Madalena Simão – JC Sumbe – Angola

Chamo-me Madalena Simão, sou frequentadora há 3 meses.

Conheci a Igreja Messiânica no dia 3 de dezembro de 2020, por intermédio do casal de membros, pelos quais tenho profunda gratidão!

Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram: doença e conflitos com a família do meu falecido esposo. Quanto à doença, sofria de maus sonhos, problemas mentais, consumo excessivo de álcool e via vultos.

Tudo começou quando o meu esposo partiu para o mundo espiritual e a sua família se apoderou de todos os bens que possuímos durante 50 anos de casados. Reclamando dos bens assim como: lavras, gado e casa, comecei a purificar fortemente com maus sonhos, vendo vultos. À noite era um sofrimento enorme, o espírito do meu esposo aparecia e me violava de modo que no dia seguinte era difícil levantar da cama.

Para solucionar esses problemas, procurei vários quimbandas, sem alcançar nenhuma melhoria. Cansada dessa situação, busquei refúgio no álcool, até que me tornei alcoólatra. Comecei a ter problemas mentais que geraram muitos comentários na aldeia de que eu fui a causadora da morte do meu esposo. Esse sofrimento durou dois anos e seis meses!

Com relação à igreja, eu detestava a Igreja Messiânica, como se fosse a igreja dos feiticeiros ou a falsa igreja! Quando visse os membros com as mãos levantadas, dava gargalhadas bem forte dizendo: ” Vocês não batem bem da cabeça! Estão com as mãos levantadas. Estão erguendo cabanas?”.

Certo dia, não sei como, fui até lá e só dei conta que estavam a me ministrar Johrei. Depois de receber Johrei, posta em casa, já não consegui jantar estava com muito sono. Dormi logo e ao despertar no dia seguinte às 6 da manhã, fiquei atrapalhada com o milagre! Fui a correr na unidade religiosa gritando: ” Ele não apareceu! Ele não apareceu! Ele não apareceu!”. Fui recebida pelos irmãos e agradecemos pela graça recebida.

Em seguida, fui orientada a receber 10 Johrei por dia, manter a flor em casa, ter a horta caseira, cultuar os meus antepassados e participar nas actividades programadas pela igreja. Cumpri com as orientações sem vacilar e, em menos de 15 dias, o sofrimento que me assolava há 2 anos e 6 meses, passou consideravelmente! A minha tia, que também era contra a igreja, vendo a minha melhora, também começou a receber Johrei.

Na sua maioria, as pessoas desta aldeia já recebem Johrei e a flor, coisa que não acontecia antes.

A lavra, as 3 cabeças de boi e a casa que haviam me tirado, foram devolvidas e nasceu harmonia com a família do falecido, que está a admirar as pessoas daquele bairro.

Aprendi que Meishu-Sama é o Messias esperado pela humanidade e o Johrei é a medicina do século XXI!

O meu compromisso é de encaminhar as pessoas que sofrem como eu sofri! Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão que me concederam de conhecer este caminho maravilhoso da salvação!

Muito obrigada!

107 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário