Ana João António
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Chamo-me Ana João António, C9AEF61D-CBBA-49D0-9FF5-61B2C815025Ctenho 49 anos de idade resido em Luanda, Bairro 6, município de Viana, sou missionária e dedico como assistente de administração do Núcleo de Johrei do Bairro 6.

Conheci a Igreja Messiânica Mundial em Maio de 2008 por intermédio da senhora Madalena Manuel, membro da nossa igreja.

Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram doença, pobreza e conflitos familiares.

Sofri de dores no corpo, febres constantes, tinha feridas na boca, na ponta dos seios e dentro do peito. Na época, todos os exames que fazia não acusavam nada e por duas vezes os resultados das análises desapareceram do hospital. Procurei também tratamento em casas de quimbandas, nos quais fui submetida a vários rituais, gastei avultada soma em dinheiro e bens materiais, mas sem solução. Este sofrimento durou um ano causando extrema pobreza a minha vida.

Os conflitos familiares começaram quando o meu irmão passou a viver como inquilino numa das minhas casas. Toda vez que fosse  cobrar o dinheiro do aluguel, em resposta dizia-me:

– Não tenho dinheiro, além do mais, a casa não é sua é do teu falecido marido.

Ficava revoltada e acabávamos por brigar. Por fim, deixei de lá ir, até que meu irmão decidiu sair e alugar outra casa por 6 meses sem liquidar a dívida.

Encontrava-me sempre com a irmã Madalena quando fosse ao hospital, onde falou-me sobre a Igreja Messiânica e como melhorou através do  Johrei. Foi então que convidou-me a  para conhecer esse caminho da salvação. Foi neste quadro de sofrimento que fui encaminhada a igreja Messiânica, onde fui recebida pelo plantonista que depois de ouvir-me atentamente orientou-me o seguinte.

➢ Receber 10 Johrei por dia;
➢ Manter a flor de luz em casa;
➢ Fazer a prática do sonen;
➢ Assistir aos cultos matinais e vesperais.

Cumpri com estas orientações sem nenhuma dificuldade, em menos de um mês tudo o que estava a sofrer ficou ultrapassado.

Como gratidão pelas graças recebidas fiz o donativo de ingresso na fé e de outorga, tornando-me membro com o objectivo de servir melhor na Obra Divina.

A experiência de fé a seguir está relacionada com a prática do donativo diário de forma correcta.

Tudo começou numa visita efectuada pelo responsável do Johrei Center à nossa unidade, para realizar o Culto Dominical. Durante a palestra, sobre a necessidade dos fiéis fazerem correctamente o donativo diário com um valor definido e durante 30 dias sem falhar. Assim sendo, passei a colocar em prática, fazendo uma meta diária e venho experimentado esta prática há 9 meses. Indo a igreja ou não o donativo é feito e quando vou a nave levo todos os envelopes para materializar o donativo.

Antes de começar a fazer o donativo diário e outros donativos correctamente, passava muitas dificuldades financeiras. Actualmente com esta prática diária já não falta comida, consigo comprar o básico para casa. Desde o dia que experimentei materializar a gratidão correctamente, os negócios evoluíram e jamais parei; Hoje os clientes não falham e chegam em maior número; Os meus irmãos  apoiam-me com frequência.

Com isso, despertei para também orientar as pessoas que estou a acompanhar, neste momento duas estão a praticar regularmente, segundo o relato delas, e também saíram das dificuldades financeiras. Para agradecer todas estas mudanças materializei o donativo especial.

Aprendi que quando colocamos as orientações dos nossos superiores em prática tudo na nossa vida se harmoniza.

Meu compromisso é aprofundar cada vez mais nas práticas básicas da fé messiânica e participar na construção do Templo Messiânico. Sou cadastrada e tenho a horta caseira.

Por permissão do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama encaminhei 70 pessoas à igreja, das quais 3 são membros. Cuido de 3 casas sendo duas de membro e uma de frequentador num total de 9 pessoas.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação. Em especial a irmã Madalena Manuel que foi utilizada como instrumento para o meu encaminhamento.

Muito obrigado.

Leia também: