“Sinto que ganhei uma nova vida graças a decisão de cumprir com as orientações…”

👨🏽‍🦱 *ANTÓNIO CAPENDA SANTOS* | REGIÃO LESTE – JOHREI CENTER DE CALONDA

📍PROVÍNCIA DA LUNDA-NORTE

🇦🇴 ANGOLA

Sou missionário e dedico como responsável do Johrei Center.

Conhece a Igreja Messiânica em 2005 por intermédio de um missionário.

Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram doenças, conflitos familiares e conjugais e problemas com delinquência.
Antes de conhecer a Igreja em 2005 tive relações amorosas com duas jovens ao mesmo tempo e as duas ficaram grávidas. Essa situação gerou muitos conflitos com os pais das moças. Assim, tive de assumir as duas e passar a morar com elas. Eu que dependia da ajuda da família, comecei a ter muitas dificuldades financeiras o que obrigou a ingressar num grupo de marginais do meu bairro.

Com esse grupo comecei a participar em roubo de energia eléctrica. Vendíamos a energia nas casas das pessoas que não tinham contractos com a empresa fornecedora a um preço de 50 USD. Esse trabalho era feito tarde da noite, começávamos às 23 horas e parávamos às quatro (4h) da manhã. Passava todo o dia dormir e a noite repetia a mesma rotina. Várias vezes fomos perseguidos pela polícia até que certo dia quase fui baliado. Uma semana depois, enquanto mexia em instalações eléctricas, apanhei um choque eléctrico que me deixou inconsciente desde ás 6 horas até às 18. Recobrei os sentidos, mas três dia voltei às mesmas práticas.

Em 2006 as duas moças que moravam comigo deram luz. Pela minha situação financeira, não conseguia sustenta-las e vendo a situação, o pai da moça mais jovem decidiu junto com a sua família que a jovem não devia mais morar comigo. Ela foi levada e eu fiquei apenas com a mais velha. Nesse meio tempo, a minha família e a família dela reuniram e definiram que eu tinha de fazer os deveres do alambamento. Esse facto consumou-se em 2007. Conseguimos passar a ter uma relação saudável e já estamos a preparar o casamento que está marcado para Julho de 2024.

Depois do pedido, o meu amigo, que também era colega nas práticas de roubo, apareceu em casa para fechar mais um plano de trabalho. Mas nesse dia, ele começou a relatar experiências de fé, falava dos milagres que ele tinha vivenciado na Igreja Messiânica. Impressionado com a conversa, nasceu em mim o desejo de fazer parte da igreja. Consultei a minha esposa e ela aceitou. Assim começamos a frequentar.
Na igreja fui recebido pelo responsável que nos orientou as práticas básicas da fé.

Não tive dificuldades em cumprir as orientações, e em duas semanas de frequência a minha vida começou a mudar para melhor.

A experiência de fé que tenho a partilhar com os senhores está relacionado com a protecção do Messias Meishu-Sama.

No mês de Agosto recebi a tarefa de cuidar do Johrei Center do Calonda que se localiza a 7 km com o Município Sede. Durante este período não conseguia cumprir taxativamente com a orientação alegando que não tinha tempo devido ao trabalho. Assim, o movimento da unidade decaia cada vez mais.

Em Novembro deste ano, recebemos o ministro da área que orientou a fazer uma programação que serviria como a base para o acompanhamento da unidade. Recebi a orientação com gratidão e em seguida fiz a programação. Estruturei uma nova equipe e na reunião fiz a leitura de um trecho do livro “Visão para a Expansão”, que dizia que se a unidade não desenvolve a culpa é do responsável. Desse modo, pedi a todos que me ajudassem e passamos a realizar campanhas de limpeza nas casas dos membros e nas ruas. Passamos a fazer também montagem de hortas caseiras, limpeza nos arredores da unidade religiosa e distribuição de flores de luz no mercado. Graças a Deus, frequência da unidade começou a melhorar; a gratidão também subiu e muitos frequentadores estão a confirmar-se as suas outorgas.

No dia 4 de Dezembro recebemos a responsabilidade de albergar um encontro de com todos os responsáveis de unidade religiosas. No dia 8, isso numa sexta-feira, eu tinha de aplicar provas aos meus alunos, pois trabalho como professor, por isso comuniquei ao responsável da área que não estaria disponível para o encontro naquele dia, mas só no dia seguinte.

No dia seguinte, sábado, fui até à paragem e subi num carro que ia em direcção à unidade religiosa. Haviam um total de seis ocupantes no percurso da viagem ao descer uma inclinação de repente apareceu uma motorizada no meio da estrada recordo que só comecei a gritante Meishu-Sama, Meishu-Sama, Meishu-Sama o carro capotou e todos os seis ocupante saímos são salvos já não continuei com viagem voltei de imediato e fui agradecer com um donativo especial.

Antes eu não acreditava muito nas experiências de fé que ouvia sobre protecção em acidentes, mas vendo a acontecer comigo acabou com as minhas dúvidas sobre a protecção que Meishu-Sama concede aos que fazem o trabalho da Obra Divina. Frisar que se os irmãos observarem as fotos do estado da viatura, penso que será difícil acreditar que eu e os outros ocupantes da viatura saímos ilesos.

A minha gratidão é incomensurável e não me deixou exitar em pedir dispensa do serviço para poder peregrinar à Sede Central de África e participar do Culto de Natalício do Messias Meishu-Sama. O que mais me deixou espantado, é que antes a chefia tinha muita relutância para aceitar os meus pedidos de dispensa, mas desta vez olhou para mim e disse com tom carinhoso: “Você precisa descansar por alguns dias pois parece mesmo cansado!”. No mesmo dia, fui à unidade religiosa materializei um donativo especial de gratidão.

Sinto que ganhei uma nova vida graças a decisão de cumprir com as orientações superiores.

Agradeço a Deus e Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela protecção que me concedem todos os dias para seguir a minha missão.

Muito obrigado!

191 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário