Antónia João Dala – JC Malange Campo – Angola

Chamo-me Antónia João Dala, tenho 43 anos de idade, membro da igreja e dedico como vice responsável da unidade acima referida.

Conheci a Igreja Messiânica no ano de 2010 por intermédio de uma missionária da igreja.

Os motivos que levaram a conhecer a Fé Messiânica foram: doenças, conflitos conjugais e familiares.

 A experiência de fé que passo a relatar aos senhores está relacionada com a limpeza profunda no local de serviço com objectivo de colocar em prática as orientações.

Como sou enfermeira, procurei praticar uma acção altruísta que fizesse os colegas e pacientes felizes.

Visto que a nossa unidade hospitalar se encontrava com os banheiros deploráveis sem utilidade alguma para serem usados por médicos enfermeiros e pacientes, um belo dia procurei formalizar o pedido à direcção do hospital com o objectivo apenas de limpar os arredores do hospital. O pedido foi aceito pela diretora.

Na hora da oração de encerramento, apareceu minha colega e disse-me o seguinte “A colega Antónia, ao invés de levar os irmãos da igreja no banco de urgência da pediatria com o objectivo de realizarem a limpeza, limitaram-se somente aos arredores do hospital! Não sabes que as senhoras da limpeza não fazem devidamente a limpeza porque estão há seis meses sem receberem seus salários?” Agradeci do fundo do coração e disse que numa outra ocasião assim o faríamos. Na minha escala de serviço, aproveitei para falar com a minha chefe de secção de forma que permitisse realizar a limpeza no banco de urgência da pediatria com os fiéis da igreja e ela aceitou com toda gratidão.

O responsável e os missionários coordenaram a referida actividade. No princípio foi difícil, visto que o ambiente estava muito pesado dado o estado de sujidade que as pias encontravam -se, todas entupidas.

Ganhamos coragem e começamos a tratar delas uma por uma e retirar toda sujeira que continha nelas, as paredes cheias de teias de aranha, depois o chão das salas. Nesta altura, cada membro encaminhava no fundo do coração todos aqueles antepassados presos naquela sujeira, tratando-se de um hospital onde crianças são internadas.

Após o término da limpeza dos banheiros e salas de internamento, começamos a limpeza no outro pavilhão dos banheiros e em menos de 30 minutos, os banheiros estavam prontos para serem utilizados, sanitas limpas e desentupidas, os azulejos recuperaram aquele seu brilho original.

Cada mãe de paciente vinha espreitar os banheiros e salas de internamento e diziam “Sim senhor, nunca vimos uma limpeza desta natureza por igreja alguma! Até apetece comer dentro dos banheiros! Eles são mesmo religiosos! Muito obrigado.” Distribuímos flores nas enfermarias e passamos a ministrar Johrei aos pacientes, enfermeiros e membros de família.

Depois desta profunda limpeza, vivenciamos os seguintes milagres:

Uma adolescente de 14 anos de idade encontrava-se internada há treze dias em estado de coma no banco de urgência com uma patologia não identificada. Com a ministração do Johrei e oração, cinco minutos depois começou a mexer os membros superiores e após 2 dias recebeu alta. Todos os pacientes internados e que seus membros de família presenciaram a limpeza, receberam alta em menos de 72 horas. O banco de urgência registava um índice de mortalidade de quase 04 crianças diárias. Com a limpeza realizada, a taxa de mortalidade baixou consideravelmente. Há mais de um mês não tem registo de morte. O relacionamento com as colegas, está cada vez melhor.

Aprendi que, ao colocarmos as orientações emanadas pelos nossos superiores em prática, é possível se concretizar a vontade do Messias Meishu-sama em qualquer local e criar um ambiente paradisíaco! Aprendi também, que o belo faz realmente parte das três colunas da salvação.

Comprometo-me a empenhar-me cada vez mais em fazer as pessoas felizes e participar na construção do Solo Sagrado de África. Faço dízimo, donativo de construção e diário.

Por permissão do Supremo Deus e do Messias Meishu-Sama, encaminhei 87 pessoas, das quais o7 são membros e cuido de 3 casas de frequentadores.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados pela permissão de servir na Obra Divina .

Aos ministros, responsáveis membros e frequentadores muito obrigada!

64 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário