ALICE ALELUIA OLIVEIRA DOS SANTOS – JC VIANA VILA – LUANDA – ANGOLA

Chamo-me Alice Aleluia Oliveira dos Santos, sou missionária e dedico como responsável do Johrei Center.

A experiência de fé que passo a relatar para os senhores, está relacionada com o despertar no servir e com o cumprimento das orientações.

No decorrer do mês de Agosto, a minha irmã estava a passar por sérias dificuldades de saúde. Vendo tal situação, decidi ir à sua casa dar-lhe assistência religiosa.

Fui dando assistência, mas, devido às responsabilidades como responsável, não pude ficar muito tempo e regressei para casa. Em casa, recebi um telefonema dizendo que seu estado de saúde tinha se agravado. Assim, senti-me na obrigação de voltar. Já em sua casa, não a encontrei e apercebi-me que tinha ido ao hospital.

Depois de algumas horas, ela retornou. À noite, voltou a sentir-se mal e teve de ser levada novamente ao hospital, onde foi internada. Dois dias depois, incorporou um espírito dizendo que devíamos realizar a dedicação de limpeza em sua casa começando pelo seu quarto. Fizemos oração, e resolvemos fazer como o espírito sugeria. Depois de algumas horas da dedicação, a minha irmã voltou para casa dizendo que havia recebido alta. Disse também que na clínica voltou a fazer o teste do Covid-19. O teste de laboratório deu negativo e o rápido, positivo ao I.g.g, o que significa que a pessoa já havia passado ou tido o vírus no organismo. Todos ficamos admirados, uma vez que a mesma não tinha conhecimento desta situação e muito menos fez o tratamento. Mas, como ela não tinha problemas respiratórios e já não tinha o vírus, foi mandada para casa a fim de fazer o tratamento somente por precaução.

Como estávamos em sua casa, juntamente com dois fiéis, achou-se melhor continuarmos lá, também devido à orientação de darmos constante assistência para ela. Um dia depois deles saírem do hospital, fizemos uma horta comunitária. Também criamos o Sonen de ir à Sede Central agradecer pelas purificações que estamos a vivenciar.

No mesmo dia que fomos à Sede Central materializar o donativo de gratidão, recebemos a notícia que o meu irmão que estava sobre os cuidados intensivos por conta da COVID-19, havia saído da U.T.I.

Desse modo, ganhamos a permissão de voltar a nos comunicar com ele, algo que já não acontecia há mais de um mês. Graças a Deus, depois de alguns dias, apercebemo-nos que o mesmo iria receber alta.

Em minha residência, ele não conseguia andar sozinho, estava bastante atordoado, constantes cãibras e o rosto envelhecido. No mesmo dia começamos a dar-lhe assistência e ainda assim, tomou a decisão de continuar a receber Johrei.

Entretanto, enquanto íamos dando assistência, emocionou-se dizendo que se não fosse por nós como irmãs, não sabe o que seria dele, por que tudo quanto ele viveu no hospital foi horripilante, vendo pessoas morrendo, outras a serem embrulhada em sacos. Disse que realmente era bastante angustiante. Para minha surpresa, ele decidiu começar a fazer os seus donativos, algo que nunca havia feito. Importa dizer que tanto a minha irmã como o meu irmão, tiveram recuperações surpreendentes. Tenho apenas de agradecer ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama por todos os milagres que têm ocorrido na minha família.

 Ainda, fruto empenho e sinceridade nas dedicações, tive a permissão de acompanhar as seguintes mudanças:

  1. Na família, muitos dos meus familiares não vinham para casa, mas após todas estas purificações, a família ficou mais unida.
  2. O meu irmão decidiu fazer um donativo especial para agradecer pela vida salva, algo que graças a Deus, tivemos a permissão de concretizar na Sede Central.

Após fazer o donativo, ele que tinha ido a andar com muitas dificuldades e a precisar de apoio, saiu de lá a andar, sem precisar de ajuda, o que o deixou bastante feliz.

Depois de dois dias, o meu irmão foi ao hospital fazer o tratamento de hemodiálise. Depois de ser observado, os médicos ficaram deveras admirados pois, tinha havido uma mudança brusca. Os seus rins voltaram a funcionar, algo que segundo os médicos é impossível. O que eles diziam é que todas as pessoas que têm problemas de insuficiência renal, tornam-se dependentes da hemodiálise pelo resto da vida.

Tanto ele como toda a família, sentimo-nos gratos e felizes por todas as mudanças que obtivemos!

Aprendi que, quando recebemos as orientações com gratidão e sinceridade, não tem como não haver mudanças na nossa vida e na vida dos nossos familiares!

O meu compromisso é de continuar a me empenhar em prol da Obra Divina!

Agradeço ao supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados por esses milagres nas nossas vidas!

Muito obrigada!

99 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário