Manuel Armando de Almeida Guerra Lopes – CA Maculusso – Luanda/Angola

Chamo-me Manuel Armando de Almeida Guerra Lopes. Sou membro há 18 anos e dedico como encarregado de Administração do Centro de Aprimoramento do Maculusso.

A experiência de fé que passo a relatar aos senhores está relacionada com a ministração do Johrei e assistência religiosa.

Apesar do confinamento e distanciamento social que estamos a viver, devido à pandemia covid-19, tive a permissão de acompanhar duas casas de frequentadoras com problemas de saúde e prestar assistência com o Johrei à uma membro internada numa clínica próxima do Johrei Center, com o auxílio de uma equipa de 3 membros.

Na primeira casa, a frequentadora estava grávida com 4 meses de gestação. Porém, era uma gravidez de alto risco, pois ela tinha miomas. Apesar do estado de emergência na altura, dada a gravidade da situação, ela permitiu que fôssemos fazer assistência todos os dias. Organizei a equipe, e de forma intercalada íamos dando assistência. Depois de 2 meses de assistência com Johrei e leitura de ensinamentos, ela melhorou significativamente. Como gratidão, materializou um donativo de agradecimento. Durante a assistência, também passamos a assistir os cultos online junto com ela. No princípio do mês de julho, a frequentadora ganhou a permissão de conseguir um bilhete de passagem e viajou para o exterior do país, através dos voos humanitários, ao encontro da mãe. Tomei conhecimento através de contacto pelas redes sociais, que ela está bem de saúde.

No decorrer desse período, tive uma paralisia facial no lado direito. Isso ocorreu na manhã do dia 31 de Maio deste ano, tendo ficado com a boca torta. A minha esposa, ligou para o responsável, que veio logo ao meu encontro. Durante 4 horas, recebi assistência com Johrei e oração. Graças a Deus, só por volta das 15 horas do mesmo dia, fui à Clínica fazer consulta. O resultado, ao contrário do que eu suspeitava, acusou apenas um “choque térmico”. Graças a Deus, continuei a receber assistência com Johrei durante 5 dias. Materializei um donativo especial para a construção do pavimento da Sede Central de África e fiquei totalmente recuperado, sem mazelas no meu rosto e consegui retomar às minhas dedicações diárias.

Retomei ao acompanhamento da segunda frequentadora, de 72 anos de idade, que tivera um AVC. Com assistência de Johrei e oração, passados 10 dias, começou a caminhar sozinha pelo quintal da residência. A família da senhora também está a receber Johrei e faz a leitura dos Ensinamentos do Messias Meishu-Sama.

No dia 12 do corrente mês, após a dedicação, fechei o Johrei Center e, ao dirigir-me à viatura, fui abordado por uma jovem membro. Pediu-me para abrir a nave porque queria fazer um donativo especial, pela purificação da mãe que é membro. A mãe teve um AVC e estava internada numa clínica, ao lado do Johrei Center. Prontamente cedi ao seu pedido, entramos e fizemos juntos a oração e ela materializou o seu donativo.

De seguida, solicitei o nome da mãe, para a passar a orar em casa no altar do lar e também fazer assistência com Johrei, todas às tardes, na hora da visita à clínica. Após o segundo dia de assistência, a mãe dela recuperou a consciência e começou por  agradecer pelo Johrei, o que me deixou muito feliz. Foi recuperando dia após dia e teve alta no dia 17 de Julho de 2020. Tenho falado com a irmã, para saber do estado de saúde da mãe que segundo ela é positivo.

Essas experiências serviram para fortalecer ainda mais a minha fé e crença de que Meishu-Sama é o Messias, Salvador da humanidade!

O meu compromisso é elevar-me espiritualmente, cada vez mais, levando o Johrei ao maior número de pessoas!

Agradeço a Deus, ao Messias Meishu-Sama e aos meus antepassados!

Muito Obrigado!

67 Views

Partilhar amor

Procura mais alguma coisa?

Relacionados:

Ensinamento do dia
Reminiscência do dia
Ensinamento | Estudo Diário