O Planeta Terra Respira

Todos sabem que os seres vivos respiram. Na verdade, a respiração é uma propriedade de todos os seres, até mesmo dos vegetais e dos minerais. Se eu disser que a Terra também respira, muitos poderão achar estranho; todavia, com a explanação que farei a seguir, tenho certeza de que concordarão comigo.

De fato, a Terra respira uma vez por ano. A primavera é quando ela começa a soltar a respiração, e tal processo atinge o ponto máximo no verão. O ar que ela expira é cálido, como a respiração do ser humano, e isso se deve à irradiação do próprio calor da Terra. Na primavera, essa irradiação é mais intensa, e tudo começa a ser formado, primeiramente as plantas e as árvores. Nessa estação, todas as coisas se desenvolvem em direção ao alto, e o ser humano também se sente mais animado. Com a chegada do verão, a vegetação se torna mais viçosa e chega ao seu ápice. A partir de então, a Terra começa a inspirar, e a vegetação seca e cai. Todos os seres entram em um processo de declínio; e o próprio ser humano torna-se mais sereno. O inverno é quando esse estado alcança o ponto culminante. Assim é a Grande Natureza.

O ar que a Terra expira é a energia espiritual da terra, cuja denominação científica é nitrogênio; graças a ele, a vegetação se desenvolve. O nitrogênio se eleva até entrar em contato com o ar e aí se acumula, retornando ao solo em forma de chuva. Este é o fertilizante natural, à base de nitrogênio. Por essa razão, é errado retirar o nitrogênio do ar e utilizá-lo como adubo. É verdade que, com a aplicação de fertilizante à base de nitrogênio, se consegue um aumento momentâneo de produção, mas o uso prolongado acaba “viciando” e enfraquecendo o solo. Com o excesso de nitrogênio, a própria força de atividade do solo diminui. Como é do conhecimento geral, o fertilizante à base de nitrogênio foi desenvolvido na Alemanha, durante a Primeira Guerra Mundial. Em tempos de guerra, por causa da necessidade momentânea de aumentar a produção de alimentos, ele atinge o objetivo; com o fim do conflito e o consequente retorno à normalidade, sua utilização deveria ser suspensa.

As manchas solares, que, desde os tempos antigos, têm sido assunto para muitos debates, representam a respiração do Sol. Dizem que as manchas solares aumentam de intensidade de onze em onze anos, e isso se dá porque a expiração chegou ao auge. Com relação à luminosidade da Lua, considera-se que ela é o reflexo da luz do Sol. Devemos saber que, da mesma forma, a combustão do Sol depende do elemento água, proveniente da Lua. As fases lunares têm ciclos de vinte e oito dias, que representam a respiração da Lua.

Colectânea Assuntos sobre Fé, 5 de Setembro de 1948

Alicerce do Paraíso vol. 5
_____

() Título anterior: “O globo terrestre respira”.

51 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Experiência de fé do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário