Aquilo Que Aprendi Com Meu Pai, Meishu-Sama- Parte 1

Meu pai tinha por principio deixar os filhos agir livremente. Entretanto, sabíamos que ele possuía um caloroso sentimento paternal mesmo que não o expressasse por meio de palavras. Desde criança, sempre fui muito sensivel e, por isso, logo percebia esse sentimento. Fle jamais procurava impor sua autoridade paterna e respeitava nossa opinião, dizendo: “As crianças rianças têm sua própria maneira de pensar.”

Um filho

Reminiscências sobre Meishu-Sama vol. 3

51 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário