Lina Sambo – JC Cabinda – Angola

Chamo-me Lina de Assunção Gime Sambo, sou Missionária e dedico como Assistente do grupo Lua e também faço parte da área de administração da unidade religiosa.

A experiência de fé que passo a partilhar com os senhores, está relacionada com o donativo e o sentimento de gratidão.

No dia 14 de Março do ano em curso, tive a permissão de participar do Culto Online em sintonia com a Sede Central de África no Núcleo de Johrei Amílcar Cabral. De regresso à casa, deparei-me com um jovem que estava a levar um televisor plasma alguns metros da minha casa.

Ao entrar em casa, notei que a porta estava aberta. Preocupada coma situação, chamei pelos meus filhos, mas, ninguém respondia. Assim sendo, entrei d e comecei a averiguar as coisas e observei que o televisor havia sido roubado. Deste modo, peguei em um donativo, fui até ao retrato do Messias Meishu-Sama fazer oração e agradecer

Por conseguinte, sai de casa e comecei a perguntar às pessoas, se tinham notado alguma coisa estranha. As pessoas apenas me diziam que viram um jovem a transportar um televisor plasma, mas, já havia desaparecido do local, seguindo outra direcção. Assim sendo, segui a direcção que as pessoas indicaram-me.

No decorrer da caminhada, encontrei um local onde fazem vendas de bebidas alcoólicas e voltei a perguntar novamente. Estes por sua vez, responderam-me que um policial que estava naquela sentada, aprisionou um jovem com televisor novo coberto de plástico e levou-o a esquadra.

Como está muito preocupada e aflita e não tinha dinheiro para pegar o táxi, uma das pessoas que l se encontrava no local, ofereceu-me 1.000 kz que me permitiu chegar a esquadra policial.

Ao chegar na esquadra, dei a informação sobre o processo em causa e os agentes que estavam no local, disseram-me que não receberam aquele tipo de caso. Cansada com a situação, comecei a agradecer entregando tudo nas mãos do Supremo Deus e Messias Meishu-Sama. Minutos depois, observei que estava a chegar na esquadra um policial e um Jovem com televisor plasma. Ao vê-los e toda emocionada gritei por três vezes: senhor, senhor, senhor! Este televisor me pertence!

Fui chamada e orientada a fazer um depoimento a fim de registrar a minha queixa e pediram que voltasse no dia seguinte, porque a polícia tinha que fazer o seu trabalho. Assim sendo, no dia seguinte, dirigi-me até ao Serviço de Investigação Criminal e entregaram-me o televisor.

Com este milagre ocorrido, materializei um donativo especial por ter de volta o meu aparelho.

Aprendi que quando entregamos qualquer que seja a nosso sofrimento nas mãos de Meishu-Sama, o milagre sempre acontece.

O meu compromisso, é cada dia aprofundar na minha gratidão e ser sempre útil na Obra Divina do Messias Meishu-Sama.

Agradeço ao Supremo Deus, Messias Meishu- Sama e aos meus Antepassados pela permissão de conhecer este grandioso caminho da Salvação.

 

Muito obrigada!

91 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário