agricultura Natural.

Por permissão do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama, em 2013 fiz o curso de Agricultura Natural e Hortas Caseira na Escola de formação Mokitchi Okada. Desde aquela data tenho conciliado as dedicações na unidade e também procurar expandir o método da Agricultura Natural através do polo Agrícola à algumas instituições públicas e pessoas singulares.

Por favor permitam-me relatar alguns resultados adquiridos durante este período de dedicação:

Em 2018 conseguimos um Pólo onde estamos a aplicar a agro-florestação. Nesse terreno já podemos plantar: mangueiras, tangerineiras, limoeiros, bicos, laranjeiras, bananeiras, nespereiras, goiabeiras, abacateiros, ananás, cana de açúcar, batata-doce, mandioqueiras e maracujazeiros.

Tenho feito também um esforço para expandir o método em algumas instituições, começando pela escola onde trabalho. Actualmente temos uma horta no hospital Municipal. Dela, a partir do mês de Janeiro, podemos obter as seguintes culturas: alface, batata-doce, cebola, cenoura e tomateiro. Graças a Deus, essa horta tem sido cuidada por dois membros. Os produtos colhidos têm ajudado no consumo dos funcionários e doentes. Gostaria de frisar que já colhemos mais de 15 vezes a alface, mais de 20 vezes a cenoura, mais de 30 vezes a cebola, e actualmente o tomateiro e a rama de batata manifestam um crescimento satisfatório.

No Pólo colhemos cana, mandioca, 150 quilogramas de ginguba, 173 quilogramas de soja e também girassol.

Através desse desempenho vivenciei os seguintes milagres:

  • Eu sou professor e na escola onde trabalho vivíamos numa situação infernal: a estrutura que tínhamos era de adobe e uma parte tinha sido derrubada com as chuvas. As crianças estudavam ao ar livre, às vezes encontrávamos fezes nos locais de aula, a estrada de acesso para a aldeia estava degradada.

Quando terminei o curso, pedi orientação de como podia fazer para sair daquele sofrimento e foi orientado a começar pela limpeza. Assim, falei com o director e com permissão, pude fazer a limpeza várias vezes e depois fiz a horta naquela escola. Passando alguns meses, apareceu o pastor provincial da Igreja Pentecostal, o Subdiretor provincial da saúde e ao mesmo tempo o empreiteiro, que tendo nascido e   formando-se naquela aldeia, sentiu que precisava fazer algo para ajudar. Foi assim que construiu a escola definitiva bem apetrechada e com um abastecimento de água potável. Isso fez com que saíssemos do sofrimento! Ganhamos também uma nova directora que compreende os problemas vividos por todos.

  • Outra experiência. Certo dia, quando fui visitar a horta do hospital municipal, pude conversar com o administrador daquela instituição onde expliquei os objectivos da agricultura natural e a importância do consumo de alimentos sem agrotóxicos. Ouvindo os relatos, este prontificou-se em implementar o método na sua fazenda. Pediu para eu ensiná-lo o método de Meishu-Sama a fim de colocar em prática na referida fazenda.

Noutro dia quando fui novamente à horta do hospital, constatei que a cenoura plantada estava a desaparecer. Ao me informar do sucedido, tomei conhecimento que como esta tem crescido com vigor, os funcionários, têm consumido.

Triste, comuniquei ao responsável provincial que esclareceu que era necessário mesmo eles tirarem para poderem sentir o sabor dos alimentos Naturais. Outra vez enquanto dedicava no local, um enfermeiro veio ver a cenoura, arrancou uma e comeu. Admirado, comentou que esta tinha uma doçura três vezes maior que aquela cenoura que vendem no mercado.

As pessoas têm agradecido muito pelos alimentos colhidos desta horta, que lhes oferecemos.

Temos tido experiências de pessoas com várias dores no corpo, que depois de consumirem algum alimento natural conseguem se livrar das dores, instantaneamente.

Certa vez quando recebemos uma visita de Jovens, havia um jovem que foi selecionado para dedicar no Pólo. Este estava a purificar com dores constantes da barriga, mas, assim que comeu algumas das goiabas da agricultura natural, a partir daquela data, as dores que o assolava por muito tempo passaram!

Através desta experiência de fé, aprendi que Meishu-Sama é realmente o Messias Esperado pela Humanidade! Aprendi ainda que no alimento produzido pelo método natural, há a energia vital, a força da vida, que faz falta ao homem!

Comprometo-me em dar continuidade nas três colunas de salvação, fazendo parte da construção do Paraíso Terrestre!

Muito obrigado!

129 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário