Melaine Bonifácio Espírito Santo – CA Maculusso / Luanda – Angola

Chamo-me Melaine Bonifácio Espírito Santo, tenho 24 anos de idade, resido no Bairro Marçal. Sou Membro e dedico como encarregada de experiências de Fé na unidade supracitada. Conheci a IMMA no ano de 2005, por intermédio de minha vizinha.

O motivo que esteve na base do meu encaminhamento à Fé Messiânica foi curiosidade. Na época, era muito criança para entender as coisas e não tinha noção sobre a profundidade espiritual da Igreja. Fiquei afastada dela durante aproximadamente 12 anos, porque não tinha um orientador nem alguém que me acompanhasse.

No ano de 2019, houve a necessidade de viajar para a República de São Tomé por motivos de negócios. Posto lá, reencontrei-me com uma amiga de infância que por propósito Divino, ela é membro da nossa Igreja. De salientar que ela é vidente e numa das ocasiões, ela viu uma das fotos da minha mãe no celular de sua irmã e colega de negócios de minha mãe. Ao olhar a foto, ela passou a enumerar vários acontecimentos que estavam a ocorrer e que estavam por ocorrer na vida da minha mãe como se já a tivesse conhecido antes. Em uma de suas visões, alegou existirem pessoas que perseguem insistentemente a minha mãe, porque acham-na muito rica, daí o sofrimento pelas inúmeras perseguições espirituais, dadas as máculas acumuladas por ela própria, juntamente com seus Ancestrais e Antepassados. Éramos assaltados constantemente, os nossos planos nunca davam certo, meu irmão perdeu emprego, foi preso e condenado a 8 anos de prisão, como se não bastasse, meu pai também perdeu o emprego, os negócios da família não prosperavam, contraímos dívidas sem sabermos. Para piorar o nosso sofrimento, os vizinhos não falavam connosco, nos olhavam no canto do olho, cochichavam nos cantos ao nos verem passar e por vezes nos atiravam fezes, alguns membros da família afastaram-se de nós, permanecendo apenas alguns para o nosso consolo, se pudéssemos assim considerar.

Foi assim que ela pediu para que nós procurássemos a Igreja Messiânica. Foi assim que pedi a minha mãe para procurar a Igreja em Angola e passou a frequentar, enquanto eu frequentava em São Tomé, tendo regressado cinco dias depois.

A experiência a seguir está relacionada com a mudança de Sonen e o aprofundar no sentimento de gratidão.

No início do corrente ano, eu e minha mãe começamos a fazer frequência assídua e firme no Centro de Aprimoramento do Maculusso. Posto lá, fomos bem recebidos pelos plantonistas, que após nos terem escutado, orientaram-nos as práticas básicas da Fé Messiânica. Passamos a dedicar juntas, nos empenhando nas práticas básicas, em especial da Agricultura Natural, através da prática de mexer com a Terra. Passei a participar dos Cultos na Sede Central e nos Cultos matinais e vesperais na unidade, bem como peregrinar ao Solo Sagrado de Cacuaco.

Dado a minha formação académica, desde 2017 que não conseguia terminar a minha monografia, dado a dose do meu sofrimento e desespero, na tentativa da realização da mesma, confesso que a direção do curso na universidade, havia rejeitado e reprovado o meu trabalho de monografia por mais de 10 vezes. Foram épocas de terror para mim. Confesso que até já pensei em desistir, mas a força vinha do meu interior em função do meu propósito de estudo, que era de terminar a minha licenciatura e deixar os meus pais orgulhosos. Apesar de tudo, não me sentia cansada e sempre arranjava um tempinho para passar na unidade para agradecer pelo dia e tudo o que estava vivenciando.

Foi assim que ao retornar à Fé, na medida que fui dedicando, fui mudando meu interior, isto é, o meu sentimento e a minha forma de pensar e ver as coisas. Melhorou o meu raciocínio e aprofundei ainda mais no  sentimento de gratidão, passei a materializar corretamente o dízimo, desapeguei de mim e passei a pensar mais na felicidade do meu próximo.

Desta forma, as graças não se fizeram por  esperar.

– Num piscar de olhos, graças à Deus, reuni os dados, compilou-se o trabalho completo e incrivelmente consegui concluir o trabalho de monografia em menos de um mês. Algo que anteriormente levou mais de 2 anos a ser barrado.

– Ganhei mais compreensão e passei a agradecer à Deus por tudo o que acontece comigo e com a minha família.

– Recebi o diploma no dia 24 de Agosto.

– Recebi como presente de licenciatura uma viagem para Portugal, uma viagem para Espanha, um anel de licenciatura e 100 mil kwanzas

A minha filha de 6 anos de idade passou a criar mais interesse pela igreja messiânica, ouve os ensinamentos pelo YouTube, faz distribuição das flores nas colegas da escola.

Fazemos distribuição das flores no nosso bairro e fazemos limpeza na rua.

Hoje sinto-me em paz, alegre e grata por todas as graças.

Agradeço ao Supremo Deus ao Messias Meishu-Sama, a todos Missionários que têm contribuído para o meu crescimento espiritual.

Agradeço profundamente ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos antepassados pela permissão de conhecer este maravilhoso caminho da salvação.

Por permissão de Deus e Meishu-Sama, cuido de 4 pessoas

A todos que escutaram atentamente o meu relato de Fé, o meu muito obrigado!

 

121 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário