Culto Mensal de Gratidão de Maio de 2020 – Palestra do Reverendo Claudio Cristiano Leal Pinheiro

Saudação do Presidente da Igreja Messiânica Mundial de África

Reverendo Claudio Cristiano Leal Pinheiro

3 de Maio de 2020

 

Bom dia a todos!

Os senhores estão a passar bem?

Muito obrigado pela participação dos Senhores nesta oração em sintonia com o Culto Mensal da nossa Sede Central de África.

Eu gostaria de agradecer aos senhores, do fundo do coração, por todo o esforço que  têm feito em prol da expansão da Obra Divina, dos ensinamentos do Messias Meishu-Sama e do Johrei por Angola, por toda a África.

Nós estamos hoje a agradecer ao Supremo Deus e ao Messias Meishu-Sama pelas graças recebidas no mês de abril, pedindo permissão e proteção para cumprirmos a nossa missão durante o mês de Maio.

Recebemos uma notícia muito triste! No último dia 29 de abril, nosso querido presidente mundial da igreja, o Reverendo Masayoshi Kobayashi, faleceu aos 77 anos de idade. Ele estava a purificar desde junho do ano passado e apesar dessa purificação, continuou firme a nos orientar, a nos guiar. Uma pessoa que dedicou toda a sua vida à Obra Divina. Filho de pioneiros da nossa igreja, recebeu o Ohikari ainda jovem, tornou-se integrante na obra divina aos 26 anos de idade, ou seja, mais de meio século de dedicação integral à expansão do Johrei e dos ensinamentos do Messias Meishu-Sama. Quando o Reverendíssimo Tetsuo Watanabe faleceu ele já dedicava com ele há muitos anos como chefe de gabinete, como braço direito.

Ele assumiu a nossa igreja e durante esses 7 anos, veio nos guiando com muita seriedade, muito amor e muita responsabilidade diante dos Ensinamentos de Meishu-Sama, do Johrei dos Solos Sagrados. Responsabilidade de sempre estar a nos levar a ter uma fé centralizada em Deus e no Messias Meishu-Sama. Apesar da Purificação, desde o ano passado como eu disse, ele continuava a orientar a nossa igreja. Ele faleceu de forma bem serena em sua casa.  Chamou a esposa e pediu para abrir a janela, perguntou que dia era, olhou para ela e falou: “Omakase!” o que seria: “Confio” “Deixo nas mãos de Deus”. Então ele fechou os olhos e fez a sua passagem de forma bem serena! Cumpriu a sua missão aqui. Então eu sinto que nós precisamos agora, dar tranquilidade a Meishu-Sama e para o espírito do Reverendo Kobayashi, dando continuidade à essa obra centralizada em Deus e no Messias Meishu-Sama.

Gostaria agora de pedir aos senhores para fazermos um minuto de silêncio em homenagem a memória do nosso Presidente Mundial. (minuto de silêncio).

Com certeza ele vai ficar tranquilo com o compromisso de todos nós levarmos o Johrei e os Ensinamentos de Meishu-Sama para toda a humanidade. Acredito que a melhor forma que temos de agradecer à existência do Kobayashi Sensei é seguirmos essa fé centralizada em Deus e no Messias Meishu-Sama. A última palestra que ele nos deixou foi transmitida no dia 1, ele preparou com antecedência como se tem feito. No dia 1 de Maio no solo Sagrado de Atami, os que participaram do Culto através da transmissão online, conseguiram ouvir o Ensinamento que foi esse: “Johrei e felicidade”. Eu achei bem interessante porque nesta última palestra, ele deixou bem claro a missão nossa em relação ao Johrei e aos Ensinamentos de Meishu-Sama.

No ensinamento que ouvimos hoje “Johrei e felicidade” Meishu-Sama ensina:

Embora possa parecer que o Johrei da nossa religião tem por objectivo a cura das doenças, na verdade, não é só isso. Ele tem um significado muito maior, sobre o qual vou escrever. Em poucas palavras, poderíamos dizer que ele é um método de criar felicidade. Isso porque, simplesmente falando, a doença, na verdade, é purificação. Nem preciso dizer que a purificação é o processo de eliminação das nuvens do espírito. E não é só isso: trata-se de um processo que leva à erradicação de todos os sofrimentos do ser humano.”.

Ou seja, o Johrei é um processo para erradicar, para eliminar na raiz todo o sofrimento da humanidade.

 Meishu-Sama continua: “Costumo ensinar que a doença, a pobreza e o conflito são formas de purificações. No entanto, dentre os processos purificadores, a doença é o mais importante porque ela tem relação com a nossa vida e quando conseguirmos resolver o problema da doença, a pobreza e o conflito serão naturalmente solucionadas. Posto que isso é fundamental para se alcançar a felicidade, está muito claro que a causa da infelicidade são as nuvens do espírito e o meio mais infalível de solucionar os problemas é justamente o método para eliminar as nuvens do espírito. Por esse motivo, conforme disse no início, o Johrei não visa somente a cura das doenças. Vou tecer explicações mais detalhadas a respeito.

 Em concordância com o que já escrevi em outras oportunidades o corpo material do ser humano respira no mundo material e o espírito vive no mundo espiritual. Sendo assim, a situação do mundo espiritual influi diretamente no espírito e se reflete no corpo físico de modo que o destino do ser humano se origina no mundo espiritual.

De forma idêntica ao mundo material o mundo espiritual está constituído de numerosas camadas: superiores, intermediárias e inferiores. A grosso modo, o Mundo Espiritual é formado por três planos, cada plano possui 60 camadas que se subdividem em três cada qual com 20 camadas. Ao todo são 180 camadas mais uma acima de todas ocupada por Deus. Temos, pois, 181 camadas. Qualquer divindade por mais elevada que seja acha-se numa das 180 camadas. (…)

 (…)Como se vê, a camada em que se encontra o espírito de uma pessoa se reproduz fielmente em seu destino. Por esse motivo ela deve estar atenta para elevar a cada vez mais, elevar o espírito cada vez mais.

À medida que o espírito se eleva, proporcionalmente os sofrimentos diminuem e a felicidade aumenta, isto porque os sofrimentos decorrentes da purificação, se tornarão desnecessários. Por esse motivo, enquanto o corpo espiritual estiver nas camadas inferiores é inútil apelar para a inteligência e envidar esforços porque esta é a inexorável Lei Divina, assim como é a Lei do Espírito Precede a Matéria”.

O que é Johrei!? “Joh” – Purificação “Rei” – Espírito.  Quer dizer: Purificação do Espírito.

Purificando o espírito através da luz do Johrei, queima as maculas, dissolve às toxinas que são eliminadas e o espírito se eleva. Assim, a pessoa se eleva. Cada vez ela vai para um nível onde vai ter mais felicidade. Por isso nós precisamos aprofundar nessa purificação do espírito através do Johrei, através da leitura dos ensinamentos, através do contacto com a arte de alto nível, através da alimentação natural, através da Prática do altruísmo. Porque quando praticamos o mal, o ódio das pessoas vem e suja o nosso espírito; e assim caímos espiritualmente. Quando praticamos o bem, a gratidão das pessoas purifica o nosso espírito e dos nossos antepassados e nós nos elevamos.

Por isso a experiência, e eu quero agradecer ao irmão Bernardo que nós chamamos de irmão Nadinho, pela experiência de fé maravilhosa que foi lida para nós hoje mostrando o sofrimento que ele viveu durante cinco anos. Imagina um jovem que não consegue andar durante cinco anos! E a postura de amor da nossa irmã Regada de oferecer o Johrei para ele, uma pessoa que nem conhecia. Chegar numa casa que nem conhece, perguntar se pode fazer uma oração em japonês e levantar a mão. E à medida que foi recebendo Johrei, ele conseguiu voltar a andar e ao fazer um exame, as vértebras se refizeram. Isso é coisa para nós estudarmos; quem é da área de saúde quem quer pesquisar! Como é que mudou a vida dele assim!? Cinco anos de sofrimento e ele ganha uma vida nova através do Johrei!E mais importante do que ter melhorado a saúde, é ele ter despertado para servir o próximo. E aí ele entrou na dedicação de encaminhar, formar pessoas, seguir o caminho missionário. Mas nós vimos como o Johrei transformou a vida dele e da família.

Que alegria para uma mãe, para um pai, para os irmãos, para todo mundo, ver o filho sair daquele quadro e ter um futuro, ter perspectiva, ter esperança, algo que pensamos que não tinha mais jeito. Então nós precisamos levar essa luz do Johrei para o mundo! Nesse momento difícil que as pessoas, que o mundo todo está a viver, de principalmente medo, desesperança, nós precisamos mostrar que existe um caminho para nós sairmos desse quadro de sofrimento. Vamos aprofundar no Johrei, nos ensinamentos e nas práticas básicas que Meishu-Sama deixou para nós.

Nessa fase, recebemos já centenas de relatórios, testemunhos que estão a acontecer em toda a África e no mundo, de nossos irmãos messiânicos, também dos outros continentes. Nessa fase, todos estão a aprofundar mais ainda no que é básico a partir de nossas casas.  Estamos a ver mudanças fortes nas nossas vidas. Estou a notar que muitos membros estão a conseguir despertar os familiares para poderem praticar também; estão a conseguir atrair outras pessoas, mesmo com todas as dificuldades.

O irmão Bernardo contou dois casos que está a conseguir acompanhar pelo telefone, orando, dando força para as pessoas, ajudando as pessoas a buscar respostas nos Ensinamentos, no servir. Nós estamos a ver como, mesmo em um momento tão difícil, as pessoas estão a ter proteção a receber graças em relação à saúde, em relação à financeira, superando conflitos, superando problemas.  Muitas vezes estava a faltar esse empenho nosso, essa continuidade de estar a ministrar Johrei todos os dias principalmente a partir da nossa casa.

Tivemos uma experiência de uma família messiânica, uma nossa membro que vive num quintal com outros parentes. Moram os cunhados, irmãos, primos, várias famílias num quintal comum.

E com essa prática da quarentena, essa nossa irmã aprofundou na limpeza em casa com a família e começou a fazer a marcha de Johrei todos os dias do lado de fora de casa, no quintal. Ela e os filhos, sempre com um envelope de gratidão onde ela colocava seu donativo diário. Junto com os filhos, todo mundo ministrava e recebia Johrei ali. A família começou a ver todos os dias aquilo ali feito no quintal pela família dela. E uma prima falou: “Olha eu não acredito muito no Johrei, mas eu quero receber. E me dá um envelope que eu também quero agradecer como você faz todos os dias. E aí a prima começou a receber Johrei todos os dias e materializar a gratidão. Depois de alguns dias essa prima veio falar para a nossa membro: “O meu patrão é estrangeiro e voltou para o seu país por causa da quarentena. Eu perdi o emprego porque trabalhava na casa dele. Ele ligou e pediu para eu voltar a cuidar da casa dele mesmo ele estando fora do país e já me pagou três meses antecipado! Não consigo acreditar! Eu vi que esse Johrei funciona mesmo!”. E aí ela fortaleceu o recebimento do Johrei e agradeceu pela graça recebida. Também passou a contar essa experiência para outras pessoas.

Nós estamos a ver muitas experiências de mudança na vida das pessoas agora com o aprofundar no que é básico. Muitas vezes nós estamos a fazer e depois paramos ou quando tinha um problema é que ministrava, mas agora com essa situação nós estamos a praticar de uma forma que nunca fizemos antes e estamos a ver respostas, atraindo pessoas e mudando a vida delas. Então eu gostaria que os senhores mandassem as experiências que estão a ter com essas atividades, para nós podermos divulgar, podermos estudar juntos.

Estamos agora em preparação para o Culto do Paraíso Terrestre. Vai ser no próximo dia 15 junho. Marca o dia em que Meishu-Sama recebeu a revelação da transição da noite para o dia. É a data mais importante para nós messiânicos! Começou essa transição no dia 15 Junho de 1931. Nós vamos continuar a nos preparar para esse culto no dia 15 de junho, vamos manter as nossas práticas: a ministração de Johrei, a leitura dos ensinamentos, Johrei em casa com a família, limpeza da nossa casa, limpeza da nossa rua dentro do que a lei permite em cada país, vamos cuidar melhor da nossa alimentação, procurar consumir mais alimentos naturais, cuidando da nossa horta. Estou feliz de ver os relatórios de muitos messiânicos que nessa fase reactivaram as suas hortas e até ampliaram. Isso é muito importante para questão da segurança alimentar e de gerar saúde, porque quanto mais nós consumimos alimentos naturais mais vamos limpar o nosso sangue, vai limpar o nosso espírito, vamos nos elevar, o nosso sistema imunológico vai estar mais fortalecido para enfrentar qualquer coisa que possa vir. Por isso é que agricultura e alimentação natural é uma coluna de salvação e precisamos abraçá-la com mais força ainda daqui para a frente.

Então vamos manter essas práticas, mas gostaria de pedir mais uma coisa para os senhores, acrescentar ao que estamos a fazer como preparação para o Culto do Paraíso. Eu gostaria de pedir aos senhores para que continuássemos a fazer as nossas orações de manhã e a tarde. Oração matinal e vesperal em sintonia com a Sede Central, mas eu gostaria de pedir como preparação para o culto do paraíso que cada um convidasse pelo menos 10 pessoas para orarem junto connosco nesses horários.

Quem puder orar no culto matinal e vesperal, óptimo, quem puder orar só num dos dois horários, tudo bem! Mas o ideal é orar nos dois horários onde quer que estejam. Quem tiver acesso à internet, participa online como estamos agora, quem não tiver, onde se encontrar, sabe que é o horário de oração matinal em sintonia com a sede central da África, esse é o horário da oração vesperal em sintonia com a Sede Central de África. Nesse momento, a pessoa vai fazer oração pela felicidade de 10 pessoas. Os senhores mandem os ensinamentos que estamos a ler todos os dias e que estão a ser distribuídos via Facebook, pelo nosso website também, para as pessoas poderem ler no dia-a-dia e orientemos essas pessoas: “Olha vamos orar, pois estamos a nos preparar para uma data muito importante, que é a data de início da Construção do Paraíso aqui na face da terra. Então vamos orar! Entregue as suas preocupações nas mãos de Deus e do Messias Meishu-Sama! Oremos pela felicidade do mundo nesse momento”.

Vamos aumentar o número dessas pessoas e vamos convidar elas para poderem participar connosco no Culto do Paraíso. No país em que os senhores estiverem, se estivermos ainda de quarentena; não sei como vai ser. Está nas mãos de Deus, como vai ser até o dia 15 junho! Mas, para elas poderem participar connosco, juntos vamos preparar o ambiente espiritual, orando em sintonia com nossa Sede Central da África todos os dias. Vamos aumentar o número de pessoas que estão orando connosco pelo bem do mundo, pela felicidade da humanidade, pela construção do paraíso na terra. Eu acho que vai ser uma preparação muito importante, nós fazermos desse jeito essa oração em sintonia junto com as práticas do nosso dia dia-a-dia! Posso contar com os senhores?

Muito obrigado! Vamos agradecer às nossas mães, porque hoje é o dia das mães em muitos países do mundo! Esse mês é dedicado a elas.  A nossa gratidão as nossas mães que estão connosco aqui no mundo material e as que estão no mundo espiritual também! Acho que a melhor forma de nós agradecermos a elas é darmos esse orgulho por servir hoje ao nosso próximo, servir o mundo, por sermos pessoas de bem. A nossa mãe fica feliz quando somos elogiados, não é!?  Fica orgulhosa: “Meu filho fez coisa boa!”. Mas quando nós fazemos coisa ruim ela fica chateada também. Então vamos procurar agradecer às nossas mães tendo gratidão e respeito por elas, cuidando delas claro e dando esse orgulho para elas, que valeu a pena o esforço delas nos terem nascido. Elas sentirem: “Puxa vida! Valeu a pena! Ele está fazendo a diferença para construir um mundo melhor!”. Eu acho que está é a melhor forma de agradecermos a existência delas.

Eu queria compartilhar com os senhores uma história que eu ouvi sobre uma tradição de uma tribo indígena americana. A tribo dos índios Cherokee. Eles têm um rito de iniciação feito quando um jovem rapaz está para entrar na fase adulta da vida; sair da infância para adolescência. Para o rito, o pai leva o rapaz para o meio da floresta, de noite, coloca uma venda nos olhos dele e fala que ele tem que passar a noite toda ali sentado num tronco, sem se levantar; mesmo ouvindo todos os barulhos dos animais ele não pode levantar e tudo o que acontecer naquela noite ele não pode falar para ninguém, ele não pode fugir daí nem pode levantar. E aí o jovem tem que passar a noite toda.

O jovem fica aí com os olhos vendados sem ver nada, só ouvindo, morrendo de medo sem saber o que está a acontecer, sem saber se vai vir algum bicho para o atacar; o que é que vai acontecer. Ele passa a noite toda com medo do que vai surgir, do que vai ser, se algum bicho pode matar ele. E aí, quando de manhã cedo ele sente o sol nascer, quando tira a venda dos olhos, vê que do lado está o pai sentado. O pai passou a noite toda ali do lado a protegê-lo.

Essa é a mesma coisa que acontece connosco em relação à Deus. Nós podemos estar em fases difíceis, com medo, sem saber o que vai ser! ” Estou sozinho no mundo não sei o que vai ser da minha vida!” Mas, o Supremo Deus e o Messias Meishu-Sama estão sempre do nosso lado a nos proteger, a nos guiar, a nos inspirar. Nós precisamos lembrar disso nos momentos mais difíceis, nunca esquecer disso na nossa vida.

Mais uma vez muito obrigado! Hoje vamos ter a transmissão do Culto Mensal do Solo Sagrado de Guarapiranga, que vai ser às 13 horas de Angola, 14 horas da África do Sul, 12 horas em São Tomé e Serra Leoa. Também às 18 horas da África do Sul e Moçambique 17 de Angola Congo democrático e Congo Brazzaville, 16 horas em São Tome e Serra Leoa, faremos o culto na língua inglesa para os nossos irmãos da África que não são de expressão portuguesa poderem também terem contacto com a orientação do culto mensal de gratidão, de forma a praticá-la durante o mês de Maio.

Muito obrigado! Um feliz Mês de Maio para todos os senhores e amanhã estaremos aqui no culto matinal e vesperal! Um bom domingo! Feliz Mês para todos!

Muito obrigado!

92 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário