Saudação do Presidente da Igreja Messiânica Mundial de África – Setembro de 2022

Culto Mensal de Gratidão de Setembro de 2022 | Dedicado à Coluna de Salvação – Belo

Saudação do Presidente da Igreja Messiânica Mundial de África

Reverendo Claudio Cristiano Leal Pinheiro

 

Bom dia a todos!

Todos estão a passar bem?

Parabéns pelo culto alusivo à coluna do Belo!

Gostaria de agradecer do fundo do coração pelo esforço sincero que todos têm feito em prol da expansão da Obra Divina através da prática do Johrei e dos ensinamentos do Messias Meishu-Sama por todo o nosso querido continente africano! Quero agradecer, em especial, pela preparação que está a ser feita para o culto anual dos Antepassados através das campanhas de limpeza nos lares, nas ruas, nas instituições, das montagens de hortas e vivências através da flor. Tudo isso são atividades essenciais para a construção do Paraíso terrestre a partir do interior de cada um de nós. É uma alegria muito grande poder estar com os senhores aqui hoje agradecendo ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama pelas bênçãos e purificações que vivemos no mês de agosto e recebendo luz e força para cumprirmos nossa missão de construção do Paraíso nesse mês de setembro que se inicia. Gostaria também de pedir uma salva de palmas para os novos membros que foram outorgados hoje. Sejam bem-vindos à família Messiânica! Vamos juntos ministrar bastante Johrei e  levar a luz do Messias Meishu-Sama para o maior número possível de pessoas. Tanto os que receberam o ohikari, como nossos pequenos que receberam o Shoko também ministrarem Johrei no papá, na mamã, aos amiguinhos, aos irmãos. Vamos cada vez mais iluminar o mundo através dessa luz do Johrei! Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama, nós podemos ver, através das experiências de fé, como essa luz está a ficar cada vez mais forte.

Os senhores gostaram das experiências? Mais uma salva de palmas para os nossos irmãos que relataram experiências aqui de Angola da província de Benguela e o Ministro Miguel, que fez um relatório dos milagres que estão a acontecer no Benim. Acho que tem um bocado de gente que a partir de hoje vai andar com a oração gravada no telefone e em qualquer momento que estiver enrascado e não puder fazer oração para Meishu-Sama, vai utilizar. Mas, é bom aprender a fazer a oração ao vivo também viu?  Essa experiência que ele relatou, nos mostra como a força para construir o Paraíso está a aumentar, como a intensidade da luz está aumentar cada vez mais!  Se  for para começar a relatar os milagres aqui para os senhores, eu vou ficar até final da tarde contando todas as experiências que recebi esse mês. Isso mostra que o mais importante, é o quê? É o nosso sentimento estar ligado com Deus e Meishu-Sama através do nosso compromisso com Eles! O nosso compromisso de nos colocarmos à disposição de Deus e Meishu-Sama para Eles nos utilizarem para fazer o nosso próximo feliz, conforme a experiência que ele contou da irmã que também estava sem compromisso depois que o renovou  e assumiu o plantão, começou a se preocupar realmente com seu próximo o conflito que tinha com o marido foi superado e ele lhe deu uma casa nova construída em nome dela! Isso para vermos  que basta se preocupar em servir o próximo e o mundo, dando o seu melhor, que naturalmente tudo se desenvolve na nossa vida. Nós precisamos sair do nível de praticar uma fé que só fica pedindo a Deus, fazer pedido, promessa para Deus para! praticarmos uma fé que visa participar na Construção do Paraíso Terrestre. Quando no dia-a-dia eu me preocupo em me dedicar na construção do Paraíso, naturalmente eu vou me tornando paradisíaco porque cada um se torna aquilo  a que se dedica no seu dia-a-dia. Por isso que é tão importante nós estudarmos os ensinamentos de Meishu-Sama estudarmos as experiências de fé para colocarmos em prática no nosso dia-a-dia também o que eu achei muito marcante no relato que o ministro Miguel fez quando ele disse que os sobas daquela região no Benim é que doaram o terreno para igreja ministro Veríssimo ontem também contou, e fez o relatório da difusão na república do Congo Brazzaville que recentemente nossa igreja recebeu a doação de mais um terreno lá doado pelos sobas do bairro, isso mostrando o quê? Que os ancestrais desses locais estão pedindo Messias Meishu-Sama por favor construa sua unidade aqui recebendo Meishu-Sama de braços abertos para concretizar a construção do Paraíso terrestre.

Hoje dia 4 de setembro na Sede geral da nossa religião no solo sagrado de Atami no Japão foi realizado o culto de 9 anos de falecimento da nossa saudosa terceira líder espiritual filha de Meishu-Sama Itsuki Okada que nós chamávamos de Sandai-Sama, nove anos, passou rápido nê? E achei bem interessante porque justamente hoje estamos fazendo esse culto alusivo a coluna do Belo, a terceira líder espiritual guiou nossa igreja nos liderou durante décadas sempre nos ensinando a cultivar uma fé que se liga a Meishu-Sama como o Messias, o salvador da humanidade. A terceira líder Sandai-Sama nos ensinou a cultivar essa fé aprofundando na prática do Johrei e aprofundando no estudo e prática dos ensinamentos de Meishu-Sama, Sandai-Sama também fundou baseado nas fotos das Ikebanas de Meishu-Sama no ano de 1972 há 50 anos atrás ela fundou a Academia Kadô Sanguetsu de vivificação através da flor para poder difundir essa arte da flor pelo mundo e hoje 50 anos depois meio século nós vemos a flor de Meishu-Sama fazendo essas maravilhas pelo mundo todo transformando o interior das pessoas transformando o ambiente como nós ouvimos nas experiências de fé hoje quando falamos da flor é a forma mais simples de nós praticamos o Belo e tornamos o belo acessível para o maior número possível de pessoas como nós ouvimos nas experiências nós podemos cultivar no nosso jardim tirar de lá, fazer a Ikebana com o objectivo de levar a felicidade para as pessoas claro que é muito importante nós termos as outras formas do belo nas nossas vidas: música, literatura, canto, dança, cinema, cerâmica cada um buscar o que se identifica mais mas na igreja nós temos um trabalho muito grande para aperfeiçoar nossa parte de cantos dos coros o teatro também são formas simples mas a flor ela transcendente religião filosofia qualquer coisa onde quer que haja pessoas precisa haver flores por isso é muito importante cada um de nós hoje renovar esse compromisso de participar na construção do Paraíso por meio das flores mantendo a flor na nossa casa no nosso local de trabalho.

Esse mês de setembro também a nível internacional é comemorado o que se chama de setembro amarelo, já ouviram falar disso? Setembro amarelo é o mês de prevenção ao suicídio o suicídio é algo que tem aumentado exponencialmente no mundo todo antes da pandemia já estava a crescer no pós pandemia piorou muito no mundo todo inclusive aqui na nossa sociedade angolana e africana em geral suicídio para os senhores terem uma ideia segundo a OMS (organização mundial da saúde) a cada 40 segundos uma pessoa se suicida no nosso planeta as pessoas desistem da vida acham que não tem jeito não vejo saída e eu acredito que a melhor maneira para nós prevenirmos o suicídio é cada um de nós cultivar a prática do altruísmo da gente se preocupar com o próximo com o mundo através das nossas acções através das nossas palavras muitas vezes a gente fala de qualquer jeito com as pessoas em casa, na igreja, na rua, você não sabe o que aquela pessoa está a viver às vezes aquela sua palavra estúpida é só o último pontapé para pessoa desistir da vida então nós precisamos ter muito cuidado com o nosso sentimentos, nossas palavras, com as nossas acções treinamos nos colocarmos no lugar das pessoas como Meishu-Sama fala, bondade cortesia não custam dinheiro e não faz falta ninguém quanto mais você cultiva mais você colhe nós vemos no mundo hoje cada vez mais uma cultura imediatista todo mundo quer tudo para ontem quer dinheiro quer ficar famoso quer isso e aquilo e não se preocupa pelos meios para alcançar os seus fins se tiver que pisar, atropelar tiver que matar alguém ele vai nós não podemos entrar nessa sintonia nós precisamos nos preocupar realmente.

Quando nós falamos de cultivar uma fé que se liga ao Messias Meishu-Sama é através do servir ao próximo, do servir ao mundo. Muitas vezes,  mesmo estando na igreja há muito tempo,  ainda temos uma noção errada de que cultivar a fé é só quando eu venho na igreja rezar! Para nós messiânicos, cultivar a fé é no nosso dia-a-dia principalmente em casa, no trabalho, na escola, na rua. Nós nos tornarmos pessoas que Deus e Meishu-Sama podem realmente utilizar para transformar os locais onde  frequentamos, transformar a vida das pessoas ligadas a nós. Muitas vezes  estamos no trabalho e falamos : ” Ah, eu não tenho tempo de dedicar!”, ou às vezes a pessoa até faz donativo direito mas, no seu local de trabalho ele não está preocupado em construir o Paraíso Terrestre a partir dali.  Se eu acredito em Deus, acredito que Deus e Meishu-Sama me deram meu emprego, então a partir desse lugar, além de  tirar o sustento para a minha família e de fazer o donativo,  o que  estou a fazer para transformar a vida das pessoas que trabalham comigo? Qual o meu papel na construção do Paraíso a partir de onde eu trabalho, a partir de onde eu moro, dos locais que  frequento? No caso dos jovens, dos estudantes, a partir de onde estudam. Tudo que acontece na nossa vida é de acordo com a Lei da afinidade . Nós realmente  precisamos cumprir nossa missão a partir de onde Meishu-Sama nos levar e digo para os senhores que uma das formas mais simples de fazer isso é através da flor!

Teve uma experiência que aconteceu em Moçambique que eu queria compartilhar com os senhores. Foi com  um jovem missionário, Diamantino Pedro Isaú Oliveira Notiço. Ele é membro desde 2005, chegou na igreja adolescente  e cresceu na igreja. Ele relatou:

” Gostaria de compartilhar a mudança que verifiquei através da prática de manter E distribuir a flor no local de trabalho. No mês de março de 2021, após mais uma decisão do governo em manter as medidas de mitigação para evitar a propagação da covid-19, os cultos religiosos foram abrangidos. Nesse período, no meu local de trabalho, o ambiente era deveras conflituoso em virtude de intrigas e desentendimentos entre os colegas, inclusive comigo. O ambiente era pesado que até apelidamos de guerra fria, pois reclamávamos muito de um colega sempre que esse não estivesse e esse ambiente propagou-se para todos, ou seja, sempre eram apontados os defeitos do colega que não estivesse no local de trabalho, uma vez que no nosso local de trabalho foi adotado o regime de rotatividade em face do cenário acima. Após uma reflexão profunda, percebi que eu devia mudar minha postura, pois a relação laboral estava cada vez mais periclitante.

Iniciei por manter o local de trabalho limpo, começando sempre por  limpar a minha secretária e os demais pontos do posto de trabalho. Sempre que viesse à igreja, adquiria Ikebanas para manter no serviço. Assim, a Ikebana despertou o interesse de alguns colegas que procuravam entender a razão de semanalmente ou quinzenalmente eu sempre levar flores diferentes.”. Muitas vezes, principalmente para nós homens, os homens são mais preconceituosos e pensamos que se levar flores para o trabalho vão pensar o quê de mim. Não é assim? Mas, mostrando que nós precisamos levar a flor, o próprio Meishu-Sama fazia aa ikebanas na casa dele! A flor é para todo mundo fazer, levar e distribuir! Não pode ter essa conversa de vergonha de levar Ikebana aos outros lugares! “Expliquei que levava a flor com o objetivo de tornar o local mais belo e harmónico. Um dia, em tom de brincadeira, uma das colegas disse que eu só levava flores para mim. Com essa afirmação, despertei o sentimento de distribuir flores no local de trabalho e comprei mais Ikebanas do que o habitual. Ofereci aos três colegas que aceitaram e  assumi como a minha tarefa oferecer permanentemente  a cada duas semanas ou sempre que conseguisse obtê-las na Igreja, tendo em conta que ainda estávamos no pico da pandemia. Dessa forma, iniciou a minha dedicação no mês de maio de 2021 e comecei a notar que o ambiente de trabalho progressivamente apresentava melhorias. Os mal entendidos foram desfeitos, começamos a conversar mais e a reclamar menos. Em particular, sempre que sentisse que algo estivesse a correr mal, procurava agradecer ao máximo, principalmente quando olhasse para a Ikebana na minha secretária, pensava que o objetivo dela estar ali era para tornar o local paradisíaco e para tal, eu próprio devia me comportar assim e manifestar esse sentimento paradisíaco. Entretanto, para além da paz laboral que se foi instalando, ocorreu algo especial. As três colegas que recebiam permanentemente as Ikebanas, tiveram a permissão de merecer promoções e alterações nas carreiras profissionais que mudaram substancialmente as suas vidas! Com a permissão do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama, esse facto despertou-me bastante atenção porque para as colegas abrangidas, a mudança profissional foi algo inesperado, ou seja, um autêntico milagre! Com essa graça na vida delas, outras três colegas passaram a receber as Ikebana com muita alegria. Paralelamente, o meu posto de trabalho é bastante alegre. Os colegas, as pessoas que inclusive já não me dirigiam a palavra, hoje somos verdadeiros colegas. Eu próprio não acredito às vezes, porque passamos o dia do trabalho a rir e em paz como se em momento algum tivéssemos já sofrido num ambiente de desentendimentos como era antes. Uma das minhas colegas que teve a permissão de beneficiar da promoção profissional, decidiu conhecer a igreja.

Sinto que na Obra Divina, o mais importante é se deixar conduzir pela Vontade de Deus. Através do relato acima, aprendi que a flor, mais do que servir para tornar qualquer ambiente Belo, é uma verdadeira base para a construção do Paraíso e para o despertar da felicidade de cada um de nós. Reafirmo o compromisso assumido quando me tornei membro, bem como pelos anos na fé Messiânica, de continuar a aprender e aprofundar cada vez mais no servir como forma de me tornar mais útil à Obra Divina, sendo utilizado como instrumento do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama para ajudar a encaminhar mais pessoas. Já formei mais de 100 membros e atualmente assisto  três membros! “.

Essa experiência do irmão Diamantino é um exemplo muito bom para nós sobre a  prática da fé a partir do nosso local de trabalho. Esse compromisso de participar na Construção do Paraíso, de transformar a vida das pessoas que têm relação connosco. Nós ouvimos o ensinamento de hoje: «Uma consideração sobre o Paraíso Terrestre» e tem um trecho que Meishu-Sama fala:

“Gostaria de falar em especial sobre as diversões. Nesse campo, o belo precisa ser muito mais estimulado, pois o cultivo da consciência do Belo é o que há de mais útil para a melhora dos sentimentos humanos.”.

Quando fala aqui “sentimentos humanos”, que é a opção de tradução para o termo jyouso, utilizado por Meishu-Sama, refere-se a um complexo de emoções  que compreendem valores sociais de cunho cientifico, artístico, religioso e moral. Alem da emoção despertada por meio da apreciação de obras artísticas e musicais, refere-se ao sentimento equilibrado, capaz de serenar a alma e impulsionar a acção.

Por isso que é tão importante a dedicação que nós temos feito de limpeza das ruas, de manter a nossa casa limpa, arrumada e com flores em todos os cómodos. É muito importante todos nós nos preocuparmos em fazer o curso de Ikebana para aprofundarmos nessa arte da flor para que nós possamos cada vez levar para o maior número possível de pessoas. À medida que aumentar o número de famílias, de instituições onde a Ikebana faça parte do dia-a-dia das pessoas que estão ali, os conflitos, esse ambiente pesado vai sendo dissolvido naturalmente pela luz emanada das flores.

Então, gostaria que nós a partir de hoje procurássemos aprofundar mais ainda nessa coluna de salvação através do Belo como preparação para o nosso Culto Anual dos Antepassados no próximo dia 2 de novembro.

Mais uma vez muito obrigado! Gostaria que durante a oração dos antepassados mentalizássemos a nossa terceira líder espiritual Sandai-Sama (Itsuki Okada) agradecendo pela sua existência e pedindo a Deus e Meishu-Sama que ela possa cumprir cada vez melhor sua missão a partir do mundo espiritual!

Muito obrigado! Feliz mês de Setembro para todos os senhores!

Muito obrigado a todos!

 

151 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário