Julieta da Conceição da Cruz Miguel – CA Cazenga/Luanda_Angola

Chamo-me Julieta da Conceição da Cruz Miguel, sou frequentadora e dedico no Centro de Aprimoramento do Cazenga.

Conheci a Igreja Messiânica em setembro de 2019, através de uma membro. Os motivos que estiveram na base do meu encaminhamento foram: doença e perturbações mentais. Sobre doença, eu sofria de muitas perturbações mentais por ter perdido uma filha e que provocava muita dor de cabeça frequente. Certo domingo, eu vinha do Benfica em visita da minha obra de construção da residência, quando no autocarro me deparei com os irmãos messiânicos que me pediram se aceitaria receber um Johrei, sendo bênção de Deus, eu aceitei e autorizei ministrar Johrei. Na altura eu sentia dor de cabeça, mas no fundo, já sofria de outras doenças tais como: gastrite estomacal, dor nos rins e na coluna, não só, como sofria também de dores de bexiga, do útero e sentia-me muito pesada que não me permitia fazer longa caminhada. Com a morte da filha a situação piorou.

Fiz tantas consultas médicas, diziam-me que eu tinha três miomas, o que me provocava menstruar todos os meses, mesmo com meio século de idade que tenho, tomei tantos medicamentos, não houve solução. Eu reclamava; Deus, por que está a acontecer isso comigo? As jovens que precisam não recebem. Pedia constantemente a Deus, que parasse com esta situação, mas não parava, sentia muita vergonha com as censuras das pessoas que me perguntavam; Tia, com essa idade estás a menstruar? Eu não podia dizer nada porque é uma doença.

Sobre o conflito existia desunião com uma das minhas irmãs e sua filha que não nos entendíamos. Fui sempre odiada por elas, por possuir muitos bens, que eu adquiria dos meus trabalhos de comércio que praticava. É de salientar, tudo que eu ganhava, distribuía a todos eles por igualdade e apoiava todos os eventos familiares e de outras pessoas amigas, mas nem com isso ficavam satisfeitas.

Foi nesse quadro de sofrimento que meus antepassados me fizeram chegar a irmã Catarina e mais outras pessoas da Igreja Messiânica e me encaminharam. Na igreja fui recebida pelo plantonista, fiz a reflexão profunda, depois de ouvir o meu relato, orientou-me o seguinte:

  • Receber 10 Johrei por dia,

  • Dedicar na nave e no banheiro,

  • Manter a flor de luz em casa,

  • Participar nas marchas de assistências e visitas religiosa nas casas de outros frequentadores,

  • Peregrinar aos locais de maior luz e praticar os donativos de gratidão.

A experiência de fé que passo a relatar aos irmãos está relacionada com obediência no cumprimento das dedicações das orientações superiores, o recebimento do Johrei, donativos de gratidão e encaminhamento de outras pessoas.

Cumpri com essas orientações sem vacilar, em duas semanas, os três miomas que provocavam o estado menstrual, desapareceram, as dores de bexiga pararam, e com isso ganhei força de intensificar as minhas dedicações. Antes recebia o Johrei com dúvidas, com a leitura de várias experiências de fé de alguns irmãos, fui comprovando a verdade da Igreja Messiânica e as dúvidas foram ultrapassadas. Agora sinto-me outra pessoa, passados os quatro meses, todos os sintomas desapareceram, ando longa distância e não sinto o peso que eu sentia antes. Os maus sonhos e marido noturno cessaram e agora sinto-me bem.

Durante o tempo que intensifiquei as minhas dedicações por orientações superiores, fui realizar limpeza na casa do meu filho que estava muito doente, coloquei uma mini Ikebana, orei com ele em nome do Messias Meishu Sama, e pratiquei um donativo de gratidão pela purificação que estava passar, na hora provocou-lhe uma diarreia e depois ficou curado. Ele que não tinha força de ir trabalhar preparou-se, saímos juntos e fomos ao banco, me garantiu a minha passagem e foi trabalhar. Cheguei a Sede Central agradeci com donativo.

O outro filho que tinha concorrido para um emprego no estado, há quatro anos, e que o nome não saía, através destas dedicações o seu nome consta na lista dos que vão entrar no mês de fevereiro.

A filha que pertence a uma outra igreja, corria o risco de parar no bloco operatório porque tinha dificuldades de ter o bebé, no mesmo dia comuniquei ao meu orientador, e mandou-me fazer um donativo de gratidão pela purificação, tirar a preocupação desta situação, ficar tranquila, aguardar que Deus vai operar. Para mim parecia ser enforcada, pensando no que já tivera acontecido na minha outra falecida filha. Mas, com a tranquilidade recebida do meu orientador, fiz também uma dedicação de distribuição de flores, a filha teve o bebé sem problema. Senti uma grande alegria no coração.

Outra ocorrência, minha irmã, com quem nos odiávamos e junto com sua filha, agora há paz na casa dela.

Sou muito grata por ter a permissão de receber de Deus, do Messias Meishu-Sama e de meus Antepassados a graça de me encontrar com os irmãos messiânicos.

Aprendi que quando nos entregamos na fé messiânica de corpo e alma, os nossos espíritos e corpos são purificados para o bem e também dos nossos Antepassado se elevam muitos degraus no mundo espiritual. Meishu Sama é o Messias esperado pela Humanidade e o Johrei é a medicina do século XXI. Estou cadastrada, tive a permissão de receber em minha casa os irmãos messiânicos que fizeram a limpeza profunda, já encaminhei 57 pessoas na igreja, já conclui o donativo de ingresso na fé e de outorga.

Comprometo-me em continuar a intensificar as dedicações de encaminhamento para participar na formação das 100.000 famílias convictas.

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama meus antepassados por me garantirem a protecção da vida que tenho hoje.

Muito Obrigada!

74 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário