Senso de Justiça – 1ª Parte

Não é necessário mencionar, mas seria muito natural discorrer sobre esse tema. Na verdade, actualmente, o que é óbvio está sendo muito negligenciado e eu, portanto, me sinto obrigado a escrever sobre isso. Observando todos os aspectos da sociedade, podemos dizer que quase não se veem pessoas imbuídas do senso de justiça, as quais pensam exclusivamente em seus interesses em qualquer situação. Quando, às vezes, alguém fala em justiça, simplesmente é ignorado e tratado como antiquado, sendo até mesmo menosprezado.

Então, se as pessoas procederem pensando só em si mesmas, será que as coisas correrão bem? Muito ao contrário do esperado, ocorrem mais fracassos e mais desgraças do que sucesso. Apesar de viverem essa situação repetidamente, sem descon arem de nada, levam a vida normalmente. Esta é a realidade do mundo actual.

No entanto, a nosso ver, existe uma causa evidente que as pessoas não conseguem perceber. Qual seria essa causa? É justamente o que digo: a escassez do senso de justiça. A maioria dos seres humanos é prejudicada o tempo todo pelos maus pensamentos e, devido às máculas que envolvem sua alma, não conseguem enxergar o motivo dos fracassos e desgraças. Pela observação que venho realizando há longo tempo sobre a sorte ou a má sorte, não tenho dúvida sobre a sua compreensão. Onde se encontra, então, a causa fundamental da falta do senso de justiça? Sem dúvida, a causa é o desconhecimento da existência do Mundo Espiritual, que é invisível, mas existe verdadeiramente. Nesse mundo, existe a Lei de Deus, que, diferentemente da lei dos homens, julga as ações humanas com severidade e sem parcialidade. Lamentavelmente, por não saber que isso ocorre, o ser humano, mesmo ouvindo falar, não consegue acreditar e, assim, cria a causa da própria infelicidade, inconscientemente.

Dessa forma, as pessoas na maioria, são hábeis ao falarem, tentam mostrar apenas as aparências e sempre se esforçam arduamente, a m de mostrar um valor muito além do que possuem realmente. Não obstante, isso é inútil, pois como eu já disse, o olhar vigilante de Deus percebe o íntimo do ser humano e de sua boa ou má sorte, medindo com exatidão o bem e o mal.[…]

138 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário