Albertina Machava – CA Maputo/Moçambique

Chamo-me Albertina Machava, sou membro da igreja e dedico como encarregada do grupo lua, no centro de aprimoramento de Maputo.

A experiência que gostaria de compartilhar com os irmãos está relacionada com o encaminhamento.

Todas as sextas-feiras faço o plantão na igreja. Tive a permissão de encaminhar duas irmãs que estão a frequentar a igreja e participam também da marcha de Johrei em minha casa. Estas duas frequentadoras tiveram a permissão de preencher o formulário do culto do Paraíso Terrestre e assisti-lo online. Uma delas tinha a sua filha a purificar, pois sofria com abortos espontâneos. Sem que fosse orientada, levou o folheto das orações e entregou a sua filha para orar. Com a graça do Supremo Deus, a filha dessa frequentadora conseguiu terminar o período de gestação e teve o seu bebé. Passado algum tempo, essa irmã ligou para mim a pedir o folheto da oração. Quando questionei se o havia perdido, ela relatou a graça que tiveram.

Certo dia, recebi a informação de que uma vizinha, membro da Igreja, estava a purificar. Teve um AVC e consequentemente tinha muitas dificuldades para andar. Passei a dar assistência à família. Algumas vezes vinham bater a minha porta pela madrugada a pedir assistência.

Foram muitos dias e horas seguidas de Johrei. Com a graça do Supremo Deus e do Messias Meishu Sama, a irmã está a recuperar e voltou a andar.

Outra experiência de fé que gostaria de compartilhar, está relacionada com o acompanhamento.

Certo dia tive vontade de ligar para uma irmã, membro da igreja que estou a cuidar, e convidá-la para juntas irmos à igreja dedicar. Em resposta, ela informou que está a passar por uma purificação, pois o seu filho deita fora todas as Ikebana que encontra em casa e ameaçou partir a imagem da Kannon que estava na sala. Imediatamente, pedi que procurasse o ministro para pedir orientação. O ministro orientou a tirar a foto de Meishu Sama do quarto para a sala e a Imagem da Kannon da sala para o quarto.

No dia combinado fui a casa da irmã e encontrei o seu filho. Cumprimentei-o e convidei-o a participar das orações. Movido pelo sentimento de revolta recusou-se. Então eu disse: “Vim aqui orientada pelo Messias Meishu-Sama para tirar essa imagem que tu queres partir para o quarto da tua mãe e trazer a foto de Meishu Sama para colocá-la aqui na sala. Assim, não sei qual é a imagem que tu vais escolher para partir, mas, não gostaria que partisses nenhuma imagem!”. Dito isto, ele olhou para mim e começou a rir.

Demos início a dedicação e quando terminamos a oração, orientei-a a fazer o Sorei-Saishi e o donativo de pedido de perdão. Naquele dia a irmã separou um valor e colocou-o dentro do envelope para fazer o donativo de pedido de perdão, comprometendo-se em fazer o Sorei-Saishi oportunamente. No dia seguinte ela ligou-me e disse que o seu filho mudara bastante. Estava mais calmo, apoiava nos trabalhos de casa e já não deitava fora as flores que coloca em casa. Graças a Deus e ao Messias Meishu Sama!

Com estas experiências de fé, aprendi que tudo ocorre segundo a vontade de Deus!

Para agradecer pela permissão de ser útil à Obra Divina, estou a preparar-me para fazer um donativo especial de gratidão.

O meu compromisso é de encaminhar o maior número possível de pessoas à fé messiânica e desta forma, contribuir para a grande marcha de formação de 100 mil famílias convictas em África!

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus Antepassados por me conduzirem ao caminho da salvação!

Muito obrigada!

39 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Ensinamento | Estudo Diário