Juliana dos Santos – JC Alegria – Luanda

Chamo-me Juliana dos Santos sou membro e dedico como assistente do grupo Lua.

Chamo-me Juliana dos Santos sou membro e dedico como assistente do grupo Lua.

A experiência de fé que passo a relatar para os senhores está relacionada com a gratidão no servir mesmo nesta fase da pandemia, através do donativo e distribuição de flores.

No princípio do mês de Setembro comecei a sentir-me mal e fui até ao hospital para saber o que de concreto tinha, fui diagnosticada paludismo e passei a fazer o tratamento. Mas sem melhorias.

Pelo motivo exposto, desloquei-me à outra unidade hospitalar, onde tive de ficar internada. Depois de alguns dias, o meu olfacto ficou péssimo deixando de sentir qualquer cheiro. Preocupada, expliquei ao doutor e perguntei-lhe se por acaso era normal aquilo acontecer! O doutor respondeu que não era normal, e pediu-me para voltar a fazer o teste de Covid-19, uma vez que já havia feito no mês anterior.

Assim, junto com a minha filha, realizamos o teste. Foi o teste rápido e também o teste laboratório. Segundo o médico, o teste do laboratório deu negativo e o rápido positivo ao I.g.g, o que significa que a pessoa já teve o vírus do Covid-19 no organismo. O que fazia sentido, pois eu havia mantido contacto com o meu irmão. Mas eu estava bem e já não tinha o vírus. Isso deixou todos admirados. Passei pelo processo do Covid-19 sem sequer ter noção e sem fazer nenhum tratamento relativamente a doença.

Assim sendo, deram-me alta e mandaram-me ficar em quarentena em casa por precaução, a fim de se descartar todas possibilidades da presença do vírus. Em casa, eu a minha filha que passou pelo mesmo processo, fomos constantemente recebendo assistência e tivemos todo o acompanhamento. Tivemos também a permissão de fazer uma horta comunitária. E criamos o Sonen de irmos até a Sede Central agradecer com um donativo  especial pela purificação que enfrentamos.

Graças a Deus, com a confirmação de que não mais oferecemos risco, fomos a Sede. No mesmo dia que fomos materializar o donativo, recebemos a informação que o meu irmão que estava na U.T.I por conta da Covid-19, já tinha sido transferido para a sala de cuidados normais. Assim, ganhamos a permissão de voltar a nos comunicar, o não acontecia já fazia mês. Alguns dias depois ele teve alta, graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama.

Fruto do empenho no servir a Obra Divina, pude acompanhar as seguintes mudanças:

  1. Como nesta fase da pandemia estava a viver em casa da minha filha, num entanto, enquanto lá estava para não ficar parada decidir implementar as práticas básicas na casa da mesma. Passei a ministrar constantes Johrei em toda família, bem como realizar a vivência da flor de luz e fazer a horta caseira. Pela minha grande surpresa a mesma veio ter comigo dizendo que” agora sim está preparada para se tornar membro da igreja”. Graças a Deus já foi outorgada. Agradece bastante, uma vez que já vinha insistindo a muito tempo.
  2. O meu filho que trabalha na área do ensino, teve a permissão de ser promovido no trabalho, como assistente ao gabinete do reitor.
  3. Uma frequentadora, que estava revoltada com a igreja dizendo que não estava a notar mudanças, a mesma tinha uma ferida no rosto que saia areia, bichos e isto baixava com a sua auto-estima, vendo esta situação conversei com a mesma e orientei-lhe a fazer o donativo de pedido de perdão, donativo de agradecimento e o donativo para encaminhar as purificações, também orientei-lhe a procurar uma unidade mais próxima de casa e a dedicar aos locais de maior luz, cumpriu com as orientações e ouvi mudanças; a ferida que assolava a mesma a muito tempo secou, e hoje já é candidata a próxima outorga.

Aprendi que cumprindo as orientações com sinceridade. não há como as coisas não correrem naturalmente.

O meu compromisso é de continuar a me empenhar em prol da Obra Divina.

Agradeço ao Supremo Deus ao Messias Meishu-Sama aos meus antepassados a minha eterna gratidão.

A todos que comigo partilharam este relato de fé, muito obrigada!

102 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário