MUAMINA ASSUATE QUAHILI – JC MAXAQUENE – MOÇAMBIQUE

Chamo-me Muamina Assuate Quahili, sou membro da igreja desde 2007 e dedico no Johrei Center de Maxaquene, como plantonista do grupo Sol.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial por intermédio da minha cunhada, membro da igreja, por motivos de insónia.

Sempre que eu fosse visitar a minha cunhada, eu falava-lhe sobre o estado de sofrimento em que vivia e ela convidava-me a conhecer a Igreja Messiânica.

Quando ela me falasse da igreja eu pouco me interessava, pois estava a trabalhar e alegava que não tinha tempo. Com o passar do tempo, os problemas iam me atormentando cada vez mais, principalmente a insónia, pois adormecia apenas até às onze horas da noite. Depois disso, eu não conseguia mais apanhar sono e ficava a noite toda acordada até amanhecer.

Num desses dias, como já era de rotina, fui almoçar na casa da minha cunhada e durante a conversa, eu disse-lhe que já estava cansada de sofrer e pedi-lhe que fôssemos à igreja para conhecer. Chegando lá, fomos juntas ao altar, onde fizemos a oração e de seguida convidou-me a participar da marcha de Johrei. No instante em que o recebia, senti algo a mexer-se no meu corpo e me questionava o que seria. Entretanto, continuei recebendo Johrei. Quando regressei à casa, fiz as minhas habituais tarefas domésticas e quando fui me deitar, tive um sono tão profundo que dormi até perder a hora! Isso deu-me a convicção de que a oração que havia recebido na Igreja é que permitiu vivenciar esta graça. Como já era hora de ir ao serviço, preparei-me e fui trabalhar, mas, já estava ansiosa para contar o sucedido à minha cunhada. Como de hábito, fui almoçar na casa dela e contei-lhe o que havia acontecido. Ela incentivou-me a continuar a frequentar assiduamente a igreja e que dessa forma, tudo iria mudar, o que concordei sem hesitar!

Certo dia, enquanto me preparava para ir à Igreja, o meu marido questionou-me se eu estava a frequentar a Igreja Messiânica e eu respondi que sim. Ele disse que também a frequentava, mas, ia com a sua irmã. Perguntei-lhe por que não me havia falado e ele pôs-se a rir, dizendo: “Como tu és muçulmana, não haverias de aceitar!”. Com a graça de Deus e Meishu-Sama, começamos a frequentar a igreja juntos.

De realçar que, através do milagre que recebi de Meishu-sama, ganhei a permissão de começar a encaminhar várias pessoas à igreja, inclusive os nossos familiares. Ao longo da nossa frequência, recebemos vários milagres, dentre os quais, o meu marido recebeu a sua indemnização, com a qual conseguimos realizar uma reforma em nossa casa. O que mais nos espantou foi que, durante a visita dos nossos sobrinhos em nossa casa, eles ofereceram-se para ajudar na reforma, graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama!

A minha filha, no início da sua gestação, verificava-se que estava tudo bem com a bebé, uma vez que sempre a levava à igreja para receber Johrei. Mas, após o parto, a bebé foi diagnosticada com asma crónica. Naturalmente, a mãe achava que a bebé ficaria permanentemente dependente de remédios para aliviar-se da asma, uma vez que não tinha cura. Vendo o sofrimento da minha filha, encorajei-a dizendo que tudo ficaria bem, bastava que entregássemos tudo nas mãos do Messias Meishu-Sama. Conforme orientada, eu sempre levava a minha neta comigo para receber Johrei e participar dos cultos e nas dedicações.

Como resultado, a minha neta ganhou a permissão de ser curada da asma! Hoje, ela tem 14 anos de idade e não precisa tomar nenhum antibiótico, graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama! Também já está a frequentar as aulas de preparação para a outorga do Sagrado Ohikari.

A experiência de fé que gostaria de compartilhar com os queridos irmãos, está relacionada com o encaminhamento e acompanhamento em plena pandemia do covid-19.

 Como sou alfaiate de profissão, bem conhecida em meu bairro, certo dia, apareceu em minha casa uma senhora vizinha e em conversa com ela, disse que vivia com sua neta que padecia de distúrbios mentais. Disse ainda que esse problema vinha da parte da sua família materna que lhe haviam oferecido a espíritos como esposa e que por vezes, eles manifestavam-se nela. Por esse motivo, ela sumia de casa e só reaparecia cerca de dois meses depois, toda suja! Essa situação se repetiu várias vezes, durante alguns anos. Houveram várias tentativas de reverter a situação, chegando a gastar avultadas somas de dinheiro em curandeiros e igrejas, mas, foi tudo em vão. Numa dessas vezes, o curandeiro acabou revelando que ela havia sido oferecida ao espírito de um homem, motivo pelo qual ela saía de casa, sendo por vezes encontrada numa lixeira, comendo lixo.

Assim, ela disse que já estava cansada de ver o sofrimento da sua neta, ao que tranquilizei-a dizendo que a levaria à Igreja Messiânica e tudo iria passar! Ela questionou-me novamente: “Será mesmo?”. Eu respondi que sim.

No dia seguinte, conforme combinado, levei-a ao Johrei Center de Maxaquene a fim de participarmos da marcha de Johrei. Ao chegarmos lá, fizemos oração e coloquei-a a receber Johrei. Recebemos flores para levar para casa e quando chegamos à sua casa, orientei a sua avó a colocar a flor na mesinha de cabeceira, uma vez que dormiam no mesmo quarto. No dia seguinte, ela veio à minha casa e disse que havia sonhado com um homem forte, dando-lhe uma bofetada e agradecendo pelas flores, dizendo que realmente aquelas flores têm poderes!

Mais uma vez, orientei-lhe que mantivesse as flores no mesmo local. Nessa mesma noite, ela afirmou que havia sonhado com esse mesmo homem questionando-lhe o porquê de ter levado a sua mulher para a igreja e ameaçou dizendo que eu iria sofrer por ele já não estar mais a encontrar-lhe. Sendo assim, a menina foi melhorando gradativamente. Hoje, ela consegue sair de casa para o mercado e voltar para casa sem que tenha que ser procurada. Já até trata sozinha da sua higiene pessoal e tem participado das aulas para candidatos à Outorga do Sagrado Ohikari. Se tornou uma jovem bonita em apenas poucos meses de recebimento de Johrei, graças à Deus e ao Messias Meishu-Sama! Vendo este milagre, o seu pai que esteve um tempo desempregado, começou a frequentar a igreja e posteriormente ganhou a permissão de arranjar emprego.

Por todas as bênçãos recebidas e pelo aprendizado, materializei a minha gratidão fazendo um donativo!

Aprendi que, tudo começa e termina com a gratidão, e que, quando seguimos as orientações dos superiores, a luz do Supremo Deus entra nas nossas vidas e tudo se transforma!

O meu compromisso é de servir de instrumento do Supremo DEUS e do Messias Meishu-Sama na Obra Divina para levar outras pessoas ao caminho da felicidade!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados pela força e permissão de seguir este caminho!

A todos que partilharam deste relato de fé, muito obrigada!

88 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário