“Com a sua visão limitada, o ser humano não…”

“Com a sua visão limitada, o ser humano não

consegue perceber o Plano traçado por

Deus, para corrigir o Céu e a Terra.”

Actualmente, estou a escrever sobre a situação real do Mundo de Miroku (5-6-7)[1], que propomos, e pretendo publicar o referido texto posteriormente. Todavia, no presente momento, desejo mencionar o processo de construção daquele mundo.

O Mundo de Miroku (5-6-7) é evidentemente o Reino dos Céus, profetizado por Cristo, e o Mundo de Miroku, pregado por Buda. Mas o fato é que esse mundo ideal está prestes a nascer. De acordo com minha intuição espiritual, os alicerces do Mundo de Miroku já estão concluídos no Mundo Espiritual. Por conseguinte, não há qualquer margem de dúvida que o referido mundo se projectará no Mundo Material em um futuro próximo. Realmente, nascemos em uma época muito venturosa! Ao considerarmos essa realidade, surge em nós um sentimento de imensa alegria.

A respeito da construção, é preciso saber que, para erigir um edifício suntuoso em um terreno onde já existe uma casa antiga, é necessário demoli-la. Naturalmente, entre os materiais usados, aqueles que forem úteis para a nova construção serão seleccionados e reutilizados, após serem lavados, purificados, lixados e remodelados. Mesmo na construção do Mundo de Miroku, que está prestes a se manifestar, acredito que ocorrerão fenómenos semelhantes. Relacionadas a tais fenómenos, de hoje em diante, surgirão situações diversas. Por exemplo: no que se refere a factos que, pela visão humana, estejam fora da lógica e que pareçam inúteis ou destrutivos, é preciso estar ciente de que eles constituem uma grande limpeza de impurezas e pecados. Tudo isso é concretização da Vontade Divina. Portanto, em se tratando de factos que não podem simplesmente ser julgados conforme a visão humana, as pessoas devem adotar uma atitude de profunda humildade e adaptar-se à essas mudanças.

Nós, que tomamos conhecimento desses factos por intermédio da intuição espiritual, devemos sempre tomar cuidado para não distorcermos a grandiosa Vontade Divina. Com base na correta visão de Deus, mesmo em meio a quaisquer processos destrutivos ou circunstâncias anormais, ainda não experienciadas pela humanidade, devemos aguardar o tempo, desfrutando da vida e alcançando o estado de paz interior – que é um direito inerente às pessoas que se dedicam à fé.

Esta minha forma de dizer um tanto vaga se deve ao facto de eu ainda não ter a permissão de expressar-me concretamente sobre o sentido oculto da profundidade de Deus.

Em suma, expus um pouco sobre como preparar o espírito para lidarem com o processo pelo qual, obviamente, será necessário passar antes da concretização do Mundo de Miroku.

Colectânea Série Jikan, vol. 12,

“A construção do Mundo de Miroku”, 30 de janeiro de 1950

O Pão Nosso de Cada dia pág. 24

 

[1] Segundo Meishu-Sama, os algarismos 5,6 e7 simbolizam, respectivamente os elementos fogo, água e terra e a sua combinação representa a actuação de Miroku Bossatsu, o Buda do futuro (Miroku Bossatsu ou Maitreya), que nascerá quando os ensinamentos de Buda Salyamuni tiverem sido esquecidos, para dar início a uma Nova Era e transformar este mundo em Paraíso.

123 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário