Rosita Bulo – NJ Mutema – Luanda

Chamo-me Rosita Paulo Wambela Bulo, sou membro, dedico como encarregada do grupo terra – Região Sul – NJ Mutema – Luanda.

A experiência de fé que passo a relatar para os irmãos, está relacionada com o Johrei, distribuição de flores e vivência da flor.

Após a segunda relação, da qual tenho 2 filhos, eu tinha muita dificuldade de ter contacto com os meus filhos, pois eles se encontravam com o pai e o meu esposo não aceitava que eu mantivesse qualquer relação com o pai dos meus primeiros filhos. Ele achava que, de alguma forma, voltaria a me relacionar com ele. As pessoas me diziam que os meus filhos estavam a sofrer mal-tratos por parte da madrasta porque o pai das crianças a abandonou com os meus filhos, arranjando assim uma outra relação.

Preocupada com o sofrimento dos meus filhos, comecei a ter insónia, não conseguia comer e devido a isso comecei a ter fraqueza. Fui ter com a responsável que, depois de me ouvir, orientou-me a fazer um donativo de gratidão pela purificação e entregar os problemas nas mãos de Deus e Meishu-Sama. No mesmo dia, fui à praça fazer compras para o meu negócio. Assim que cheguei à praça, fui surpreendida por meliantes que me ameaçaram com uma faca. Ordenaram que entregássemos tudo que tínhamos senão, perderíamos a vida. Não resistimos e entregamos tudo.

De volta à casa, lembrei que ao fazer o donativo, eu não coloquei o devido sentimento de gratidão! Então, voltei à nave, assustada, e contei o sucedido à responsável.  Ela perguntou-me o que eu tinha aprendido com a situação. Respondi que não tinha agradecido do fundo do coração. Assim sendo, a responsável orientou-me a ir novamente ao altar, mas desta vez, sozinha, pedir perdão e pedir orientação à Meishu-Sama sobre o que fazer. A seguir, a responsável disse-me que tinha de cuidar de todas as pessoas que sofriam com os mesmos problemas que eu estava a passar.

No dia seguinte, abri 3 casas e comecei a acompanhar. Passado 1 mês, apareceu uma frequentadora que tem 5 filhos com uma primeira relação e os mesmos se encontravam com o pai. O seu esposo também não queria que ela mantivesse contacto com eles. Ela relatou que os filhos estavam a sofrer maltratos. Após a vivência da flor, ter feito a horta caseira e ministrado Johrei, o actual marido aceitou que os filhos viessem e ficassem com a mãe. Ela, que não conseguia engravidar com o actual esposo, conseguiu engravidar e o menino nasceu saudável.

Apareceu também uma outra frequentadora, cujo marido a abandonou numa casa que lhes foi entregue para controlar e cuidar. O marido arranjou outro relacionamento e abandonou os filhos. Depois dela ter participado da limpeza na administração do Camama, o marido voltou e ambos estão a frequentar a nossa igreja.

Um outro casal tinha muitos conflitos. O marido estava sempre a retirar as suas coisas de casa; brigavam até ao ponto de se ferirem fisicamente. Após a vivência de ikebana e acompanhamento com Johrei, os conflitos cessaram e ambos estão a frequentar a igreja.

Graças a esse acompanhamento, quando me dei conta, a minha vida também se organizou. Os meus filhos voltaram para casa e temos uma relação saudável!

Aprendi que, quando nos esforçamos e cumprimos obedientemente com as orientações, a nossa vida se transforma. Aprendi ainda, que colocando o belo em prática é possível mudar o mundo!

O meu compromisso é de participar na construção do Paraíso Terrestre, na formação do elemento humano e aprofundar na directriz do momento!

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados por terem me concedido a permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação!

Muito obrigada!

83 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário